sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Caravana de LULA mobiliza o nordeste brasileiro

Uma multidão recebe LULA, o eterno presidente faz renascer a esperança do povo brasileiro

Foto: Ricardo Stuckert


Lula em Cruz das Almas/BA


A cidade de Cruz das Almas, na Bahia, é o segundo destino da caravana Lula Pelo Brasil nesta sexta-feira (18). Após deixar a cidade de Salvador, ponto de partida de sua viagem pelo Nordeste, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi ao município de Cruz das Almas receber uma homenagem na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), fundada pelo ex-presidente em 2006.

Leia mais no Instituto LULA


Suspeita de interferência política de Jatene no Ministério Público do Pará

Afastamento de Nelson Medrado levanta suspeitas de que o Ministério Público do Pará tem um "chefe oculto"


Resultado de imagem para jatene governador do par´pa
Jatene deixa o MP paraense desse tamanho,
bem pequeninho - uma vergonha

Procurador que investigou o filho do governador foi afastado

O procurador Nelson Medrado foi afastado do cargo de coordenador do Núcleo de Combate à Corrupção e à Improbidade Administrativa.

Sob medida

Já se comenta abertamente que o ato foi um pedido do governador do Pará, pois Medrado estava investigando e processando o tucano Simão Jatene e seu filho, Beto Jatene, pelo escândalo do Betocard, como ficou conhecido o esquema da venda de combustíveis para a frota estadual pelos postos de Alberto Jatene, isso mesmo, o Beto, filho do governador. 

Jatene é o chefe do MP

O procurador-geral do Estado, Gilberto Valente Martins, terá que explicar a suspeita de estar submetendo o Ministério Público ao comando político do governador Jatene.

Pelo jeito, o "chefe oculto" nem estaria tão escondido assim.

Prefeitos e sociedade estão desconfiados do MP

Muitos prefeitos já desconfiavam que o Ministério Público do Pará tem uma agenda sob medida e ao gosto do governador Jatene, basta ver a atuação do órgão em muitos municípios do estado. Esse afastamento  mostra que MP e governador estão mais "sintonizados" que se podia imaginar.

Conversa tensa

O ato de afastamento teria sido comunicado pelo próprio procurador geral ao Dr. Nelson Medrado, na sexta-feira, numa numa conversa mais que nervosa.

Segundo colocado assumiu a chefia, um grande favor de Jatene

O procurador geral do MPPA foi o segundo na lista tríplice votada em março pelos membros do MP, mas mesmo assim foi nomeado pelo governador, portanto, deve ter muito o que agradecer ao político tucano.

Parauapebas pretende retomar as cobranças das dívidas da mineradora VALE

Governo de Parauapebas retoma agenda pra receber dívidas da mineradora VALE

Com o governo Valmir da Integral, 4 anos foram perdidos na luta pra receber as "dividas da Vale"





Dívidas da Vale com Parauapebas

Durante os 4 anos do governo Valmir da Integral nada foi feito pelo município de Parauapebas pra cobrar as dívidas da mineradora Vale.

Deve, mas paga quando quiser

O valor a receber pelo município de Parauapebas pode ultrapassar o R$ 1 bilhão, pior ainda, a dívida não para de crescer, a suspeita é que mesmo com decisões condenando a VALE, a poderosa mineradora não mudou sua sistemática de atuação, continua adotando os procedimentos anteriores, ou seja, a dívida não foi paga totalmente e continua aumentando.

Parcelamento é a esperança

O parcelamento das dividas da VALE, mediante a possibilidade aberta pela Portaria n° 70.577, de 20 de julho de 2017, enche de esperanças os municípios que tem valores a receber da mineradora.

Nem tanto

Mas a esperança não tem muita razão de ser, pois nem com decisões transitadas em julgado a mineradora muda sua forma de agir, sempre consegue "alguma" manobra junto ao poder judiciário, mesmo usando de recursos inexistentes e flagrantemente protelatórios.

Mudanças em Parauapebas

Mesmo sabendo dos riscos que irá correr, afinal, enfrentar a poderosa mineradora e "suas leis e amigos poderosos no judiciário brasileiro" é sempre perigoso, o novo governo Darci Lermen já tem uma agenda de ações pra chamar a poderosa Vale à mesa de negociações.

Parauapebas não pode esperar. O tempo de joelhos pra Vale acabou em 31/12/2016.

Um judiciário que tem fome de dinheiro e que não "tá nem aí"

Juízes "vaza jato", juízes debochados, juízes que não "tá nem aí" - O Brasil precisa expurgá-los das suas instituições


Resultado de imagem para juiz recebe 500 mil
"Juízes concurseiros": O Brasil não precisa deles, são caros,
ineficientes e debochados

Para o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, a Lava Jato trabalha fora das regras e ameaça as garantias individuais ao promover ações de perseguição política que se utilizam do Direito como ferramenta de poder. Ele afirmou que as causas desse desequilíbrio devem ser procuradas num sistema remuneratório completamente "anárquico" no serviço público, que privilegia determinados grupos que têm maior poder de barganha, e disse que "o grupo de Curitiba – que nunca incomodou Temer – tem causando mais estrago do que a corrupção que quer combater".

Aragão e a advogada Valeska Martins, que integra a defesa do ex-presidente Lula, foram convidados pelos alunos da Faculdade de Direito da USP para debater, na manhã desta quarta-feira (16), os impactos da operação Lava Jato do ponto de vista da aplicação do direitos. 

Mais do que os impactos, o ex-ministro procurou identificar algumas causas de um processo que, segundo ele, vem contribuindo para a perda de referencial ético em toda a sociedade. Jovens procuradores do Ministério Público, mesmo em início de carreira, passaram a alcançar maiores remunerações do que professores universitários e diplomatas experientes, provocando distorções nas carreiras do serviço público. "Valorizam-se umas carreiras, e desvalorizam-se outras, sem considerar o tipo de sociedade que se quer", afirmou.

Para justificar os salários e benesses perante à sociedade, e em busca de prestígio, mostram "os dentes", em dito combate à corrupção, que não identifica as causas, mas busca atacar apenas seus "sintomas", e se utilizam desse mesmo discurso para acuar agentes políticos na hora de definir os reajustas às corporações. "Estão vendo Roma arder e dançando em volta da fogueira."

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

O caso do vergonhoso deputado Wladimir Costa

Wlad e a arte de aparecer





Wladimir Costa, deputado federal, presidente estadual do Solidariedade, em poucos dias, tornou-se o político mais comentado do país. Superou figurões da política e até os que constam nas investigações da operação Lava Jato. Sua história de vida é um grande enredo, obra biográfica que renderia possivelmente uma tese dentro da Antropologia. Do menino pobre que preambulava nas baixadas da do bairro da Pedreira, periferia de Belém, foi feirante, radialista e deputado federal mais votado do Pará (eleição de 2006). Wlad já está em seu quarto mandato em Brasília. 
No início, por conta de sua popularidade, se aproximou dos Barbalho, ingressando no PMDB e sem muito esforço, regado a muito churrasquinho e festas de aparelhagem, chegou ao Planalto Central. Por seu crescimento político e empresarial, criando no varejo rádios em dezenas de munícipios paraenses (algo que logo seria a sua principal sustentação política).

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O Piauí disse não ao "prefake" de São Paulo

Teresina tem algo pra ensinar aos deputados do Pará, vereadores da capital piauiense negam título ao "João Dólar", o "prefake" de São Paulo "




Nordeste de verdade

O "prefake" de São Paulo recebeu um sonoro não dos vereadores de Teresina, a Câmara Municipal da capital piauiense rejeitou nesta terça-feira (15) a concessão do título de cidadão teresinense ao festeiro João Doria Júnior (PSDB).

Ele nunca trabalhou

A proposta precisava de 21 votos, mas teve apenas 18. 

Os piauienses chegaram a singela conclusão que João Dória não tem serviços prestados nem para os moradores de São Paulo, muito menos para os habitantes de Teresina.

Bolsonaro: Mais perto da cadeia por incitação ao estupro

Condenado pela terceira vez, Bolsonaro vai pavimentando seu caminho para a cadeia




Cível

A condenação foi na área cível, mas ao confirmar as decisões de primeira e segunda instância, o Superior Tribunal de Justiça sinaliza que a vida do nazifascista Bolsonaro vai se complicando.

A ficha corrida é extensa

O deputado nazifascista tem seu nome envolvido na lista de furnas, onde teria recebido propinas, teve sua campanha financiada pela FRIBOI, tem patrimônio incompatível com seus ganhos, mas o pior é ser um apologista do estupro, segundo a denúncia que responde no Supremo Tribunal Federal.

Leia mais - www.cartacapital.com.br

terça-feira, 15 de agosto de 2017

A casta de juízes que tem fome de dinheiro e a criança que sonha com um hambúrguer




Para juiz que tem fome de R$ 500 mil

No país que tem dinheiro pra pagar R$ 500 mil para um único juiz, obviamente que nesse mesmo país, para muitas crianças comer um hambúrguer é um sonho. 

Agora vejam o relato da professora Ludmila Cruzal, em Magé no estado do Rio de Janeiro:

“Sou professora de educação infantil e gostaria de compartilhar uma experiência com vcs que aconteceu em minha sala de aula. Vivo duas realidades completamente diferentes, pois em um horário trabalho em uma escola( creche) pública e no outro turno em uma particular( professor tem q ralar o dia todo né?!?! )rsrs

Ao retornar do recesso escolar, na escola pública, fui apresentar a letrinha “H” e dei algumas opções para que votassem qual gostariam de escrever e aprender melhor ” Hipopótamo/ Hospital/ Hambúrguer…”

Eles escolheram… HAMBÚRGUER pq um aluno foi ao Mc Donald e contou sua experiência para seus amiguinhos.

” Levanta a mão quem gosta de hambúrguer? ”

Para minha surpresa, pouquíssimos…

Perguntei: Como assim não gostam de hambúrguer???

” Tia, nunca comi um, mas já sonhei que comia”

Respira, engole o choro e refletir é inevitável... algo tão simples para tantos, tão frequente para muitos que chega ser utópico acreditar que eles nunca comeram.
Esperei o dindim cair na conta rsrs e amanhã vamos fazer hambúrguer p toda turminha! Vou acordar e comprar o pão fresquinho. A nutri da creche autorizou e a diretora tbm. Infelizmente não tenho condições de comprar um mc lanche feliz para cada um, mas um pouquinho de alegria tenho certeza que conseguirei. Desculpa o textão.

Leia mais - www.cartacampinas.com.br

Ministro Helder Barbalho: Mais de 120 municípios paraenses receberam equipamentos do governo federal

Cerca de 120 municípios receberam 46 caminhões-caçamba, 14 lanchas e mais de 100 caminhões de lixo para reforçar estrutura de serviços públicos e aumentar qualidade de vida da população




O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, entregou no último sábado (12), na cidade de Breves, localizada na Ilha do Marajó, 14 lanchas e um caminhão coletor de lixo a 13 municípios paraenses. A ação fez parte de um conjunto de medidas da Pasta que visam reforçar a estrutura dos serviços públicos prestados à população. As lanchas vão ajudar, principalmente, o transporte de mercadorias e produtos agrícolas na região e estimular o desenvolvimento regional.

“É fundamental que possamos construir um novo momento para o nosso estado, em que a pacificação política e a união de todos possa prevalecer para trazer conquistas. Nossa população tem pressa! Nosso povo quer, deseja e tem o direito de viver em cidades melhores. Reafirmo aqui a continuidade do nosso trabalho de percorrer todas as regiões do estado levando mais investimentos a nossa gente”, disse o ministro em seu discurso.

Os equipamentos foram dados pelo Ministério da Integração Nacional e adquiridos com recursos de emenda da bancada parlamentar paraense para atender as cidades de Abaetetuba, Afuá, Alenquer, Anajás, Breves, Chaves, Curuá, Igarapé-Miri, Melgaço, Muaná, Portel, Santa Cruz do Arari e São Sebastião da Boa Vista.

O presidente da Associação de Municípios do Arquipélago do Marajó e prefeito de Muaná, Murilo Guimaraes, reforçou a importância da entrega das lanchas para a região. “O Marajó tem 16 municípios, onde alguns vêm recebendo péssimos índices que, sem dúvida, atrapalham mais ainda o desenvolvimento da nossa região. Tenho certeza que essas lanchas, certamente, são uma das etapas de tantos investimentos que passarão a chegar às nossas cidades. Por isso, quero agradecer publicamente em nome do povo marajoara ao trabalho do ministro Helder e da bancada por esta grande ação”, disse Murilo.

FBI alertou Trump sobre assassinos nazistas, mas no Brasil eles seguem Bolsonaro

O Brasil tem que dar um basta neles: o NAZIFASCISMO




'Unir a Direita' - na cadeia

A BBC trouxe uma matéria onde revela que o FBI alertou o governo Trump sobre os nazistas que atuam nos EUA (aqui).

Foram vários relatórios elaborados pelo FBI, nenhuma providência foi efetuada pelo governo Trump.

Em Charlottesville, no Estado da Virgínia, louco que defende a "supremacia branca, ou sejam os neonazistas e nacionalistas radicais organizaram marchas e protestos onde mataram 3 pessoas e feriram 19.

Bolsonaro

No Brasil, os seguidores de Bolsonaro professam abertamente o rascismo, a homofobia, a supremacia branca, isso atuando dentro do estado, dentro de órgãos policiais e do próprio Ministério Público, agem impunemente.

Deveriam ser expurgados dos seus cargos e presos.

Não trate um seguidor de Bolsonaro com naturalidade, pois se trata de um idiota ou de um bandido, ambos perigosos.

Leia a matéria na www.bbc.com

Kakay: "prometo delatar o juiz... a primeira delação espontânea da Lava Jato"

"Vou delatar quem são os nossos contatos na mídia"




segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Suspeita de fraude eleitoral na Argentina, governo Macri some com 300 mil votos

300 mil votos de Buenos Aires desapareceram, governo Macri sumiu com o resultado de mais 1500 mesas de votação

Quando Cristina Kirchner iniciou a virada, governo parou de apurar
 e sumiu com mais de 300 mil votos 


Cristina Kirchner ganhou as eleições primárias na província de Buenos Aires

Para evitar uma flagrante derrota na província mais importante da Argentina, o governo direitista de Maurício Macri lançou mão de uma fraude eleitoral que lembrou o caso Proconsult, onde a Globo e a justiça eleitoral do Rio de Janeiro tentaram manipular e alterar o resultado eleitoral para o governo carioca nas eleições de 1982 (Leia AQUI). 

Governo Macri some com 300 mil votos

Já era alta madrugada, o governo usou uma estratégia de contagem de votos para implementar uma grosseira fraude nas eleições argentinas, mas não tendo como conseguir o pleito, simplesmente o governo sumiu com mais de 300 votos, foram "sequestrados".

Apenas as primárias

Eles fraudam as eleições primárias, imagine quando as eleições forem pra valer, em 22 de outubro.

Veja a farsa eleitoral montada pelo Clarin (Globo argentina e governo Macri)

Parauapebas: Diplomação de Coutinho (PMDB) tem parecer favorável na Procuradoria Eleitoral




Recurso contra a diplomação

Em dezembro de 2016, o mandato do vereador Coutinho foi alvo de uma ação questionando a sua diplomação pela justiça eleitoral no município de Parauapebas.

No último dia 21 de julho, a Procuradoria Eleitoral, junto ao Tribunal Regional, emitiu parecer favorável ao Coutinho (PMDB), ou seja, contra a cassação do seu diploma de vereador.

Mais uma vitória

Embora, não tenha sido julgado o Recurso Contra a Expedição de Diploma (RCED), o fato é que o parecer da Procuradoria pela improcedência do pedido deixa o vereador de Parauapebas em situação confortável no Tribunal Regional Eleitoral.

Entenda o caso

O vereador Coutinho foi condenado pelo TCM-PA, as contas da sua gestão na Secretaria Municipal de Assistência Social de Parauapebas, exercício de 2007, foram rejeitadas por aquele Tribunal, mas em fevereiro de 2017 o vereador conseguiu emplacar um recurso de revisão na Corte de Contas.

Salvo pelo "gongo"

Na verdade, o pedido de revisão junto ao TCM-PA (Leia AQUI), que concedeu efeito devolutivo e suspensivo ao Acórdão n° 29.513, de 06 de outubro de 2016, salvou o vereador Coutinho (PMDB).

A ameaça que ronda o Brasil: eles matam, torturam, roubam e perseguem - Os mitos e heróis do nazifascismo no Brasil

O nazifacismo não deve ser tolerado, abriga o pior tipo de gente que uma sociedade pode conhecer

Malafaias, Sérgio Moros, Bolsonaros, MBL's o que realmente ameaça o povo brasileiro



Não precisa de texto, as imagens bastam 

Com apoio de Rede Globo e grande mídia, o Brasil caminha pra tolerar o nazifascismo, os personagens estão em evidência e são vendidos pela maior empresa de comunicação brasileira como heróis e mitos.

Para uns e outros membros do grupo da intolerância, a Rede Globo concede até a entrega de "prêmios" para estimular os abusos e a violência estatal no país.

Nos EUA 

"As cenas do desfile de neonazistas em Charlottesville, nos EUA, servem de alerta para os inocentes úteis e inúteis que acham que a barbárie ocorrida na Alemanha nunca mais se repetiria ou que essa hipótese era um reductio ad absurdum", alerta o jornalista Kiko Nogueira, editor do DCM.

"Os protestos desde 2013 ajudaram a tirar do armário um ódio nacional que estava relativamente represado. Se nos EUA é racial, aqui é classista", afirma.

"A nossa classe média não tem mais receio de confessar publicamente que não gosta de pobre, preto, nordestino. Por extensão, nem de petistas, comunistas, bolivarianos etc. Tudo ladrão. Todos merecem morrer."

domingo, 13 de agosto de 2017

O senador PAULO ROCHA barra agressões a deputados em Marabá

Em atitude correta, Paulo Rocha repreende agressores


A imagem pode conter: 2 pessoas



PAULO ROCHA e o desenvolvimento socioeconômico no Sul/Sudeste do Pará

Na última sexta-feira (11), o senador Paulo Rocha esteve em Marabá, participando de uma audiência pública na Câmara de vereadores, quando foi debatido os eixos de desenvolvimento Socioeconômico da Região Sul e Sudeste do Estado, partindo das demandas locais como base de desenvolvimento.

Temas audiência

Dentre os temas abordados na audiência teve destaque: siderurgia, hidrelétrica de Marabá, Hidrovia Araguaia Tocantins, Revitalização do Distrito Industrial, Zona de Processamento de Exportação - ZPE, Ferrovia Paraense- FEPASA, Porto Público de Marabá. Dentre as propostas, a Bancada federal também ouviu e recebeu as demandas dos movimentos sociais, estudantil e das minorias.

Entreveros

Tudo estava indo bem, mas uma velha "esquerda de boa ocasião", meio sem pé e sem cabeça, foi na audiência pública para agredir um dos deputados presentes, no que foram contidos e desautorizados pelo senador Paulo Rocha.

Perguntar não ofende

A esquerdinha tipo cabo ANSELMO, que ainda habita o PT e viceja no PSOL, agride um deputado que foi leal ao governo DILMA. Mas silenciam diante de tantos outros golpistas que habitam Marabá, inclusive o prefeito.

"Escrachadores de boa ocasião"

Os escrachadores de Marabá gostam de moleza, de boa ocasião, agridem um deputado que tem afeição e respeito ao debate político.

É fácil

Xingar Beto Salame, jogar ovo no deputado é muito fácil, quero ver escrachar ÉDER MAURO e Tião Miranda

ÉDER MAURO e TIÃO MIRANDA, esses dois sim, escracham todo santo dia a educação, os professores e todos os trabalhadores do município de Marabá. Eles professam a intolerância e a perseguição aos humildes.

Mas essa esquerda de boa ocasião, essa nasceu pra Cabo Anselmo.

Tipo Cabo Anselmo

A verdade seja dita, quem nasceu pra Cabo Anselmo nunca será Capitão Lamarca.

Resta parabenizar o senador Paulo Rocha pelo "cala te boca" na esquerdinha tipo Cabo Anselmo.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

A Vale em Parauapebas pode tudo, mas em Altamira/Belo Monte seria diferente

Em Altamira, o MPPA acompanha o cumprimento das condicionantes de Belo Monte, mas em Parauapebas a Vale faz o que bem entende


Foto: MPPA


Gabem em Altamira/PA

A população de Altamira/PA será beneficiada com a iniciativa do MPPA, mediante o  Grupo de Atuação Especial de Belo Monte (Gabem), instituído pela Procuradoria-Geral de Justiça para a tutela coletiva das demandas desencadeadas pelos impactos socioambientais causados pela implantação da obra e funcionamento da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, reuniu nesta terça-feira (8), na cidade de Altamira.

Vale em Parauapebas

A população e as comunidades atingidas pela VALE em Parauapebas e região também sonham com a mesma iniciativa do MPPA, no entorno de Carajás todos vivem subjugados pela poderosa mineradora, recentemente, uma família de agricultores foi espancada por "capangas" a serviço de uma empresa de segurança, serviço que deveria ser fiscalizado pela Polícia Federal, mas pelo jeito essa instituição se sente atraída por "outros interesses".

Condicionantes

Em Parauapebas, há denúncias que a VALE não cumpriu as condicionantes socioambientais para a implantação do Ramal Ferroviário S11D.

Pior 

A mineradora teria licenças concedidas sem preenchimentos dos requisitos exigidos, renovadas pelos órgãos estaduais sem a audiência das comunidades atingidas.

Pior ainda

O passivo socioambiental da VALE na região dos Carajás é constatável ao olho nu, não precisa muito esforço, basta andar pelas periferias de Parauapebas. 

Calotes

Ainda tem os "calotes" de empresas que a mineradora contrata no sul/sudeste do país e que aplicam seus "golpes" nos empresários e trabalhadores de Parauapebas e região, depois vão embora e a mineradora VALE não assume suas responsabilidades.

Parauapebas: TJPA mantém preso pai que mandou matar o pastor que assediava sua filha, a garota tinha apenas 12 anos

Everton ficará preso por mandar
matar pastor
Pastor da Igreja Assembleia de Deus foi morto em 2014, pai diz que ele assediava sua filha de 12 anos


O pai foi preso

Na Seção de Direito Penal, do Tribunal de Justiça do Pará, na última segunda-feira, os desembargadores negaram liberdade para Everton Ferraz Braga, acusado de ser mandante do homicídio do pastor da Assembléia de Deus, Raimundo Nonato Rodrigues da Silva, em outubro de 2014.

Nos autos

Embora alguns jornais e blogs de Parauapebas tenha comprado a versão da vítima, nos autos consta uma história bem diferente, segundo os relatos,  o réu preso é pai de uma garota de apenas 12 anos, que estaria sendo vítima de assédio do pastor da Assembléia de Deus, o pai inconformado teria mandado matar o "pastor". 

Mais cinco pessoas estão envolvidas no crime. 


Exposição: “Olhares Sobre as Eleições no Pará”

Mais de 200 fotografias que revelam o cotidiano do trabalho desenvolvido por servidores do Tribunal Regional Eleitoral





“Olhares Sobre as Eleições no Pará” 

A Exposição “Olhares Sobre as Eleições no Pará” faz um panorama dos bastidores da equipe técnica do Tribunal. Montada no Centro Cultural da Justiça Eleitoral do Pará (CCJE-PA), com mais de 200 fotografias que foram feitas por servidores e colaboradores do TRE-PA, durante os preparativos de quatro eleições no estado.

Inauguração Oficial

Na manhã da última terça (8), foi aberta foi oficialmente a Exposição “Olhares Sobre as Eleições no Pará”. Na ocasião, a Presidente do TRE-PA, Desembargadora Célia Regina de Lima Pinheiro, falou sobre o que sentiu ao ver as fotografias: “nos da saudade porque nós passamos por esses municípios. Eu fui lotada em Afuá, andava nesses barquinhos todos os dias”, relembrou.

A Desembargadora ainda falou sobre da importância do trabalho de cada servidor do Tribunal para realizar com sucesso as Eleições no Pará. “Essa exposição é belíssima porque mostra cada dificuldade enfrentada, cada momento vivido, pelos servidores da Justiça Eleitoral, no município mais distante aqui da sede. E mais, que todo o trabalho é feito em conjunto. E com essa exposição nós mostramos as dificuldades enfrentadas e as belezas do nosso estado também."

Exposição: "Olhares Sobre as Eleições no Pará"

Local: Centro Cultural da Justiça Eleitoral do Pará (CCJE-PA), Rua João Diogo, 254.

Horário: 8h às 15h (Segunda à Sexta)

Período: 08 a 31 de agosto e a entrada é franca.

Leia mais AQUI no www.tre-pa.jus

OAB/PA - Parauapebas - Semana do Advogado



quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Canaã dos Carajás - Tribunal suspende licitação irregular

Em Canaã dos Carajás nem as escolas escapam das irregularidades




Licitação de escola é suspensa

Na última terça-feira (8), o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM-PA) resolveu suspender um processo licitatório irregular da Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás, a Concorrência nº 001/2017-SRP, o certame era pra contratar uma empresa para construir uma escola.

Multa de R$ 5 mil

Em caso de descumprimento da decisão, o Tribunal estipulou multa diária de R$ R$ 5.000,23.

A licitação estava prevista para esta quinta-feira (10), mas a decisão do TCM-PA pode ter "melado" algum esquema.

Nepotismo

Em Canaã dos Carajás, o prefeito Jeová Andrade é acusado de nepotismo, pois nomeou a própria esposa para titular da secretaria de finanças, ou seja, tudo em família numa das cidades mais ricas do Pará, o prefeito manda e sua esposa paga.

Dobrou o "salário"

A esposa do prefeito era uma simples servidora do município, com uma simples canetada, o marido conseguiu dobrar o seu "salário".

Fica por isso mesmo! Afinal, Canaã dos Carajás tem royalties para suportar bem mais que isso.

OAB/PA - Parauapebas - Semana do Advogado


quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Governo do Pará, por meio da Seplan, realizará audiências públicas da LOA e PPA

Audiência Pública da LOA 2018 e de Revisão do PPA 2016-2019​​




Para dar transparência aos processos de revisão do Plano Plurianual (PPA) 2016-2019 e à elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2018 o Governo do Pará por meio da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), realizará audiências públicas em agosto nos municípios de Altamira, Santarém, Marabá e Belém.

O PPA contém as diretrizes, objetivos e metas da Administração Pública para um período de quatro anos e orienta a elaboração da LOA, a qual estima as receitas e autoriza as despesas do governo de acordo com a previsão de arrecadação, para cada exercício.

Durante esses encontros a sociedade poderá verificar a composição e volume da Receita e da Despesa, a alocação dos recursos por área de atuação, como na Saúde, na Educação, na Segurança e na Cultura, por exemplo, identificadas por regiões de integração onde se localiza cada município.

Na região de integração ​Carajás a audiência será dia 8 de agosto em​ Marabá, no ​auditório do Senai, a partir das 9h e a população terá contato com o Secretário Colares e uma equipe técnica para responder às demandas sobre os planos voltados a cada região.

Esse ciclo de elaboração do orçamento se constitui em quatro etapas que se inicia em maio e prossegue até fim de setembro, contemplando as fases de análise de receita, definição de teto orçamentário, formalização de propostas pelos órgãos setoriais e aprovação. Entre setembro e dezembro o projeto de lei é apreciado e aprovado pela Assembleia Legislativa.

Contribuições e considerações à elaboração da LOA 2018 e à revisão do PPA podem ser encaminhadas também por meio do site www.seplan.pa.gov.br até o dia 13 de agosto. 

Audiência Pública para elaboração da LOA 2018 e revisão do PPA 2016-2019 em Marabá

Dia 8 de agosto de 2017 (terça-feira), a partir das 9h

Auditório do SENAI: Folha 31 Quadra especial, lote especial, s/nº – Bairro Nova Marabá

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Eleições no Amazonas mostra uma grande insatisfação do eleitor com os candidatos

O eleitor do Amazonas protestou, mas ainda ficou entre o velho e o antigo




Sem surpresas

O resultado do primeiro turno das eleições suplementares, realizada no domingo (8), para o governo do Amazonas não trouxe surpresas, embora tanto o candidato José Ricardo (PT) quanto Rebecca Garcia (PP) alcançaram votações expressivas, sinalizando que novas lideranças emergem pra 2018.

José Ricardo teve 12,17% e Rebecca Garcia 18,06% dos votos válidos.

O fato é que o segundo turno será disputado entre Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB), que tiveram 38.77% e 25,36%, respectivamente.

Mensagem

A mensagem "psicografada" pelo eleitor é de desânimo, algo que se constata na soma dos votos nulos, brancos e a abstenção, ou seja, o percentual dos "insatisfeitos" e que supostamente não queriam nenhum dos candidatos foi de 40,17% dos amazonenses.

Abstenção

O Amazonas tem 2.338.886 eleitores, somente a abstenção foi de 569.501 votos, quase igual ao total dos votos do primeiro colocado, Amazonino Mendes, que obteve 577.397 votos.

Eleição rápida

A eleição suplementar tem um calendário apertado, é uma campanha muito curta, favorecendo nomes já bastante conhecidos do eleitor, no caso, Amazonino Mendes e Eduardo Braga.

Municípios pressionam o governo do Pará por segurança pública no sul e sudeste do estado

Foto - Famep  (www.famep.org.br)


Cobranças

O secretário de segurança pública, Jeannot Jansen, recebeu, no último dia (03), os prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, deputados e diversas lideranças do estado que cobraram do governo estadual soluções para os constantes casos de violência no Pará.

Os representantes dos municípios pedem medidas urgentes

Os prefeitos de Breu Branco, Francisco Garcês; de Tucuruí, Arthur Brito; de Goianésia, Ribamar Nascimento; de Aveiro, Vilson Gonçalves; de Itupiranga, José Milesi; de Pacajá, Chico Tozetti; de Limoeiro do Ajuru, Carlos Silva; a prefeita de Ulianópolis, Neusa Pinheiro, o vice-prefeito de Novo Repartimento, Alexandre Guimarães, os vereadores de Goianésia e Tucuruí, e representantes de Nova Ipixuna, solicitaram medidas urgentes ao Governo do Estado. 

Prefeito de Tucuruí

O prefeito de Tucuruí, Arthur Brito, reforça a necessidade de ações nos municípios. Entre outras demandas cobradas pelos gestores estão o número reduzido de efetivo nos municípios, que não conseguem atender as demandas necessárias, falta de combustível para abastecer as viaturas, ausência de policiais na área rural e a falta da presença massiva da Secretaria de Segurança Pública em todos as regiões do estado.

Assassinatos e zona rual abandonada

A violência atingiu o ponto máximo, inclusive com 3 prefeito sendo assassinados por crimes de pistolagem.

“Nós precisamos reagir. Não aceitamos perder mais nenhum cidadão. Por isso viemos cobrar a apuração rigorosa desses episódios. Estamos solicitando ainda a atuação maciça e ostensiva da Polícia Militar em todo o Estado, incluindo a zona rural que é tão esquecida”, relatou o presidente da Famep, Xarão Leão.

Será criada uma Comissão para ir ao Ministério da Justiça

Na reunião, o presidente da Famep, Xarão Leão, fez uma proposta aos prefeitos e presidentes das associações presentes para que sejam composta uma comissão para solicitar ao ministro da Justiça, Torquato Jardim, atenção maior para os municípios do estado do Pará.

“Vamos fazer uma equipe de prefeitos do estado para que possamos ir até o ministro da Justiça solicitar mais investimento para que o estado seja tratado pelas suas diferenças peculiares. Temos que tratar isso com compromisso. A responsabilidade da segurança pública é do estado, mas precisamos de um melhor estado para se viver”, disse Leão.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Grupo Buriti - Nota de Esclarecimento


Resultado de imagem para nota de esclarecimento


O Grupo Buriti esclarece que não há irregularidades na forma de aplicação dos índices pactuados para correção das parcelas e informa ainda que espontaneamente concedeu a todos os seus clientes do Residencial Cidade Jardim em Parauapebas, um ano sem reajuste das parcelas, sem aplicação da correção monetária e juros compensatórios, e por mais doze meses subsequentes, aplicou apenas o índice de correção monetária, abrindo mão da taxa de juros acordada no contrato.

Por fim, a Buriti reforça seu compromisso com clientes e parceiros de negócios e acrescenta que continua à disposição para renegociação de débitos em atraso e demais esclarecimentos.

Parauapebas: Polícia Federal faz operação para a poderosa VALE

Operação estranha da Polícia Federal para a mineradora VALE

Para justificar operação, a Polícia Federal diz que estrada de ferro, utilizada com exclusividade pela VALE, é de interesse da União




Prisões 

Segundo o site oficial da POLÍCIA FEDERAL, a Operação Extortore foi deflagrada para investigar suposta extorsão à mineradora VALE.  Foram autorizados dois mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão em Parauapebas.

A pobre VALE agradece a colaborativa PF

Os crimes investigados e que estariam vitimando a pobre mineradora VALE são os de extorsão, explosão, perigo de desastre ferroviário, atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública e fabricação de artefato explosivo, cujas penas somadas ultrapassam a 30 anos de reclusão.

Mestres do crime

O estranho, como simples moradores, vivendo quase na miséria, conseguem extorquir a mineradora mais poderosa do mundo.

Esses pobres merecem ser astros de um filme, são uns mestres do crime, como é de supor pela narrativa "hollywoodiana" da nota expedida pela PF e pela extensa lista de crimes supostamente praticados.

Acusações 

As acusações consistem, segundo a PF, alguns indivíduos desparafusavam as bases das torres, deixando-as na iminência de cair. Em seguida, os criminosos entravam em contato com um funcionário da área de segurança da empresa Vale S.A., indicavam as torres que foram atacadas e em seguida exigiam quantias que chegavam a R$ 15 milhões para cessarem os ataques.

Torres

Primeiro, a nota da PF não explica que "torres" são essas, se da mineradora VALE, TELENORTE ou CELPA? Seria tudo da Vale, torres,  ferrovias, rios, as casas, o gado, as cercas? Tudo?

Também não explica, a nota da PF, se a VALE pagou o "resgate" das "suas torres".

Na verdade, tudo está estranho, aliás, muito mais que estranho.

A colaborativa PF

Na mesma nota, a colaborativa PF afirma que teve sua competência atraída ao caso por supostos ataques à Estrada de Ferro Carajás, pois em 19 de outubro de 2016, teria ocorrido a detonação de explosivos, que causaram danos à estrutura da estrada de ferro, o que atraiu o interesse da União.

A grande novidade

A PF trouxe uma novidade, a Vale opera a "estrada de ferro como se fosse particular, segundo exclusivamente seus interesses, nunca perguntou para ninguém  horário e preços que pratica, mas agora a PF se sentiu atraída pela VALE, em nome da UNIÃO.

Uma novidade que deveria ser melhor explicada pela direção da colaborativa PF.

Estrada de ferro, interesse da Vale ou da União


A PF, já que está atraída, em nome da UNIÃO, deveria investigar o Decreto municipal n° 1554/2013, emitido pelo prefeito municipal VALMIR DA INTEGRAL, atingido uma área que "está atraída" pela UNIÃO, pagou a Nova Carajás Construções e Incorporações, uma bagatela de mais de R$ 60 MILHÕES, mas a área estava destinada ao ramal ferroviário S11D, da mineradora VALE, ou seja, atraída pela PF, em nome da União.


Sabe quando isso ocorrerá, nunca! A Vale não tem interesse que isso seja "atraída pela União".


Lençol freático sofreu danos provocados pela estrada de ferro

Outra situação que a colaborativa PF de Marabá poderia investigar, "atraída pela União", são os supostos danos ao lençol freático do município de Parauapebas.

Isso não ocorrerá nunca, pois a VALE não tem interesse.

Licença de captação de água no rio Parauapebas

Percebam, há notícias que a VALE tem licença para captar até 48 mil metros cúbicos ao dia, desse pobre rio Parauapebas, mas nenhum cidadão da cidade e de outros municípios banhados pelo pobre rio jamais participou de qualquer audiência pública, mas isso a PF não tem atração, não se sente atraída pelos "interesses da União".

Não se sente atraída, a Vale agradece

Dias atrás, em Canaã dos Carajás, um agricultor e sua família foram espancados por "capangas" da VALE (aqui), "meliantes" que supostamente seriam empregados de uma empresa de segurança, tipo de empresa que deve ter registro e ser fiscalizada pela colaborativa PF, mas até o momento não se tem notícia de que a PF tenha se sentido "atraída" pelo referido caso.