quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Farra em Canaã dos Carajás beneficia o prefeito Jeová com aumento de quase 50% do seu próprio salário

Câmara aprova aumento do salário do prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade, mas esconde vídeo da sessão


A Câmara esconde a sessão 38pra não mostrar o
aumento do salário do prefeito e secretários


Esconde a sessão de aumento

A Câmara de Canaã dos Carajás não divulgou o vídeo da sua 38sessão, realizada no dia 23 de novembro de 2016, dizem que os vereadores querem esconder da população a farra que beneficia o prefeito JEOVÁ ANDRADE.

É festa de arromba contra os cofres públicos

O Projeto de Lei nº 034/2016 foi aprovado na Câmara municipal de Canaã dos Carajás, o conteúdo não foi divulgado, a Câmara Municipal esconde da população, mas o que se comenta na cidade é que o salário do prefeito saiu de R$ 12.000,00 para R$ 17.900,00.


Resultado de imagem para jeová andrade de canaã
Jeová Andrade terá um super salário em 2017


Não bastasse a farra, a Câmara ainda aumentou o salário do vice prefeito e secretários municipais. 

O meu pirão primeiro

Todos lembram, o prefeito de Canaã dos Carajás bateu o pé e deu apenas 11,27% de reajuste salarial para os servidores púbicos em 2016. 

Com ele é diferente,  no caso do próprio prefeito, dos seus secretários e do seu vice, o erário tem dinheiro sobrando e o percentual é de quase 50% de aumento, de uma tacada só!

Já para a população tudo diminui

Enquanto isso, os postos de saúde da zona rural estão sendo fechados, os médicos demitidos e as horas dos funcionários cortadas.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

NOTA DE PESAR





O Parauapebas Futebol Clube lamenta profundamente o trágico acidente aéreo que vitimou profissionais da Imprensa,  atletas, membros da comissão técnica e diretores da Associação CHAPECOENSE de Futebol e se solidariza com as famílias de todas as vítimas e com o clube neste dia tão triste para o futebol brasileiro e mundial.
Que tenhamos força neste momento difícil e de muita tristeza.

Deus abençoe a todos!

#Somostodoschape#


Robervaldo Vieira de Freitas
Presidente⁠⁠⁠⁠

Trabalhadores estão revoltados com o sindicato METABASE

Acordo e desconto de "taxa extra", parece um jogo de cartas marcadas entre o METABASE e a mineradora VALE 


Os funcionários estão revoltados com o sindicato e a empresa


Sindicalizados não aceitam postura do METABASE que 
quer dinheiro dos funcionários

A fila dobrou o quarteirão 

O clima entre os funcionários da mineradora VALE é de revolta, eles lotaram o sindicato METABASE e não aceitam que os dirigentes descontem dinheiro do seus contra-cheques.

Metabase de joelhos

O METABASE mais uma vez se curvou à VALE e sequer conseguiu recuperar as perdas salariais do período, pior que isso, ainda quer abocanhar 3 parcelas de 2% do salários dos seus sindicalizados, fato que revoltou a categoria.

A VALE não respeita o METABASE




A mineradora nem considera a existência do METABASE, sabe que os dirigentes já estão "viciados", que não tem qualquer capacidade de mobilização.

Assim, a VALE impõe a sua vontade, o resultado é que os empregados ganham de presente um simulacro de "acordo coletivo", onde praticamente saem de mãos abanando e ainda tem que suportar uma "taxa extra" do Metabase, quase um confisco.

A Associação dos Trabalhadores da Mineração do Estado do Pará (ATM)

A ATM lamenta a situação em que o "acordão" VALE e METABASE colocam os empregados da empresa em Carajás e região, a descrença é total, muitos funcionários estão se desfiliando do sindicato.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Parauapebas: Justiça do Trabalho implantará Processo Judicial Eletrônico (PJe)

O TRT8 informa a Instalação do PJe no Fórum Trabalhista de Parauapebas, amanhã, 29 de novembro





No dia 29 de novembro, às 11h, o P​rocesso Judicial Eletrônico (PJe) passa a ser uma realidade no Fórum de Parauapebas, inaugurando uma nova era de atendimento de qualidade ao jurisdicionado​.

A implantação do P​Je é resultado do cumprimento do cronograma regional de expansão do sistema na 8ª Região. O cronograma foi definido pelo Comitê Regional de Implantação do P​Je​,​ em reunião no mês de agosto, sob a presidência da Desembargadora Ida Selene Duarte Sirotheau Corrêa Braga. 

A instalação conclui o cronograma definido para 2016 e faz com que o TRT8 encerre o ano com 83,63% das varas da 8ª Região integradas ao Sistema Processo Judicial Eletrônico - PJe.

Os servidores do Fórum de Parauapebas já estão sendo capacitados para a utilização do sistema, em cursos promovidos pela ECAISS. A capacitação está sendo realizada em três etapas: 1ª Etapa - Capacitação a distância, 2ª Etapa - Capacitação presencial, 3ª Etapa - Treinamento em serviço. Cada Vara Trabalhista contará com o auxílio de um instrutor, que atuará com treinamento em serviço.

Enquanto isso, de acordo com a Portaria Presi nº 1111/2016, no período de 21 a 25 de novembro de 2016 os prazos judiciais das Varas do Trabalho de Parauapebas estiveram suspensos, em caráter excepcional, devido​ à implantação do P​J​e.

Quando assumiu o cargo de prefeita ela desviou recursos, agora está presa preventivamente e foi afastada do cargo de vice

O município está com salários atrasados e vive um verdadeiro colapso administrativo nesse fim de mandato 




Marapanim

Marapanim é um pequeno município do litoral paraense, tem 27.471 habitantes, mas a confusão política com os eleitos em 2012 foi muito grande.

O Ministério Público já tinha pedido o afastamento da prefeita eleita em 2012, Elza Rebelo, em setembro de 2015, por improbidade administrativa.

Naquele momento

A vice-prefeita de Marapanim, Maria Edinaide Silva Teixeira, a Edina, assumiu interinamente a chefia do executivo, em setembro de 2015, sendo que em abril de 2016 ela foi afastada pela Câmara dos Vereadores, também por improbidade administrativa. 

Entra uma e não sai a outra, tudo com liminar do judiciário

Em apenas um dia, Marapanim chegou a ter 3 (três) prefeitas.

O destempero político no município foi tão grande que a prefeita eleita, Elza Rabelo, foi afastada, a vice, EDINA, que tinha assumido o cargo, também foi afastada, sobrando para a presidente da Câmara, Inês Rosa.

Na conta diretamente

Na época, segundo as acusações de agora e a decisão judicial, a então prefeita interina desviava dinheiro público e fazia os saques diretamente da conta da prefeitura,  sem justificativa nem amparo legal, era apropriação na "mão grande" mesmo.

Presa e afastada do cargo

O mandado de prisão preventiva expedido pela justiça em Marapanim foi cumprido contra a EDINAIDE numa mesa de bar, onde a moça se encontrava.

Agora, a saga de Marapanim com suas 3 prefeitas pode ter chegado ao fim, de qualquer modo, é certeza que do dia 31/12/2016 não passa.

domingo, 27 de novembro de 2016

Outro prefeito é afastado do cargo, no Pará


Em Pacajá, o prefeito e mais 7 secretários são afastados e a população recebe um presente de natal

Em Parauapebas, o MP afasta 1700 servidores, mas  os filhos e cônjuges dos vereadores, os responsáveis pelas contratações serão diplomados normalmente



Tunico Doido, prefeito de Pacajá - quem deve é quem paga,
mas a regra tem suas exceções


Pacajá

A cidade de Pacajá tem cerca de 45.596 habitantes, o prefeito "Tunico Doido", cujo nome é ANTONIO MARES PEREIRA, foi afastadao do cargo, a pedido do Ministério Público.

Muitos crimes e outra ilegalidades

Segundo o Ministério Público, o esquema em Pacajá envolvia além do prefeito vários secretários, eles praticavam fraudes em licitação, montagem de processo licitatórios, superfaturamento de material e serviços, pagamentos por serviços não prestados, desviam recursos que eram pra construir escolas, contratavam empresas de fachadas de servidores públicos ligados ao prefeito, desviaram dinheiro da saúde, destruíam provas dos seus crimes.

São vários crimes cometidos, como peculato, fraude à execução e outros

Ameaças

O esquema criminoso ainda tinha a ousadia de ameaçar o juiz e o promotor da cidade.

Afastados do cargo

Lá em Pacajá, diferente de Parauapebas, não foram os servidores temporários que tiveram que ser afastados, ou seja, pagaram a conta, naquela cidade os afastados dos cargos são os responsáveis pelas ilegalidades. Primeiramente, sua excelência, o prefeito Antônio Mares Pereira. Depois dele, seus secretários, no total de 7 (sete) e mais o seu chefe de gabinete.

Em Pacajá sobrou pra quem devia, em Parauapebas é diferente, quem paga a conta é quem não tem

Lá em Pacajá o Ministério Público pensa e age diferente do que o mesmo Ministério Público em Parauapebas, na bilionária capital do minério sobrou unicamente foi para os servidores municípais, não para os servidores parentes do prefeito e dos vereadores, esses continuam intocáveis, mas para os servidores mais pobres.

Também, quem manda Pacajá escolher um prefeito com o nome de "Tunico Doido".

sábado, 26 de novembro de 2016

FIDEL CASTRO

"¿Para qué sirve entonces la civilización? ¿Para qué sirve la conciencia del hombre? ¿Para qué sirven las Naciones Unidas? ¿Para qué sirve el mundo?"




Trecho do discurso de Fidel Castro na ONU em 1979


"¿Por qué unos pueblos han de andar descalzos para que otros viajen en lujosos automóviles? ¿Por qué unos han de vivir 35 años para que otros vivan 70? ¿Por qué unos han de ser míseramente pobres para que otros sean exageradamente ricos?

Hablo en nombre de los niños que en el mundo no tienen un pedazo de pan; hablo en nombre de los enfermos que no tienen medicinas; hablo en nombre de aquellos a los que se les ha negado el derecho a la vida y la dignidad humana.

Unos países tienen mar, otros no; unos tienen recursos energéticos, otros no; unos poseen tierras abundantes para producir alimentos, otros no; unos tan saturados de máquinas y fábricas están, que ni respirar se puede el aire de sus atmósferas envenenadas, otros no poseen más que sus escuálidos brazos para ganarse el pan.

Unos países poseen, en fin, abundantes recursos, otros no poseen nada. 

¿Cuál es el destino de estos? ¿Morirse de hambre? ¿Ser eternamente pobres? 

¿Para qué sirve entonces la civilización? ¿Para qué sirve la conciencia del hombre? ¿Para qué sirven las Naciones Unidas? ¿Para qué sirve el mundo? 

No se puede hablar de paz en nombre de las decenas de millones de seres humanos que mueren cada año de hambre o enfermedades curables en todo el mundo. No se puede hablar de paz en nombre de 900 millones de analfabetos.

¡La explotación de los países pobres por los países ricos debe cesar!"

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Segundo a PF, prefeito de OURILÂNDIA, membro do partido dos pastores evangélicos (PSC), chefia uma organização criminosa

Prefeito Maguila (PSC), ligado ao vice governador Zequinha Marinho, é suspeito de chefiar organização criminosa que pode ter desviado mais de R$ 3 MILHÕES de recursos da saúde em Ourilândia


Imagens: www.diarioonline.com.br

Ourilândia não tem GAMP e nunca teve BEM VIVER

A Polícia Federal deflagrou ontem (24/11) a Operação Puma, que investiga esquema de desvio de verba pública na área da saúde no Município de Ourilândia do Norte/PA.

Ao que parece em Ourilândia não tem GAMP e nunca teve BEM VIVER, como em Parauapebas, os supostos valores desviados em OURILÂNDIA é algo bem módico perto das suspeitas que rondam a saúde em Parauapebas, não é de hoje.

Qualquer centavo "roubado" de uma área tão vital pra sociedade é algo muito mais que reprovável, o fato é que parece que em Ourilândia os "cristãos" pagam pelos seus pecados.

Prefeito é um típico político do partido dos pastores evangélicos (PSC)


Zequinha Marinho e Maguila - cristãos do PSC

A prefeitura de Ourilândia é comandada pelo PSC - Partido Social Cristão, o partido dos pastores evangélicos, isso mesmo, o partido usa o nome de Cristo, mas o nome do prefeito é Maurílio Gomes da Cunha, o Maguila.

Tentou a reeleição e teve candidatura aprovada pela justiça eleitoral

O indivíduo, o "cristão do PSC", ainda tentou a reeleição, teve 43,39% dos votos, ficou em segundo lugar, isso com apoio dos pastores e dos "cristãos do PSC".

Acredite, ele já foi afastado várias vezes do cargo de prefeito, responde uma dezena de ações de improbidade, já tinha sido acusado anteriormente de desviar R$ 17,4 MILHÕES da saúde e da educação, ao que parece recursos da saúde e da educação são os seus alvos preferidos.

Não ocorreu em Ourilândia, vá entender

Verdade, lá em Ourilândia não se fechou posto de saúde e nem atrasou pagamentos de funcionários e servidores, como ocorre em Parauapebas, mas lá o prefeito teve seu bens bloqueados e pode ir para o xilindró a qualquer momento, mesmo assim o "cristão" ainda pode ter desviado mais de R$ 3 milhões, que somados a outros R$ 17 MILHÕES, já teríamos mais de R$ 20 MILHÕES.

Ourilândia

As investigações em Ourilândia identificaram a existência de uma organização criminosa na Prefeitura, foram mobilizados 40 policiais federais e cumpridos 5 mandados de condução coercitiva, 9 mandados de busca e apreensão, como envolve um prefeito e recursos federais, a OPERAÇÃO PUMA foi autorizada pelo Tribunal Federal da 1a. Região, com sede em Brasília/DF.

O prefeito teve os bens bloqueados

O prefeito do município teve pedido de bloqueio de bens e contas bancárias, inclusive de imóveis rurais que seriam da sua propriedade, mas que estariam registrados em nomes de terceiros.

Começou em 2013 

As investigações começaram em 2013, decorrente de relatório elaborado pela Controladoria Geral da União – CGU. 

A CGU encontrou inúmeras irregularidades em dezenas de licitações realizadas pelo referido município, tais: cotações de preços simuladas; falsificação de documentos; direcionamento de licitações para empresas vinculadas ao Secretário da Saúde do município.

Crimes

As investigações apontam para a prática das seguintes infrações penais: crime de responsabilidade do prefeito, em coautoria com o Secretário de Saúde; frustração do caráter competitivo da licitação e organização criminosa. 

Mais uma cidade do Pará tem seu prefeito afastado

Resultado de imagem para sérgio murilo dos santos muaná
Sergio Murilo dos Santos Guimarães,
o popular Murilo do Povo, flagrado em crime eleitoral

Muaná

Muaná é um município paraense, localizado na Ilha de Marajó, tem cerca de 38.616 habitantes, é conhecida como a terra do camarão.

A Promotoria de Justiça pediu a cassação de diploma do prefeito municipal Sérgio Murilo dos Santos, a Justiça acatou e ainda concedeu uma liminar para o seu afastamento do cargo.

AIJE

Tudo decorrente de uma Ação de Investigação judicial Eleitoral (AIJE), ajuizada contra o prefeito, vice-prefeito e secretária de assistência e promoção social, por pratica de crime eleitoral. 

Cesta básicas

Eles distribuíam cestas básicas em plena campanha eleitoral, sem cobertura de qualquer autorização legal, foram flagrados pela promotora de Justiça e equipe do Ministério Público, em conjunto com o juiz eleitoral.

Todos foram afastados

Foi decretado liminarmente o afastamento do candidato a prefeito Sérgio Murilo dos Santos Guimarães, do candidato a Vice-Prefeito Eder Azevedo Magalhães e da Secretária de Assistência e Promoção Social, Kewin Katy Pyles.

Diplomação impedida

Os fatos constituem violação à lei eleitoral e o prefeito e seu vice estão impedidos de serem diplomados. 

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

O Ministério Público pede o afastamento de mais um prefeito que não paga salário de servidor

Resultado de imagem para hélio brito quatipuru
Hélio Brito perdeu a eleição e agora
 pode ser afastado do cargo

Quatipuru não é Parauapebas

Quatipuru é um município paraense que tem apenas 13.142 habitantes, lá não tem royalties e nem Vale, o prefeito municipal esvaziou os cofres e agora não tem dinheiro para pagar os salários dos servidores públicos. Quer aplicar um calote, mas corre risco de ser afastado a qualquer momento.

O prefeito é do PSD, tentou a reeleição, perdeu.

O Ministério Público pede liminar pra afastar

O Ministério Público do Estado do Pará não contou conversa, por seu promotor de Justiça Nadilson Portilho Gomes, ingressou nessa quarta-feira (23) com Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa com Pedidos de Tutela e de Cautelares contra o prefeito municipal, Helio Warley Fernandes de Brito e o secretário municipal de educação, Edson Cleiton Fernandes de Oliveira.

Atrasa como perseguição

Segundo o Ministério Público o prefeito atrasa as datas de pagamentos dos servidores como mecanismo de humilhação, perseguição e punição. 

Contrata temporário sem necessidade e com fins eleitorais

Segundo o MP há indícios que as contratações de pessoal temporário é sem necessidade e com fins eleitorais, com intuito de ajudar na tentativa de reeleição do prefeito.

Teve caso de servidores  demitidos e admitidos em período eleitoral, o que é vedado expressamente pela lei.

Reclamou, tipo: "prefeito paga eu"

Ainda, quem ousasse reclamar da falta de pagamento, atraso e descontos indevidos, era perseguido pelo prefeito e pelo secretario municipal, que passavam a lançar faltas ao trabalho dos servidores para possibilitar descontos e, em consequência, diminuição de seus salários numa forma de punição ilegal. Pelo menos cinco servidores chegaram a denunciar esse tipo de situação.

Condenação e afastamento imediato

O Ministério Público requereu as condenações do prefeito Helio de Brito e do secretário Edson Oliveira, com a reparação integral dos danos causados, os afastamentos provisórios dos cargos dos réus, até final o final do mandato do prefeito municipal em dezembro do ano corrente.

O MP também quer que os réus devolvam, cada um, cerca de R$ 400 mil aos cofres públicos.

Lá em QUATIPURU é assim!

Leia mais AQUI no www.mppa.mp.br

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

PARAUBEBAS: Projeto idealizado pelo MPPA oferece oportunidade para jovens participarem de tutoria


Marcos Neves, procurador-geral de Justiça do MPPA
e Paulo Horta, Diretor de Operações Ferrosos Norte da Vale


Um projeto idealizado pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Ministério Público do Trabalho (MPT-PA), Vale, Secretaria de Educação do Estado (Seduc) e Prefeitura de Parauapebas vai oferecer uma oportunidade remunerada aos jovens de Parauapebas com idade a partir de 14 anos, que estejam cursando regularmente o 1º ou 2º ano do ensino médio e que tenham um bom desempenho escolar. Estes jovens poderão ser contratados para prestar tutoria a estudantes do ensino fundamental da rede municipal que cursem a 7ª, 8ª ou 9ª série e que apresentem dificuldade com as disciplinas de Português e Matemática.

O projeto denominado “Tutoria” visa melhorar o rendimento e o aprendizado dos alunos que participarem do mesmo, estimulando ainda o protagonismo juvenil desses jovens. A iniciativa é resultado de um Termo de Cooperação Técnica assinado nesta terça-feira (22) em Parauapebas.

O procurador-geral de Justiça do MPPA, Marcos Neves, destacou que “o Ministério Público do Estado atua como agente transformador da realidade social ao participar ativamente da mudança da realidade social seja dentro da escola ou em qualquer outra área da sociedade civil. Também é gratificante saber que empresas, como a Vale em especial, colaboram com a gente abraçando projetos dessa magnitude”.

A Vale, empresa parceira do projeto, foi representada pelo diretor de operações ferrosos Norte, Paulo Horta, que informou que a participação de empresa no desenvolvimento sócio econômico dos municípios onde ela está presente é um fato. “Isso está na nossa visão, na nossa responsabilidade como empresa. É uma satisfação muito grande participar, junto com o Ministério Público do Estado, desse novo convênio que visa principalmente dar chance aos jovens de se desenvolverem. É um projeto que começa pequeno mas tem uma capacidade muito grande de se multiplicar. Eu tenho certeza que será um enorme sucesso aqui em nossa região”, reforçou o diretor.


Cláudia Hage, secretária de estado de educação

O projeto conta ainda com a parceria da Secretaria de Educação do Estado (Seduc). A secretária de Estado de Educação, Ana Claudia Hage, não pôde comparecer à cerimônia de assinatura em Parauapebas e formalizou a parceria em seu gabinete, em Belém. "Esta é uma ferramenta pedagógica integrada entre o Ministério Público, Ministério do Trabalho, o Governo do Estado - através da Seduc - Prefeitura Municipal de Parauapebas e iniciativa privada para formar um aluno cidadão e que seja multiplicador desta mensagem de cidadania. Desta forma o aluno conhecerá de que forma o Ministério Público atua para levar melhorias à Escola e comunidade escolar assim como para toda a sociedade", disse.




Hidealdo Machado, procurador-chefe do MPT-PA


O procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho do Pará, Hideraldo Machado, também formalizou a parceria em seu gabinete na capital e reforçou: “considero revolucionária a iniciativa, me orgulha muito comandar o MPT e, como gestor, subscrever esse termo de cooperação técnica que tem o poder de transformar pela educação tutores e tutelados. É uma via de mão dupla, você aprende ensinado e ao ser ensinado”, procurador-chefe do MPT PA/AP.

O convênio tem ainda a parceria do município de Paraupebas por meio da Secretaria Municipal de Educação. Para a secretária Leila Lobato “é um ganho muito significativo para a comunidade educacional. O Ministério Público do Estado está de Parabéns pela iniciativa. A Vale, que atua nesse projeto na questão financeira, também tem um papel fundamental enquanto empresa. Já a secretaria de educação poderá oferecer aos alunos um projeto que visa reforçar a aprendizagem. Então, acredito que é um ganho para a comunidade educacional e para a população”, disse.




Sobre o projeto

Por meio do projeto Tutoria, os alunos do ensino médio serão selecionados e capacitados para tornarem-se tutores, ou seja, desenvolverão atividades de reforço escolar em seu contraturno de estudo para os educandos do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano.

O projeto é coordenado pelo Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude do MPPA, por meio da promotora Mônica Freire, que explicou que "o projeto Tutoria contribuirá para a formação intelectual dos jovens envolvidos, de modo a aproveitar o conhecimento desse jovem e oportunizar um reforço escolar individualizado a estudantes com dificuldade no aprendizado nas disciplinas de Português e Matemática".


Mônica Freire, coordenadora do CAO Infância do MPPA


A tutoria não será imposta aos alunos, pelo contrário, será facultado aos discentes com o melhor desempenho nas disciplinas de Português e Matemática a atribuição de tutor. Ao aceitar, o aluno-tutor será contratado como aprendiz da Vale, empresa apoiadora do projeto, recebendo não só uma remuneração mas os demais direitos referentes a aprendizagem.

Os alunos-tutores também receberão capacitação de profissionais do Ministério Público do Estado sobre temáticas variadas como cidadania, direitos e garantias fundamentais, importância do controle social e importância do conselho escolar a fim de estimular os mesmos a participarem de reuniões e atividades do conselho escolar da escola onde estudam.

As secretarias de Educação do Estado e Município destacarão os professores que irão fazer o acompanhamento desses estudantes e também informando quais os alunos com as melhores médias.

Ao final da tutoria, tanto os tutores quanto os alunos que participaram do reforço escolar terão seu desempenho avaliados para observar a evolução do mesmo durante a participação no projeto.




Também estiveram presentes na cerimônia de assinatura do projeto os promotores Crystina Michiko (Canaã), Jeanne Oliveira (Parauapebas) e Hélio Rubens Pereira (Parauapebas); a procuradora do Ministério Público do Trabalho, Laura Fernandes; o chefe de gabinete da prefeitura, Wanterlor Bandeira; e a gerente de educação da Vale, Magda Damasceno.

Texto: Mônica Maia
Fotos: Mônica Maia, Assessoria Seduc, Assessoria MPT-PA

Tucuruí: Prefeitura tem R$ 40 milhões bloqueados para pagar servidores, numa ação do Ministério Público

Resultado de imagem para prefeito de tucurui sancler
Sancler - prefeito de Tucuruí

Bloqueio de R$ 40 milhões

O juiz da comarca de Tucuruí/PA determinou o bloqueio de cerca de R$ 40 milhões da Prefeitura Municipal, na última segunda-feira (21), o objetivo da decisão judicial é proteger os servidores públicos, garantindo o pagamento dos seus salários.

Ministério Público atende clamor dos servidores

O Ministério Público Estadual (MPPA), a partir de representação do Sindicato dos Servidores Municipais de Tucuruí (Sismut), ingressou com o pedido de bloqueio dos valores, diante do quadro da falta de controle interno, comprometendo não apenas o sustento das famílias dos servidores, mas a própria prestação de serviços essenciais pra população local.

Busca e apreensão diante da suspeita de crime eleitoral

O MPPA apreendeu documentos e computadores do departamento de recursos humanos da prefeitura. A promotora Adriana Passos comandou a operação com o objetivo de verificar as denúncias de que funcionários teriam sido demitidos no período vedado pela Justiça Eleitoral e também se houve pagamento dos direitos rescisórios de quem foi demitido legalmente.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Presente do TEMER/PSDB/DEM para os funcionários do Banco do Brasil e da Caixa - demissões, privataria tucana e desemprego


Resultado de imagem para agência que será fechada


A Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil

A Caixa foi fundada pelo Imperador D. Pedro II, no dia 12 de janeiro de 1861, com a edição do Decreto nº 2.723, são mais de 150 anos.

O Banco do Brasil é ainda mais antigo, foi fundado por D.João VI, em 12 de outubro de 1808, tem mais de 200 anos.

A Caixa e o Banco do Brasil sobreviveram até aos imbecis de farda da ditadura militar, mas parece que não conseguirá atravessar ao desgoverno do asqueroso Michel Temer, um velho que ao lado de sua jovem esposa afigura-se a decrepitude em pessoa.

Desemprego e a canalhice de sempre 

A conversa é a mesma de sempre, vão "reestruturar", "modernizar", tornar "eficiente", mas no fundo você sabe não é isso e que nunca tiveram esse objetivo. O projeto é destruir.

O que eles querem é fazer com o país o que Fernando Henrique Cardoso começou e não terminou, o maior crime e o maiores casos de corrupção do mundo, com privatizações que vendem algo por R$ 3 bi quando tem preço de R$ 100 bi, caso da mineradora Vale.

Esse tipo de marginal é parceiro dos vigaristas de togas, como se percebe na chamada  Lava Jato, uma operação contra o país e contra os brasileiros, premiada e festejada pelos donos da Rede Globo.

As demissões nos 2 bancos

O número de desempregados nos 2 bancos passará de 40 mil pessoas, empregos diretos, o impacto será ainda maior, ao fim o dono do Banco Itaú, um dos financiadores do GOLPE, agradecerá e o país padecerá.

Enquanto isso, Temer, o decrépito, passeia com a Marcela e o Michelzinho

Veja as agências que serão fechadas do BB 


Lista de agências do BB que serão fechadas. (Foto: Banco do Brasil)

Ministério Público pede afastamento de prefeita de Primavera, por crime eleitoral

Prefeita do corrupto PSDB pode ser afastada, por usar contratos temporários com fins eleitorais


MP pede afastamento da prefeita de Primavera (Foto: Divulgação/Prefeitura)
Prefeita recebendo Jatene, ela violou a lei eleitoral
 e pode ser afastada do cargo

Foto: DOL

Leia no MP - www.mppa.mp.br - clique AQUI

PRIMAVERA: MPPA entra com ação para afastamento de prefeita e secretários por distrato de servidores


O Ministério Público do Estado do Pará, através do seu promotor de Justiça Nadilson Portilho Gomes, ingressou na quinta-feira (17), com Ação Civil Pública com o Pedido de Tutela de Urgência contra o Município de Primavera, representado pela prefeita municipal Cleuma Maria Bezerra de Oliveira, por exoneração de servidores temporários em período vedado, o que afronta à Lei das Eleições (Lei nº. 9.504/1997) e configura improbidade administrativa.

Os fatos foram denunciados na Promotoria de Justiça por Francisco Rodrigues Neto, Charles Luís dos Santos Pristes, Rosivaldo Silva dos Santos, José Raul Silva Braga, Antônio Azevedo, Divino Muniz Moreira e Claudio Ramos da Silva, os quais foram dispensados após o resultado das eleições municipais, em outubro de 2016, por meio do secretário municipal de obras Ivan de Jesus de Oliveira.

"O Executivo Municipal estava ciente da impossibilidade de distratar os temporários, após o Ministério Público ter expedido Recomendação para que fosse cumprida a Lei das Eleições, em seu art. 73, V, abstendo-se, entre outras coisas, de demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens, ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, ex oficio, remover, transferir ou exonerar servidor público, na circunscrição do pleito, sob pena de nulidade de pleno direito", afirmou o promotor de Justiça Nadilson Gomes.

"Apesar do recebimento da Recomendação, os servidores municipais temporários em discussão foram distratados. A ação civil ressalta que os servidores nunca trabalharam como terceirizados e cumpriram a jornada de trabalho normal como quaisquer outros servidores, não sendo diaristas. Mesmo não sendo-lhes dado contracheques e firmado contrato de trabalho escrito", argumentou Gomes na ação.


segunda-feira, 21 de novembro de 2016

"Juiz que recebe acima do teto é corrupto!" - A Constituição e a Lei não valem nada pra eles

Veja os super salários de  Sérgio Moro e do procurador "power point" - CLIQUE AQUI.





Roubo na Petrobras é fichinha

O roubo na Petrobrás é fichinha, o rombo deles, das EXCELÊNCIAS de togas, pode ser maior que a privataria tucana, maior que qualquer caso de corrupção que o país já tenha visto, são mais de R$ 10 bilhões ao ano DESVIADOS na forma de super salários.

As informações (aqui) são que 3 de cada 4 juízes brasileiros receberam remunerações acima do teto constitucional, os chamados super salários, uma forma asquerosa deles engordarem seus rendimentos, tirando dinheiro da educação, da saúde e da segurança pública.

Eles ganham absurdos de R$ 33.763, mas acham pouco

Dos 13.790 magistrados da Justiça comum brasileira, 10.765 juízes, desembargadores e ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) tiveram vencimentos maiores do que os R$ 33.763 pagos aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Eles aumentam, "roubam" e julgam a si

Para escapar do teto constitucional, tribunais pagam aos magistrados “indenizações”, “vantagens” e “gratificações”, em decisões respaldadas pelo próprio Judiciário e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 

99% deles recebem acima 

Nos tribunais de Justiça de Distrito Federal, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, sediado em Recife (PE), mais de 99% dos magistrados recebem vencimentos acima do teto do funcionalismo.

Ilegalidade patente

Pra saber que isso é ILEGAL, que no mínimo é improbidade administrativa, não precisa fazer qualquer faculdade, nem cursar direito, muito menos ser juiz, basta saber LER.

Imoral

Pra saber que isso é imoral e nojento, nem saber LER precisa, basta ter respeito pelo seu país, pelo seu povo e principalmente pelos pobres do nosso BRASIL, que sustentam suas famílias com R$ 880,00 por mês. 

Eles não respeitam

Algo que já está mais que evidente, esses juízes não tem, seus pais não lhes ensinaram e muito menos nas escolas e faculdades que frequentaram aprenderam a ter RESPEITO pelo povo, pelo país e pelas LEIS. 

É essa gente que o país tem como julgadores, por isso que eles recebem prêmios das mãos dos donos da Rede Globo.

Uma pena

A iniciativa do senado de criar a comissão pra investigar o ROMBO DAS EXCELÊNCIAS deve ser apoiada, mas é uma pena que venha nesse momento e que será utilizada pra negociarem um "acordão" entre os sujos e os imundos.

Ao fim, eles se perdoarão, igual o juiz de Curitiba gosta de perdoar doleiro.

Presidente da OAB faz jogo de cena ao não pedir a prisão de Sérgio Moro e de outros juízes fora da lei

Presidente da OAB já devia ter pedido a prisão de Moro
e demais juízes fora da lei, assim
como o afastamento dos membros da casta
 que recebem super salários

Presidente da OAB faz de conta
Enquanto o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, é omisso diante das graves violações que sofrem os advogados, fazendo de conta e agindo de forma protocolar contra os juízes fora da lei, a advocacia também vem sendo criminalizada pelas milícias estatais, que agora, gravemente, passam a ser chefiadas por vigaristas de toga.
Deixou o monstro crescer, pode ser tarde
A OAB apoiou o golpe, como se fosse um partido político de direita, chefiada por um fascista, agora a principal vítima da postura do presidente da OAB é o próprio advogado. 
Há muito tempo
O fascismo judicial e midiático já tomou de conta do país.
A OAB está sendo violada todos os dias e a todo instante, seu presidente atual nunca teve estatura pra conduzir a instituição, muito menos nesse momento atual de crise que vive o país.
Advogados
Os os advogados tomam uma atitude radical, afastando o presidente da OAB  nacional ou pode fechar a ORDEM.
Espancados pela PM e grampeado por vigaristas de toga
Você, advogado, além de grampeado por marginais de toga, espancado na rua por PM's, passará a ser preso em processos viciados e fraudulentos como já ocorre e é comum na criminosa LAVA JATO. 

A nota da OAB sobre o caso envolvendo Garotinho e seu advogado:
Nota do Conselho Federal e do Colégio de Presidentes de Secionais da OAB sobre vazamento de conversa entre advogado e cliente em programa de TV de ontem, dia 20.
O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e o Colégio de Presidentes de Seccionais da OAB, ao tempo em que reiteram seu mais veemente apoio ao combate à corrupção - em qualquer esfera em que se dê, envolvendo quem quer que seja -, volta a repudiar práticas ilegais que, em seu nome, têm sido efetuadas.
Não se combate um crime com outro crime, sob pena de se desmoralizar a própria investigação – e a lei.
Por essa razão, repudiamos o inconstitucional vazamento das conversas entre o advogado Jonas Lopes de Carvalho Neto e seu cliente, Antony Garotinho, que acaba de ser denunciado pela mídia.
A OAB exige apuração imediata desse grave delito e punição exemplar de seus autores. Admitir agressão ao direito de defesa, não importa o pretexto, indica retrocesso aos tempos mais sombrios da ditadura militar, quando garantias fundamentais dos cidadãos eram frequentemente violadas. A sociedade brasileira lutou contra isso, triunfando sobre a exceção.
A advocacia não aceita que, na vigência do Estado democrático de Direito, se produza tamanha ignominia e, cientes do papel que nos cabe na defesa da lei e da democracia, afirmamos que adotaremos as medidas cabíveis para que sejam punidos os autores da ofensa a cidadania e a democracia. Não admitimos o princípio de que os fins justificam os meios. 
A democracia é o regime da lei – e fora dela, não há salvação.

Ministério Público pede afastamento de prefeito por suprimir parcelas e pagar em atraso salários de servidores

CONCÓRDIA DO PARÁ: MP requer afastamento do prefeito por supressão irregular de valores dos salários





O Ministério Público do Estado, Pará por meio da promotora de Justiça titular de Concórdia do Pará, Tatiana Ferreira Granhen, ajuizou ação civil pública com pedido de tutela de urgência, para afastar o prefeito municipal do cargo e efetuar o imediato pagamento de todas as gratificações, vantagens e adicionais retirados indevidamente dos salários dos servidores públicos.

Requer também a Promotoria que seja restaurado o salário base dos servidores da educação referentes ao mês de setembro deste ano e que se restitua a diferença salarial descontada em outubro e que seja efetuado em dia, o pagamento dos servidores púbicos municipais.

Na ação civil, ao pedir o afastamento liminar do prefeito do município de Concórdia do Pará, Antônio Nascimento Guimarães, a promotora de Justiça Tatiana Granhen constatou que o atual prefeito vem perseguindo servidores e gerindo pessimamente a administração do município, além de que a permanência do prefeito no cargo poderá prejudicar a instrução processual.

Com habeas corpus "ctrl + C e Ctrl + V" os empresários do mensalão de Parauapebas foram soltos

Veja as imagens da indecência e da falta de caráter, a propina virou empréstimo


  video video



Jeito estranho de emprestar dinheiro

Que tipo de gente filma os "empréstimos"? 

Já pensou, você nem pede, o cara pergunta se você quer, claro, R$ 10 mil, todo mundo quer, mas o rapaz tá filmando sem você saber e sem ao menos sonhar que é empréstimo.

Será que as imagens eram pra depois lembrar aos pobres vereadores que eles contraíram as dívidas e que jamais poderiam esquecer?

Propina clara como a luz do sol

Ou será que era propina mesmo, crime, e as imagens foram usadas pra chantagear e extorquir suas vítimas, os pobres vereadores! 

O desembargador foi  rápido no teclado, contrariando a decisão do juiz da Comarca, bastou um "Ctrl + C e Ctrl + V" e eles estão soltos - os mensaleiros de Parauapebas


Incrível - a situação dos presos totalmente diferente e
a liminar tem sua parte decisória idêntica


Desembargador rápido no teclado e "Ctrl + C Ctrl + V" - pronto, eles estão soltos

Foi uma liminar, isso mesmo, o desembargador não quis nem esperar o mérito, haja convicção .

O desembargador atropela e nem leva em consideração as alegações do juiz local pra manter os prisioneiros na cadeia. 

Até o foragido ganhou habeas corpus

Embora um dos presos tenha sido considerado foragido, o indivíduo que realizava as indecentes gravações, também foi solto.

As provas, agora correm o risco de serem destruídas, mas isso não importa para o desembargador do TJPA, que alega não ver problema na libertação dos acusados.

Eram prisioneiros, eram, pois agora são livres

Os empresários eram prisioneiros, agora estão soltos, dizem que não foi propina o que as indecentes imagem comprova, tudo não passou de um mal entendido, era empréstimo.

Você quer dinheiro, mas é emprestado

O cidadão nada entendeu, nem o Ministério Público e nem o Juiz de Parauapebas, mas o desembargador, lá de Belém, esse entendeu tudo foi rapidinho.


Segundo o tio e o sobrinho,
não era corrupção e nem propina


Rindo à toa

Os empresários do mensalão de Parauapebas estão soltos, rindo da população e zombando dos cidadãos - o habeas corpus foi tipo "ctrl +c" e "ctrl + v", todos estão rindo.

Ele acredita mesmo

A versão dos empresários é a mais pura anedota, segundo o tio e o sobrinho, eles não estavam pagando propina, era só um empréstimo mensal, todo mês, R$ 10 mil para cada vereador, além de aluguel de máquinas.

Veja que eles dizem que é empréstimo



Empresário e empréstimo, tudo a ver, é que eles também tem um banco - BANCO RIBEIRO - mas ainda não levaram ao conhecimento do Banco Central e nem abriram sua agência em Parauapebas pra você também pedir um empréstimo.

O desembargador ver indícios de autoria e materialidade, mas soltou 

Segundo diz o desembargador, no seu relatório, há indícios de materialidade e autoria.

Os advogados negam, numa defesa onde fazem o que podem, afirmam que era empréstimo e que também os vereadores não eram funcionários públicos, pois ainda não tinham assumidos os seus cargos, logo não há que falar em corrupção, como se fosse preciso.

Sem razão

Os vídeos são mais que indícios, não se trata de convicção é prova mesmo, as imagens são de antes e depois dos vereadores assumirem os cargos, embora isso seja irrelevante pra tipificação da corrupção.

Assim como foi pra conceder o Habeas Corpus siamês, espera-se que esse processo não passe 20 anos nas gavetas das autoridades locais, como tem sido a regra.