quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Diante de Aécio, Requião lembra Tancredo e diz canalha, canalha!

O cinegrafista do senado, por alguma razão, focou em AÉCIO NEVES e em ANASTASIA, que ao lado de Zezé Perrela, dono de um helicóptero apreendido com 450 Kg de cocaína, formam a bancada de Minas Gerais







Texto integral do Kiko Nogueira

Com a contundência que lhe é peculiar, Roberto Requião foi direto ao coração da besta em seu último pronunciamento no julgamento do impeachment.
Não pretendo, nesta sessão, moderar a linguagem ou asfixiar o que penso. Não vou reprimir a indignação que me consome. ‘Canalha! Canalha! Canalha!”, falou.
Requião não se dirigiu nominalmente a ninguém, mas não precisou. No plenário, Aécio Neves, ao lado de Antonio Anastasia, sabia que era para ele. O câmera da TV Senado também. Teve a gentileza de focalizar Aécio mais adiante no discurso, escarrapachado na poltrona, visivelmente desconfortável.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

A coragem de Dilma aniquilou os torturadores de hoje

ANIQUILOU OS TORTURADORES DE HOJE

Para onde vão os ustras, os moros e os canalhas?

Parauapebas: Começou a propaganda na TV, conheça os "clichês"




Renovado, melhor ainda, no blog no BLOG DO BRANCO (clique aqui) você encontra uma excelente análise dos "clichês" utilizados na campanha eleitoral em Parauapebas, confira.


Darci (PMDB)


Segundo a última pesquisa divulgada, DARCI tem uma boa dianteira sobre seus adversários, considerando a margem de erro a seu favor, o candidato do PMDB pode ter ultrapassado os 50% dos votos válidos.

A estratégia da campanha do Darci na TV será manter esse percentual, embora o candidato seja o alvo preferido dos adversários, parece que os ataques não colam, pelo contrário, Darci aumentou sua vantagem nas pesquisas.


Catalão (DEM)




O candidato do DEM surpreende ao assumir o segundo lugar nas pesquisas, ainda não está claro se atingiu o teto ou se pode crescer ainda mais. 

O dilema do candidato é duplo, tem que olhar pra cima e pra baixo, ao mesmo tempo que tem de se preocupar com  a disparada de Darci tem que cuidar  do Valmir no seu encalço. 

Por outro foco, Catalão não tem nada a perder, é jovem e pode pensar já em 2020, tranquilamente.

Entre os 3 principais candidatos é de fato o único que só tem a ganhar com a propaganda na TV.


Valmir (PSD)




O prefeito Valmir Mariano tem desafios maiores, tenta a reeleição.

A campanha e o governo tiveram problemas sérios de comunicação, mesmo assim, hoje, tem uma avaliação da sua administração de fazer inveja a muitos outros prefeitos, 33,5% dos eleitores aprovam Valmir Mariano. Apenas para comparação, Zenaldo Coutinho (PSDB), em Belém, tem 73% de desaprovação, Salame, em Marabá, beira os 80% de rejeição.

Valmir Mariano (PSD) ainda não conseguiu colocar sua candidatura no patamar correspondente, ou seja, embora tenha 33,5% de aprovação, na mesma pesquisa ele tem apenas 16,2% das intenções de votos.

O candidato Valmir tem um potencial de crescimento, mas ao focar em DARCI e de forma errônea, divide seus 33,5% de aprovação com Marcelo Catalão. 

Ao apostar na TV para tentar o reconhecimento dos eleitores que aprovam sua administração, a campanha de Valmir Mariano pode ter ajudado ainda mais seu principal adversário, o Catalão.


Dr. Hipólito Reis (PRTB)




Na verdade, Dr. Hipólito é a única novidade dessa campanha, os demais são calejados, essa candidatura, de todas, é que poderá ser mais beneficiada com a propaganda televisiva.

Trata-se de um excelente nome, embora ainda desconhecido da maior parte dos eleitores, com o programa de TV tende a alcançar uma boa votação, já seria um grande feito e o colocaria de vez como um nome forte da política local.

Dr. Hipólito conseguiu o apoio do PSOL, com o PRTB terá um pequeno tempo de TV, a correta utilização desse espaço será fundamental, o certo da campanha é apostar pra frente, ser propositiva, sem deixar de fazer o uso do personagem "Zé Peba".


Chico das Cortinas (PPS)




Chico das Cortinas tenta pela enésima vez retornar a prefeitura, enfrenta problemas sérios com o registro de sua candidatura, a justiça eleitoral constatou uma inelegibilidade, a incerteza sobre o registro pode prejudicar e muito as pretensões do ex-prefeito.

______________________

Postagem republicada com alterações

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

DILMA - com a dignidade da MULHER brasileira, reduz AÉCIO a "pó"



Dilma tirou tudo do AÉCIO NEVES, tirou o nome e o sobrenome, virou simplesmente o "candidato derrotado", pode ser dito, sem qualquer exagero, que DILMA reduziu o rapaz a "pó".

Discurso de DILMA reduziu os ratos do Congresso e os ratos de togas ao que são: RATOS

A charge retrata DILMA diante dos parasitas da democracia brasileira - os RATOS

Parauapebas terá propaganda na TV, a partir desta segunda (29)



TRE-PA manda ter propaganda

Desde a última sexta-feira (26), nos municípios onde a lei obriga,  já está no ar a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV.

Em Parauapebas não estava prevista, o município não preenche os requisitos legais exigidos, mas o Tribunal Regional Eleitoral decidiu que existindo viabilidade técnica a propaganda deverá ser veiculada. O TRE modificou o que o juiz local, tinha decidido.

Horários para prefeito - TV e Rádio

A propaganda eleitoral será veiculada de segunda a sábado, em dois blocos de dez minutos cada e inserções de 30 e 60 segundos durante a programação diária.

Na TV a propaganda será transmitida em dois blocos das 13:00 às 13:10 e das 20:00 às 20:10. 

No rádio, a veiculação será das 7:00 às 7:10 e das 12:00 às 12:10.

Vereador terá apenas inserções 

A Reforma Eleitoral acabou com a propaganda eleitoral em bloco para candidatos a vereador.

Os candidatos a vereador terão direito apenas a inserções que serão veiculadas em tempos de 30 e 60 segundos, todos os dias.

Elas terão o total de 70 minutos diários, distribuídos ao longo da programação entre 5:00 e 00:00. 

A divisão obedecerá à proporção de 60% para candidatos prefeito e 40% para candidatos a vereador.

A propaganda gratuita acaba

O último dia para a transmissão da propaganda será no dia 29 de setembro.

domingo, 28 de agosto de 2016

Na terra da LAVA JATO, da Rede Globo e do PSDB, são os ladrões que indiciam, processam e julgam - se for mulher, então!

De A (Aécio) a Z (Zezé Perrella), a ficha suja dos espertos no “hospício” de Renan


Charge publicada no New York Times
www.diariodocentrodomundo.com.br



Com reportagem de Pedro Zambarda

Pela primeira vez em muitas décadas, Renan Calheiros foi honesto. Na quinta, dia 25, confessou tráfico de influência ao dizer que conseguiu, no STF, “desfazer” o indiciamento de Gleisi Hoffmann e seu marido Paulo Bernardo.

E, dirigindo-se a Lewandowski, admitiu a respeito da Casa que comanda: “Vamos passar para o Brasil e para o mundo a idéia de que Vossa Excelência, constitucionalmente, está sendo obrigado a presidir um julgamento num hospício”.

É uma definição precisa da situação. O destino de Dilma Rousseff está nas mãos de 81 senadores na reta final do impeachment. Ninguém faz muita questão de manter as aparências. A partida já está definida.

A palhaçada repulsiva que aconteceu na Câmara dos Deputados está se repetindo ali com doses cavalares de insanidade.

Os senadores que já se decidiram pelo impeachment respondem a acusações ou suspeitas de práticas criminosas. Com sua ficha suja, eles vão depor uma cidadã honesta.

A falsa normalidade — bem traduzida na expressão “as instituições estão funcionando” — esconde uma situação absurda. Há espaço até para a advogada da acusação, Janaína Paschoal, perguntar a uma testemunha se ela achava que a Venezuela era uma democracia. Depois disso, não falta nada.


Que horror! Mais um agente LAVA JATO - ele é cabo eleitoral do AÉCIO NEVES e xingador do LULA!

É crescente na opinião pública que a Lava Jato é da REDE GLOBO e do PSDB - que prega o fascismo 



A Rede Globo diz que eles combatem a corrupção,
ela dizia que o Collor era caçador de marajá


Leia no DCM, saiba quem é o delegado que também é cabo eleitoral do derotado AÉCIO NEVES

Veja que o delagado da PF e cabo eleitoral de AÉCIO NEVES nem sabe escrever o nome do presidente LULA


Texto do DCM

O delegado da Polícia Federal, Márcio Anselmo, que indiciou nesta sexta-feira (26) o ex-presidente Lula e sua esposa Marisa Letícia no inquérito da Lava Jato que investiga o triplex no Guarujá, litoral de São Paulo, atuou fortemente como cabo eleitoral de Aécio Neves (PSDB) durante as eleições de 2014.

Segundo uma matéria feita pelo jornal O Estado de S.Paulo em novembro de 2014, Anselmo chamou o ex-presidente de “anta” e fazia diversos comentários contra Lula e o PT.

“Alguém segura essa anta, por favor”, disse o delegado em uma “notícia” cujo título era: “Lula compara o PT a Jesus Cristo”.

Anselmo também fez comentários contra o exercício pleno de defesa de Lula ao pedir um habeas corpus ao STF.

“Vamos ver agora se o STF aguenta ou se vai danieldantar”, em referência ao banqueiro Daniel Dantas, que foi solto pelo Supremo.

“O que é ser homem sério e de respeito? Depende da concepção de cada um. Para Lula realmente Aécio não deve ser”, escreveu o delegado Márcio Anselmo em um post de uma notícia em que Lula disse que Aécio não era “homem sério e de respeito”.


O texto foi copiado do Diário do Centro do Mundo

sábado, 27 de agosto de 2016

Belém: Edmilson (PSOL) abre boa vantagem na liderança e já tem 42% dos votos válidos

IBOPE aponta EDMILSON como o preferido de Belém 


Edmilson (PSOL) começa a disparar na liderança


IBOPE 

O Instituto Ibope divulgou uma pesquisa para a capital do Pará, o cenário aponta que Edmilson Rodrigues (PSOL) é o líder, o preferido dos belenenses.

Edmilson tem 42% dos votos válidos, seguido de Éder Mauro (PSD) e Znealdo Coutinho (PSDB), com 32% e 12%, respectivamente.

Regina Barata (PT) e Ursula Vidal (Rede) estão empatadas com 4%. Cleber Rabelo (PSTU) e Prof. Maneschy (PMDB) tem 2%, cada um. Lélio Costa (PCdoB) e Prof. Ivanildo (PRTB), ambos, tem 1%.


Zenaldo (PSDB) - desaprovação recorde em Belém


Zenaldo (PSDB) fracassa em Belém, aponta Ibope 


A pesquisa retrata números desastrosos para o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), sua passagem pela prefeitura é DESAPROVADA por nada mais e nada menos que 73%, veja bem, numa margem de erro de 4%, esse percentual pode chegar a 77% - um desastre.

Os números são ruins para Jatene em Belém, imagina no sul/sudeste do Pará?


Dados da pesquisa

A pesquisa foi realizada nos dias 22 a 25 de agosto, tem 4% de margem de erro e foi registrada no TRE-PA sob n° PA 06401/2016.

Dr. Hipólito Reis tem candidatura aprovada pela Justiça Eleitoral



Dr. Hipólito 

O médico Hipólito Reis, o Dr. Hipólito, é o segundo postulante que a justiça eleitoral deferiu a candidatura para a prefeitura de Parauapebas.

Demais candidatos aguardam 

Darci (PMDB), Marcelo Catalão (DEM) e Chico das Cortinas ainda estão esperando o julgamento da justiça eleitoral.

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Parauapebas: Eleições terá propaganda na TV


No Congresso de ladrões: O informante e desmoralizado - o Procurador militante do TCU

Resultado de imagem para julio oliveira tcu desmoralizado
O reles informante dos golpistas - o procurador
militante do TCU - a vergonha

Um reles informante dos golpistas

Um reles informante, o "procurador militante" do Tribunal de Contas da União (TCU) colocou todas as cortes de contas do país e seus colegas no lixo da desmoralização, o rapaz, outrora festejado, foi desqualificado e desmoralizado na farsa do GOLPE dos ladrões contra a presidenta DILMA, ficou reduzido a um "reles informante" - que vergonha!

O cidadão paga uma alta remuneração para "procurador suspeito" - um militante político partidário

O cidadão, principalmente oriundo da parcela mais pobre da população paga uma alta remuneração para um "procurador militante", um reles informante, cuja conduta apenas desmoraliza as instituições - mais um suspeito no meio de um CONGRESSO de ladrões.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Emir Sader em Belém, nesta sexta (26/08)

Parauapebas: Valmir Mariano é o primeiro a ter candidatura deferida pela justiça eleitoral




Valmir Mariano (PSD) é o primeiro candidato a prefeito de Parauapebas com o registro deferido para as eleições de 2016.

Todos os demais candidatos ainda aguardam o julgamento do seu registro de candidatura, sendo que Darci Lermen (PMDB) e Marcelo Catalão (DEM) estão com pedidos de impugnação para serem decididos (Leia AQUI).

Darci (PMDB) fez seu primeiro comício nestas eleições

Comício do DARCI, ontem (24/08)


Darci fez o maior comício até agora

A campanha não para na capital do minério, dessa vez foi Darci Lermen (PMDB) que deu o tom dessa campanha, ontem (24/08) realizou seu primeiro comício, ocorrido no Complexo Altamira, é maior comício já realizado naquele bairro, também  é o maior dessa campanha até o momento.

Os organizadores não divulgaram o público estimado, mas as imagens revelam uma grande participação popular.

Catalão 


Comício do Catalão, dia 20/08


Catalão também já mostrou sua força, no comício realizado no bairro da Paz, no dia 20/08, quando teve um grande público.

Valmir Mariano, Hipólito Reis e Chico das Cortinas ainda não realizaram comícios.

O judiciário brasileiro - os juízes e seus pais - que horror!

O Brasil tem mais de 206 MILHÕES de habitantes, por que temos de aceitar que um filho de um político seja juiz, ainda mais sendo esse político suspeito de corrupção?




O filho de um político não serve nem para ser mesário da justiça eleitoral, isso deveria ser mais que ÓBVIO.

Judiciário doente, caro e...

O judiciário brasileiro deve passar por uma profunda reforma, não é mais aceitável o que a nação assiste, juízes cometendo crimes, juízes filhos de políticos decidindo a vida dos adversários dos seus pais, juízes dando palestras ao lado de ladrões da CBF, dando palestras ao lado de ladrões de merenda escolar, juízes recebendo prêmios da Rede Globo...




O pai do juiz, político que foi eleito pelo PSDB, hoje filiado no PPS, nessa semana foi afastado do cargo da mesa diretora da Câmara do Distrito Federal, suspeito de ser um corrupto.

Incompatível, inacreditável, surreal!

Não é compatível com os mínimos valores democráticos que o filho de um político suspeito e afastado do cargo por corrupção seja juiz, e nessa condição tenha sob suas mãos e sua toga a vida e a liberdade dos adversários políticos do seu pai. 

É inacreditável! Isso não pode ser verdade, cruz credo, que horror!

Contra Lúcio Flávio Pinto, Éder Mauro, um Delegado de Polícia, usa de um recurso da ditaura, tão comum quanto a tortura, a censura


Autor - LÚCIO FLÁVIO PINTO

Um delegado da polícia civil e um coronel da Polícia Militar são candidatos às prefeituras das duas maiores cidades do Pará, onde se concentram dois milhões dos oito milhões de habitantes do Estado: Éder Mauro em Belém e coronel Neil Duarte de Souza em Ananindeua. Os dois são apontados como líderes pelas pesquisas realizadas até agora nos respectivos municípios da região metropolitana.
Ambos exercem seus primeiros mandatos eletivos, pelo mesmo partido, o PSD (Partido Social Democrático), comandado pelo ex-prefeito de São Paulo e ministro no governo de Dilma Rousseff, Gilberto Kassab. Eder Mauro foi diretamente a deputado federal – e com 266 mil votos, a maior votação da bancada paraense na eleição de 2014 (7% do total). Neil é deputado estadual. Teve 51 mil votos.
Em alguma das regiões metropolitanas do país há situação ao menos semelhante? Parece que não. Com apenas um ano e meio no exercício de função política, eles já se apresentam como detentores de uma representação suficientemente forte para serem considerados favoritos à chefia dos dois executivos municipais, passando à frente de políticos mais antigos e experientes.
Não é por acaso que os dois são da área de segurança pública e integram uma bancada que se expande nas diversas instâncias do parlamento. São policiais de linha de frente no combate ao crime e que defendem métodos violentos, a partir das premissas de que bandido é bandido e polícia é polícia. Pressupostos que conduzem a uma conclusão comum: bandido bom é bandido morto. Mesmo que só seja bandido na aparência.
Seu sucesso deriva do fato de que a insegurança pública é o problema mais grave de todos que assolam a população. Por uma razão evidente: todos os dias há assassinatos, o crime que acaba com o bem mais nobre da sociedade, a vida humana. Crime seguido por uma quantidade muito maior de delitos que perturbam ou mesmo desgraçam a vida do cidadão. Na região metropolitana de Belém, numa escala assustadora. Uma das mais altas do Brasil e do mundo.
O belenense repete uma frase que se tornou, talvez, a mais pronunciada na cidade: quem sai de casa para trabalhar não sabe se volta. É quase uma loteria tornar-se mais uma vítima nos registros oficiais de violência, que apenas absorvem parte da criminalidade diária. Não existe mais área de concentração de crimes, horário ou qualquer outra circunstância. Os criminosos estão mais ativos e não poupam ninguém.
A solução mais desejada é a solução rápida, que parece a mais fácil. Matar bandido, por exemplo. É o que a “bancada da bala” defende, com adesão crescente, marcada pela insensatez de delegar plenos poderes a justiceiros. Eles seguem em sua carreira numa escalada de abusos que levariam a uma indagação fundamental, se as pessoas se permitissem refletir com maior rigor sobre a questão. O que é pior: a doença ou o remédio?Mais exatamente ainda: o remédio prescrito é o correto? Combaterá mesmo a doença?
O delegado é acusado de torturar uma menor que, à época dos fatos, tinha 10 anos de idade. O processo – pelos crimes de extorsão e tortura – foi autuado em dezembro no Supremo Tribunal Federal, por causa do foro privilegiado do parlamentar, tendo como relator o ministro Edson Fachin. O deputado se defende alegando ser esse o único caso em que é acusado de violência ao longo de 30 anos da sua atuação na área da segurança pública no Pará.
Numa nota enviada ao jornal O Globo, a assessoria de Eder Mauro disse que o processo, iniciado em 2008, tramitou na vara de infância “em virtude da prisão de um traficante que, no ato da prisão, alegou ter sido torturado junto com a filha de então 10 anos. Versão desmentida pela menor e por sua mãe anos depois”.
Em seu depoimento, a adolescente teria dito que o pai “a obrigou mentir, ressaltando que não houve arbitrariedade na realização do flagrante do pai. Diante disto, o juízo da infância sentenciou a absolvição em relação à menor e remeteu o caso do pai autuado em flagrante à vara competente”.
Apesar do desmentido, Eder Mauro esteve envolvido em outro episódio de violência, juntamente com cinco policiais então subordinados a ele, todos denunciados por tortura e por forjar um flagrante de extorsão contra uma mulher. Ela teria sido atraída ao escritório do então prefeito da cidade de Santa Izabel, Marió Kató (do PMDB), pela promessa de receber uma dívida contraída pelo juiz do município, Augusto Cavalcante, quando foi abordada e agredida pelos policiais.
A mulher e seus dois filhos teriam sido ameaçados de execução sob a mira de armas de fogo. O relatório do Ministério Público sobre o episódio menciona “intensa sessão de espancamento” e “violento sofrimento físico e mental, conforme comprovado pelo exame de corpo de delito realizado nas vítimas”.
O grupo foi absolvido por falta de provas em 2013. Mas um promotor de justiça apelou. Sustentou que as testemunhas que depuseram a favor de Éder ou possuíam vínculos de amizade ou eram funcionárias do delegado.
“Tratou-se na verdade de uma trama mal ajambrada entre o juiz, o prefeito de Santa Izabel e o primeiro denunciado (Éder Mauro), com o claro objetivo de subtrair da vítima as notas promissórias que comprovam a dívida do magistrado para com a vítima”, acusou a promotoria.
Ele também está sendo processado na justiça eleitoral por causa da segunda maior doação que recebeu para a campanha de 2014, feita por uma pessoa física. Marivaldo Pamplona da Silva doou 51 mil reais, mais do que o total dos seus rendimentos no ano anterior, que somaram R$ 49 mil.
Por causa da doação de Marivaldo, o deputado foi multado pelo juiz eleitoral. O Ministério Público Federal pediu sua inelegibilidade por oito anos. O processo está em fase de recurso.
O principal doador de campanha de Éder Mauro foi a construtora Odebrecht, com R$ 100 mil. Por que a principal empreiteira envolvido no escândalo de corrupção na Petrobrás financiaria um então pouco conhecido pretendente no Pará à Câmara dos Deputados?
Uma carreira tão rápida e propostas tão extremadas não dão tempo nem oportunidade para um questionamento mais profundo, o que favorece a montagem da imagem de paladino dos pobres, humildes e agredidos que o deputado criou para si. O eleitor pode cair na armadilha de tomar por herói personagem que, na verdade, é apenas um produto sagaz desse ambiente de violência indiscriminada, que viceja à sombra da incompetência oficial.
* A fotografia que ilustra este artigo é de uma operação policial, em Belém, de autoria de Carlos Sodre, da Agência Pará. 
Lúcio Flávio Pinto é jornalista, sociólogo, formado pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Editor do Jornal Pessoal, publicação alternativa que circula em Belém/PA desde 1987. Lançou recentemente o site Amazônia Hoje e blog Cabanagem. Autor de mais de 20 livros sobre a Amazônia, entre eles, “Guerra Amazônica”, “Jornalismo na linha de tiro” e “Contra o Poder”. Lúcio Flávio é o único 

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Você acreditou na Lava Jato, na Rede Globo, de novo? Nos juízes que a "famiglia" Marinho premia?

Ex-senador - TEMER tem uma quadrilha do lado dele e diz que deu R$ 200 mil




O ex-senador foi seletivo, detonou uns e poupou outros, mas ele pode ser seletivo, quem não pode é o agente público: juiz, delegado, promotor ou procurador.

Agente público que pratica a seletividade é um reles prevaricador e deveria estar na cadeia que nem suas vítimas, isso mesmo, agente público que atua seletivamente não faz justiça, PREVARICA, é um criminoso.

Veja o que diz Ciro Gomes


Leia a entrevista, clique AQUI


Agora veja o que diz ele, o "trupizupe" do PSDB no STF, o incomparável GILMAR MENDES




Parauapebas: Vereadores escondem seus candidatos a prefeito e suas coligações

Eleitor deve fiscalizar e denunciar a atuação ilegal dos candidatos 


Candidatos escondem suas coligações,
mas o votos delas contam pra eles


Responsabilidade

A responsabilidade do eleitor vai além do voto no dia 2 de outubro. 

Cada cidadão pode e deve ser um fiscal da atuação dos candidatos durante a campanha eleitoral, conferindo se estão agindo de acordo com a lei, principalmente na propaganda eleitoral nas ruas e na internet.

Não respeitam a lei na hora de pedir, imagina na hora de retribuir o voto

Desde o dia 16 de agosto, de acordo com as regras estabelecidas pela Justiça Eleitoral está permitida a propaganda eleitoral.

Não basta apenas analisar as propostas dos candidatos, é necessário ver se eles estão agindo de acordo com as regras estabelecidas, principalmente na hora de pedir o seu voto, pois depois pode ser tarde.

Ministério Público Eleitoral da sua cidade

O cidadão deve denunciar para o Ministério Público Eleitoral, mas também pode informar as irregularidades cometidas pelos candidatos à Ouvidoria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e aos cartórios eleitorais.


terça-feira, 23 de agosto de 2016

Parauapebas: Confira a agenda dos candidatos para esta quarta-feira (28)





As informações das agendas dos candidatos são coletadas nas páginas oficiais mantidas por eles na internet e nas redes sociais.

Sempre que possível as agendas serão publicadas aqui no blog. 

Deputada do PPS, fã de carteirinha do juiz Sérgio Moro, é afastada por corrupção

Tchau, querida! Não esqueça dos amigos...




Tchau, querida!

Na imagem acima, CELINA LEÃO, deputada do PPS, presidente da Câmara Distrital, nome da assembléia de deputados do Distrito Federal, aparece em fotos protestando contra os "outros corruptos", também ao lado de famosos juízes tipicamente brasileiros, diga-se passagem, apesar de brasileiros, esses juízes não tem nada haver com o povo brasileiro, a começar pelo salário.

"querida" deputada foi afastada do cargo por suspeita de corrupção, junto com a "querida", também foram afastados os deputados: Raimundo Ribeiro (PSDB), Júlio César (PRB), Bispo Renato (PR).

Tipo o Cunha, só que de saia

Os deputados ainda não perderam os mandatos, continuam no exercício, foram apenas afastados da mesa diretora da casa, tipo o Cunha.

O que eles tanto fazem

O leitor deve perguntar, mas o que faz o juiz premiado pela "famiglia" Marinho (donos da Rede Globo) nas fotos acima, juntamente com o presidente da Ajufe (Associação dos Juízes Federais), o Sol do Carajás não sabe, eles bem que podiam esclarecer esse tanto de foto deles ao lado de suspeitos de corrupção.

Darci (PMDB) aumenta vantagem, Catalão (DEM) vem em segundo e Valmir (PSD) em terceiro

Pesquisa eleitoral mostra que Darci aumentou a distância para seus adversários





Darci amplia vantagem

A pesquisa eleitoral DOXA, registrada no T.R.E sob o nº PA-09325/2016 para a prefeitura de Parauapebas, aponta que Darci Lermen aumenta a vantagem sobre seus adversários, mas dentro da margem de erro de 4%.

Cenário estimulado

Na pesquisa estimulada, com margem de erro de 4%, Darci foi para 38,5%. Marcelo Catalão aparece em segundo lugar com 19,6%. O atual prefeito, Valmir Mariano, que tenta sua reeleição está com 16,2; Hipólito Reis ficou com 3,9% e Chico das Cortinas com 3,1%. Os votos Branco/Nulo somam 3,7; e indecisos, 14,9%.

Na pesquisa Doxa anterior

Em marco de 2016, na pesquisa registrada no T.R.E sob o nº PA-08322/2016, realizada entre os dias 01 a 05/03/2016 com uma amostra de 500 entrevistas, ou seja, com metodologia similar, onde já constava todos os 5 candidatos que disputam a prefeitura de Parauapebas, Darci aparecia com 32,2%, agora lidera com 38,5%. Na época, Valmir e Catalão estavam empatados com 13,7%, ambos também tiveram crescimento (Leia AQUI).

A guerra pelo voto vai para os tribunais, candidatos impugnam pedidos de registro dos adversários

Mal começou uma guerra pelo voto, candidatos já iniciam uma outra - a guerra jurídica 


Darci Lermen e Marcelo Catalão - já foram aliados, agora são adversários



Darci pediu a impugnação da candidatura do Catalão, que pediu a do Darci

Dois pedidos de impugnações estão disponíveis no site do TRE-PA, um é do Darci contra o Marcelo Catalão e o outro é do Marcelo Catalão contra o Darci, ao que parece, todos os pedidos tem como base a falta de certidões no processo de registro. 

A guerra jurídica foi deflagrada, esperar pra ver o resultado.

Catalão foi candidato em 2014

Em 2014, Marcelo Catalão foi candidato a deputado federal, conseguiu seu registro sem maiores dificuldades. Que fato teria mudado sua situação de lá para cá?

Darci foi candidato em 2008

A última vez que Darci foi candidato foi em 2008, mais de 8 anos, também difícil vislumbrar que documento não teria apresentado à justiça eleitoral, aliás, o candidato já até mostrou suas certidões em várias redes sociais.

Guerra jurídica

Um dos pilares dessa curta campanha será a fiscalização exercida pelas candidaturas uma sobre as outras, para isso, os principais candidatos montaram seus quartéis jurídicos.

Várias ações 

Já são várias ações, Marcelo Catalão já tem duas condenações em primeira instância, as multas totalizam R$ 60 mil, para ele e para seu partido, mas também teve vitórias, conseguindo na justiça proibir qualquer propaganda institucional do candidato Valmir Mariano, assim como também obteve decisão favorável pra obrigar Darci a incluir o nome do seu vice nas suas propagandas eleitorais.

Justiça eleitoral ágil

A justiça eleitoral tem sido ágil em Parauapebas, pelo jeito, assim como em 2012, nessas eleições os candidatos que tentarem burlar as regras legais se darão muito mal.

Pedido a impugnação da candidatura de Marcelo Catalão



Pedido de impugnação da candidatura de Darci Lermen

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Eleições sem carro de som, sem carreatas e sem "foguetes"

Sem poluição ambiental: o exemplo dos candidatos de Redenção nas eleições de 2016


Redenção: candidatos e MP  - acordo por uma eleição limpa


Redenção 

Redenção fica localizada no sudeste paraense, com uma população estimada de 80.797 (IBGE-2015), sendo 58.037 eleitores, a cidade resolveu eliminar a incômoda poluição sonora das eleições de 2016, numa iniciativa do Ministério Público e num ato de cidadania, os candidatos e suas coligações acordaram em banir dessas eleições de 2016 a utilização de fogos de artifício, carreatas e carros de som.

Exemplo


Talvez, a poluição ambiental seja o que mais incomoda numa eleição, centenas de carros de som tomando as ruas da cidade e tirando o sossego da população - escolas, creches, clínicas, nada escapa do barulho deles.

Além de baratear a campanha, todos ganham, o fato é que o exemplo de Redenção merece ser copiado pelos candidatos de Parauapebas e de outros municípios paraenses, os ouvidos da população agradeceriam.


Candidatos em Redenção

O município de Redenção tem 4 candidatos ao cargo de prefeito: Iavé (PMDB), Mario Moreira (PSDB), Mariosval (PR) e William (PPS).


REDENÇÃO: Acordo veda a realização de propaganda eleitoral em carros de som e carreatas



O Ministério Público Eleitoral, por meio do promotor Márcio de Almeida Farias, promoveu nesta sexta, 19, assinatura de acordo entre os representantes das coligações partidárias dos municípios de Redenção, Cumaru do Norte e Pau Darco, componentes da 59ª Zona Eleitoral.

No pacto, as coligações concordam em não realizar propaganda eleitoral em carros de som e carreatas, mas apenas “caminhada eleitoral” no período de Eleições Municipais deste ano. A exceção é que será permitida apenas a veiculação de dois carros de som por coligação majoritária (prefeito e vice-prefeito), para divulgar os comícios e caminhadas.


sábado, 20 de agosto de 2016

Tucuruí: Prefeito Sancler já teve seus bens bloqueados pela JUSTIÇA FEDERAL, mas tenta a todo custo fazer seu sucessor

Depois da ação do transporte escolar, Sancler Ferreira se complica por não cumprir a Lei de Acesso à Informação 




Bloqueio

O Sr. Sancler Ferreira, juntamente com alguns auxiliares seus, teve os bens bloqueados a pedido do Ministério Público Federal, em virtude de situações que podem configurar improbidade administrativa, envolvendo recursos federais utilizados no transporte escolar municipal, a Justiça Federal determinou o bloqueio de cerca de R$ 1.6 MILHÃO.

Falta transparência

O prefeito de Tucuruí teve que assinar um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) com o Tribunal de Contas dos Municípios do Pará, devido as suas práticas administrativas não respeitarem o que determina a Lei de Acesso à Informação.




Obscuridade 

Ministério Público Federal já denunciou a obscuridade nas informações prestadas pelo governo municipal de Tucuruí, sob a administração de Sancler Ferreira, conforme se constata no Processo n° 506-02.2015.4.01.3907. Veja imagem abaixo:




Herança maldita


A situação do governo municipal se constitui numa verdadeira "herança maldita" para o futuro prefeito, complicando o desejo do Sr. Sancler de fazer o seu sucessor, as últimas pesquisas colocam o candidato Jones William (PMDB) com uma ampla vantagem sobre o representante da coligação do prefeito Sancler. 


Veja pesquisas clique AQUI na DOXA e CLIQUE AQUI).

Também leia aqui no G1 mais notícias sobre a situação de Sancler.

Acesse a decisão da Justiça Federal (AQUI) contra prefeito de Tucuruí/PA.