quarta-feira, 30 de setembro de 2015

O 4° chefe de gabinete do prefeito e seu auxiliar informal - a velha da mais velha política de Parauapebas

Valmir da Integral nomeou o seu 4° chefe de gabinete, o rapaz chega na prefeitura carregando um auxiliar de tiracolo, o blogueiro Zé Dudu



O prefeito finalmente deu o braço a torcer para sua amada (à moda moderna*), convencido pela bem sucedida articulação de salvamento do seu mandato na Câmara de Vereadores de Parauapebas, conduzida por Wanterlor Bandeira e Zé Dudu.

Amadas modernas, mas política à moda antiga

A indicação é do amada do prefeito e do vereador Euzébio (outro que adora uma amada à moda moderna), mas que seja dita a verdade, os métodos utilizados pela dupla são da velha política, similares aqueles do vereador ODILON ROCHA, resta saber se o prefeito também terá o mesmo fim.

A popularidade do prefeito tende a índices mais sofríveis ainda, deve ser por isso que o Zé  Dudu o comparou a DILMA, pela apreensão da agenda na casa do alcaide é que não foi, mas como o objetivo é ganhar muita grana, o prefeito que se vire.

Só Deus na causa, o Gaeco também. 

Dupla danadinha

Essa dupla um dia chegaria lá, no disputado gabinete da prefeitura de Parauapebas, agora mais valioso ainda, na medida que o prefeito é completamente inepto para a vida pública.

Na verdade, Parauapebas acaba de ganhar um prefeito, temos que reconhecer que pelo menos a dupla, certo ou errado, sabe como as coisas funcionam na velha da mais velha política.

Cooptação

A dupla já tinha cooptado o mandato do vereador Marcelo Parceirinho (o zé do caixão), agora, com a caneta e o erário arreganhado, dizem, eles tem a missão de salvar o cargo do Sr. VALMIR DA INTEGRAL, mesmo que para isso eles destruam a bilionária capital do minério, já muito combalida com os 3 anos de família integral.

Veja o DECRETO de nomeação do Wanterlor Bandeira


_____________________________
Nota 1: amada à moda antiga é algo em extinção, para desespero dos floristas;
Nota 2: que a dupla não reclame, busquei as melhores fotos no Google (rrsrsrss);

ALBERTO SOUSA é pago com dinheiro público de Parauapebas

Veja a excelente matéria no Blog do Luiz Vieira AQUI e AQUI.

Nas duas matérias citadas, destaca-se, primeiro, a postura equilibrada e respeitosa da vereadora JOELMA, onde afirma que a prefeitura está sendo governada pela "justiça", pois até para fazer uma licitação é preciso a intervenção do Ministério Público. 

Resultado de imagem para joelma leite parauapebas
Joelma Leite - vereadora

"Enquanto existe a competência para aliciar pessoas e encher a câmara, não existe competência para comprar remédio para o hospital; não existe competência para pagar o fornecedor com regularidade; não existe competência para sequer manter o convênio da polícia fornecendo viaturas... Que bom que vocês estão aqui. Agora pensem gente, pensem se é melhor esse agrado que vocês receberam hoje, ou o remédio no hospital, a merenda na escola, a água tratada, o guarda vigiando vocês... Parabéns pra vocês. Obrigada gente". (Joelma Leite - vereadora)


Sassaricando com dinheiro público

Alberto Sousa, um gozante da intimidade
da casa do prefeito

O outro momento foi protagonizado pelo "sassariqueiro" assessor do prefeito de Parauapebas, Sr. Dr. ALBERTO SOUSA, senhor e doutor nas coisas da vida, o rapaz, além de ficha suja (AQUI), gozante da intimidade da casa do prefeito, aprontou de tudo na sessão da Câmara, dizem que foi o responsável por recrutar jovens ativos para um estupro coletivo no desejo da população de Parauapebas, tudo na maior "libidinagem" que o erário municipal poderia bancar.




No primeiro ano do mandato do prefeito VALMIR DA INTEGRAL foi aprovado o Projeto de Lei Nº 009/2013, de autoria do vereador Odilon Rocha Sanção (PMDB), vedando a contratação de ficha suja pelo município de Parauapebas.

A dita lei é mal assombrada, ninguém vê, quem a tiver, por gentileza, envia ao Sol do Carajás, terá imensa serventia.

Entenda como operou o esquema para "garantir" a ausência dos vereadores na Câmara de Parauapebas

Em Convênio "suspeito" com o governo VALMIR DA INTEGRAL, associação ligada ao vereador EUZÉBIO tem recursos liberados na data da sessão da Câmara - o pagamento foi antecipado


Só Deus na causa e o GAECO também

Agora é com o Ministério Público e com o GAECO, o esquema de compra da "conduta" dos vereadores na Câmara de Parauapebas é de domínio público.

Operação milionária

A operação é milionária. Envolve a nomeação de parentes de vereadores para secretarias e outros cargos públicos, aluguel de imóveis e desapropriações superfaturadas.

Agora, mais uma ponta do esquema foi exposta, trata-se da assinatura de convênios suspeitos e da liberação de recursos antecipadamente, um pagamento foi realizado justamente do dia 22/09/2015, dia de uma polêmica sessão na Câmara de Parauapebas, quando deveria ter sido apreciada uma representação contra o prefeito municipal.

Pagamento na data da sessão na Câmara

Convênio suspeito

O Convênio n° 018/2015, assinado com a  Associação dos Trabalhadores Rurais da Vila Onalício Barros do Assentamento Carajás I e II, CNPJ 03.469.507/0001-87, recebeu recursos antecipados, coincidentemente na mesma data que deveria ter sido votada uma representação contra o prefeito.

Operador 

O Sr. Wanterlor Bandeira, diretor legislativo da Câmara, seria o operador do esquema político na casa.

Wanterlor Bandeira, por coincidência, indicado pelo vereador Euzébio, por coincidência, a associação tem ligação com ambos.

Os responsáveis pela associação, pelo menos um deles, segundo a Receita Federal do Brasil, foi servidor da prefeitura e da Câmara de Parauapebas.




Também, o Convênio tem o n° 018/2015, previa o desembolso da primeira parcela apenas em outubro, mas foi antecipada para o dia da sessão da Câmara Municipal, talvez, com justiça, os associados tivessem receio de serem "caloteados" (vítimas de calote).




Claro, o GAECO, acaso tenha interesse, basta verificar que o convênio não teve seu termo de extrato publicado no Diário Oficial do Pará, obviamente, aparecerá um "carimbo" numa folha de papel dizendo que foi publicado no mural da prefeitura (rsrsrsrs).

Aliás, seria interessante ver o detalhamento das despesas realizadas por essa associação.

Santos e ovelhas

Como se vê, no mundo da política conveniada não há espaço para santos e ovelhas, quem sabe para carneiros.

Os operadores do governo VALMIR DA INTEGRAL, entenda o papel de cada um no esquema



Começa a ser revelado um grande esquema para manter Valmir da Integral no cargo de prefeito de Parauapebas.

O esquema seria operado na Câmara, na imprensa, no gabinete e na secretaria de planejamento, com os seguintes operadores:

Na câmara:  Wanterlor Bandeira (Dir. Legislativo da CMP);
Na imprensa: Zé Dudu (blogueiro);
No gabinete: Alberto Souza (ficha suja e assessor do prefeito)
Na secretaria de planejamento: Flávia da Integral (planejadora de receitas e despesas do governo do pai).

O esquema operou intensamente nessa semana, cada um desempenhando um papel importante.

No Sol do Carajás, você irá entender o papel de cada um e como atuam pra manter VALMIR DA INTEGRAL no poder.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Vários vereadores faltam a sessão da Câmara Municipal

Mistério na Câmara de Parauapebas: vereadores sumiram

MiquinhaIvaniti BarrãoBruno SoaresEuzébio

Eles sumiram, excluindo o MIQUINHAS, os outros ainda não divulgaram qual o motivo ou a doença.

Vereadores que faltaram a sessão de hoje na Câmara de Parauapebas: 

Miquinhas (licença médica);

Barrão (sem justificativa);

Bruno Soares (sem justificativa);

Euzébio (sem justificativa).

O pedido de afastamento foi retirado de pauta.

Batalha na Câmara: de um lado, ele (prefeito) e a filha (secretária); no outro extremo, a população de Parauapebas

Tensão na Câmara de Parauapebas - menos de uma hora para início dos trabalhos 

Na Câmara, eles contra toda a população de Parauapebas
tentam permanecer no cargo com a ajuda de vereadores/secretários

A Câmara pode decidir ainda hoje se a crise começa a ter um desfecho e amanhã Parauapebas começa a escrever uma nova história ou se a batalha apenas terá mais um capítulo.

Sessão dos extremos

Sessão pode ser a mais longa da história do município ou a mais breve.

De um lado

Vereadores/secretários tentam segurar o prefeito no cargo, por razões óbvias, as esposas deles servem ao governo do VALMIR DA INTEGRAL, filhos e genros também. Na verdade, todos sabem que eles são os secretários, que suas esposas, filhos e genros apenas ocupam os cargos numa tentativa de burlar a lei.

Do outro lado

Na outra ponta estão os vereadores independentes, perseguidos pela poderosa e bilionária máquina pública de Parauapebas, que paga a imprensa tutuzeira para atacá-los.

Os vereadores independentes estão mais firmes e convictos do que nunca, sabem que a população não suporta mais a situação do município.

No meio

Ainda tem vereadores indecisos, alguns, dizem informantes do Blog, até chantageados, com medo da parceirinha malandragem que fizeram com o governo moribundo da família integral.

O caos da família integral, quebraram a cidade

O município vive o caos, até os pagamentos da prefeitura foram bloqueados pela justiça, devido fraude na execução orçamentária, na quebra da ordem cronológica na quitação das despesas públicas.

Um horda de bagunceiros

Dizem, o governo teria mobilizado uma horda de bagunceiros (aspones e ex-aspones) para tumultuar a sessão de hoje.

Prefeita da ostentação foi presa, em Parauapebas teve banquete da ostentação para a posse do filho do ZACARIAS e nada aconteceu

Um brinde da prefeita ostentação do Maranhão
para o vereador ostentação de Parauapebas

O vereador e o banquete da ostentação

Em Parauapebas, a ostentação teve seu dia, foi na posse do filho do suplente ZACARIAS, um verdadeiro banquete foi oferecido para a vereador e seu filho.

O banquete da ostentação é uma vergonha

- A prefeitura com os pagamentos bloqueados pela justiça, por fraude à lei, o município não segue a ordem cronológica de quitação das despesas, "caloteando" algumas empresas contratadas; 

- A CELPA teve que cortar a energia de prédios públicos; 

- O mais triste, idosos passam necessidade nos abrigos da prefeitura, por falta de alimentos...

Um desrespeito ao povo de Parauapebas

Mesmo assim, a indecência não tem limites, o vereador ZACARIAS, juntamente com seu filho, promoveram o banquete da ostentação em plena secretaria municipal de serviços urbanos.

Uma vergonha, uma situação  indecorosa, um desrespeito ao povo de Parauapebas.

Câmara sob tensão: vereadores/secretários montaram uma farsa, as contas da prefeitura estavam bloqueadas

Justiça de Parauapebas bloqueia pagamentos da prefeitura, desmascarando a farsa da prestação de contas do prefeito e da sua filha na Câmara de Parauapebas 

Veja na ÍNTEGRA A DECISÃO que bloqueou os pagamentos
da prefeitura de Parauapebas AQUI

A farsa grotesca I

Veja a reportagem sobre a suposta prestação de contas do prefeito de Parauapebas e sua filha no site AQUI no www.pebinhadeacucar.com.br.

Observe direitinho, só "slides" fantasiosos, nenhum deles mostrou qualquer extrato das contas bancárias da prefeitura.

A farsa é grotesca II

Primeiro, a lei foi violada, é exigida AUDIÊNCIA PÚBLICA, a reunião foi fechada.

O autor do Requerimento que convocou o prefeito e a filha não estava presente, a reunião foi regrada a cafezinho e pouca vergonha, foi realizado sem que a população soubesse, muito menos os vereadores e a imprensa independente de Parauapebas.

Veja o que diz o Regimento Interno sobre a SESSÃO com a presença do prefeito 




Como se vê na reportagem citada, não houve sessão nenhuma, a fraude é grotesca. 

Parauapebas: Vereadores já assistiram o vídeo envolvendo secretárias em conversa comprometedora


Acabaram de  informar ao Blog, vários vereadores assistiram as imagens comprometedoras, são duas gravações. 

Duas secretárias do governo VALMIR DA INTEGRAL protagonizam as cenas. 

Na verdade, a população de Parauapebas está muito ansiosa pela sessão que analisará o pedido de afastamento do prefeito VALMIR DA INTEGRAL.

Um erro grosseiro

O amadorismo político do governo foi suicida, seguindo conselhos para enveredar por essa história de "gravações ilegais", agora, resta aguentar o tranco.

Eles não combinaram com os "russos", achavam que estavam jogando sozinhos, são vitimas das sua próprias práticas - aguenta o tranco!

Parauapebas: pagamentos da prefeitura bloqueados e gravação de Flávia da Integral é o assunto da política local

Justiça bloqueia pagamentos de Parauapebas (leia AQUI)  e 20 minutos de gravação de Flávia da Integral dominarão sessão da Câmara 



É difícil a situação do prefeito de Parauapebas, a população o rejeita, a maioria dos vereadores quer sua cassação, o GAECO lhe investiga, anunciando a apreensão de uma agenda na sua residência, a Polícia Federal faz busca e apreensão na prefeitura, agora, sua própria filha é flagrada em conversa ambiental onde revela um esquema para compra de vereadores.

Vereadores falam em duas gravações, sendo uma delas envolvendo Flávia da Integral, a filha do prefeito

Na cidade falam de uma gravação caviar (não sei, nunca vi, só ouço falar).

No entanto, hoje, na Câmara de Parauapebas, poderá ser mostrada pra toda a população 2 gravações, uma delas da própria filha do prefeito, FLÁVIA DA INTEGRAL.

A outra gravação ainda é mistério.

Depois da farsa a escolha

A leitura é uma só, a situação na Câmara só permite uma saída, o afastamento do atual prefeito de Parauapebas, caso contrário, a situação na Casa ficará insustentável. Tudo ruirá, dizem os vereadores que compõem a maioria do parlamento local.

Falam que 3 vereadores poderão ser afastados dos trabalhos e até do mandato pela própria Câmara, todos os 3 tem laços governamentais.

Boatos

A poderosa máfia planta boatos até numa coluna de um jornal de Belém, tudo mediante "tutu". A máfia paga notícias para o colunista, que serve a máfia mediante "tutuzinhos" envelopados.
________________________
Nota: as gravações citadas estão com dois vereadores, a sessão da Câmara promete. Como se vê, o tiro saiu pela culatra, melhor dizendo: "Pau que bate no Chico, bate com mais vontade no Dr. Francisco."

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Um dia antes da análise do pedido de cassação do prefeito, Parauapebas está com as contas bloqueadas pela justiça

Contas da prefeitura de Parauapebas estão bloqueadas pela Justiça, por inadimplência (CALOTE)

Essa decisão judicial é mais um motivo para, amanhã, a Câmara afastar o prefeito VALMIR DA INTEGRAL do cargo



Desespero para reverter a situação que pode culminar com a cassação do prefeito, nessa terça-feira na Câmara

O município já recorreu, ingressou com agravo de instrumento para tentar reverter a situação vergonhosa que o prefeito VALMIR DA INTEGRAL e sua filha colocaram a administração pública local.

A decisão é decorrente de um MANDADO DE SEGURANÇA, onde foi concedida uma liminar judicial, a multa é de R$ 100.000,00 por cada ato de descumprimento.

Execução orçamentária ilegal - violação da ordem cronológica

A prefeitura não pode pagar antes de regularizar a ordem cronológica dos seus débitos. 

A cidade não está pagando nem conta de energia, talvez a grana esteja sendo utilizada para outras finalidades.

Simulação vergonhosa, nada explicaram, desmoralizaram a Câmara Municipal



Por ironia, o prefeito junto com sua filha, numa simulação de audiência pública, que pode custar o mandato de alguns vereadores, estiveram na Câmara e, segundo eles, estava tudo normal na execução orçamentária do município, como se vê, os fatos são outros.

Agora, essa decisão judicial é a prova que tudo não passou de uma armação vergonhosa.

O caos na administração pública é a realidade do município.

PV anuncia Adelson Fernandes como pré-candidato à prefeitura de Parauapebas

Adelson Fernandes - PV

O Partido Verde – PV Parauapebas, por meio de sua diretoria, tem a honra de convidar todos os filiados e população em geral para participar do nosso Encontro Municipal, que acontecerá hoje dia 28 de setembro de 2015 (segunda-feira), a partir das 19h30, no auditório do CEUP (Centro Universitário de Parauapebas). 

Na oportunidade será apresentado o pré-candidato a prefeito de Parauapebas, Adelson Fernandes e todos os candidatos a vereadores. 

Contamos com a sua presença!

O tiro saiu pela culatra e tem gravação caviar - não sei, não vi, só ouço falar...

O tiro saiu pela culatra, parece que tem gravação, mas é de secretária do prefeito de Parauapebas



Na base do tutu, do erário municipal,  plantaram até notinha em coluna de jornal em Belém, falando que existia uma gravação de um vereador negociando apoio para votação de afastamento do prefeito de Parauapebas.

Pois bem, dizem que amanhã na Câmara, pode até ter gravação para o povo ouvir, mas não será essa cantarolada na "base do tutu", a gravação caviar envolveria secretárias do prefeito VALMIR DA INTEGRAL.

Coluna tutuzeira deu tiro no peito da máfia

Pior, é o mesmo  jornal, a mesma coluna que soltou notinha condenando o GAECO por ter realizado busca e apreensão na casa do prefeito de Parauapebas e apreendido uma agenda.

A coluna tutuzeira fala de uma máfia, em Parauapebas, pelo jeito, a verdadeira máfia tem agenda.

O pior mesmo ainda não veio

Dizem que a gravação caviar (não sei, nunca vi e só ouço falar), essa seria fruto de uma artimanha ilegal, mas teria sido flagrada duas secretárias, uma muitíssima próxima do prefeito da cidade e a outra também. Dizem que tem um procurador municipal no meio da conversa.

Mas em terra que a máfia tem até agenda, com anotações de próprio punho, uma gravaçãozinha caviar faria diferença, pior, dizem que essa faz?

De qualquer modo, haja gravação caviar.

Na pobre Pacajá o prefeito foi afastado, na bilionária Parauapebas a máfia é impune, tem até agenda, são 7.347 contratos julgados ilegais e nada acontece...

Na pobre cidade, o prefeito não pagou aos servidores e acertadamente foi afastado do cargo pela justiça  

Leia a matéria AQUI no www.ver-o-fato.blogspot.com.br


Na rica capital do minério é diferente, parece que o dinheiro público faz amigos e amigas por toda parte...

Pacajá canta para a bilionária Parauapebas: 
Ela é tão rica, e eu tão pobre
Eu sou plebeu e ela é nobre...

Na bilionária Parauapebas o tratamento é "vip", é diferenciado (que pensar?): 

- fraudes; 
- destruição de provas; 
- 7.347 contratos julgados ilegais; 
- fornecedores sem contrato, despesas sem empenho, pagamentos fora da ordem cronológica (primeiro os amigos);
- superfaturamento de aluguéis e de desapropriações (beneficiando amigos, financiadores de campanha e vereadores da base aliada do prefeito);
- Nepotismo escrachado;
- 3 grandes operações policiais (GAECO e PF);
- secretários presos;
- Compra de apoio de vereadores com a nomeação das suas esposas, dos seus filhos e dos seus genros para ocuparem secretarias e outros cargos públicos...

Bilionária é diferente, é "vip"

Na bilionária cidade de Parauapebas, as provas das "falcatruas" abundam, tem até uma misteriosa "agenda" apreendida na casa do prefeito, mas o judiciário mantém o rico prefeito da rica cidade no cargo, a filha também, que pensar...?

Em Parauapebas, são 7.347 contratos de servidores temporários julgados ilegais pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-PA), isso sob a batuta do prefeito VALMIR DA INTEGRAL e da filha do prefeito, FLÁVIA DA INTEGRAL, secretária de planejamento, ou seja, a responsável pelo planejamento das despesas de tudo.

Como explicar que o prefeito de Parauapebas ainda esteja no cargo? Que pensar?

A população da Vila Sanção deu exemplo de cidadania e não aceitou a presença de Valmir da Integral

Você não viu, então assita e veja as imagens, a deprimente situação do prefeito de Parauapebas

As pessoas começaram a se retirar, tão logo souberam que ele, VALMIR DA INTEGRAL, estava na Vila, na hora que ele foi discursar, por exatos 13 segundos, apenas dois jumentos passaram em frente do palanque.

video

Essa é a imagem que importa, o exemplo que os moradores da VILA SANÇÃO deram para toda Parauapebas, mostrando o desprezo da comunidade pelos desmandos e pela tentativa de manipulação que o prefeito faz pra tentar se manter no cargo, juntamente com sua filha.

Um popular mais exaltado, numa conduta que não se deve tomar como exemplo, se dirigiu ao prefeito e lhe disse na cara coisas horríveis, só não chamou  o homem de bonito.

Até se compreende, pois a população está sofrendo muito com os desmandos da família integral.

VEJA as imagens antes da população saber da presença do prefeito:



Os moradores da VILA SANÇÃO estão de parabéns, deram uma lição de cidadania.

domingo, 27 de setembro de 2015

Parauapebas: sede do IML é mais um absurdo caso de superfaturamento de aluguel de imóvel no governo Valmir da Integral

Até janeiro de 2015, o aluguel custava R$ 32.096,16 mensais, mais de R$ 385 MIL no ano



Tudo está dentro das "conformidades periciais sucupiranas". Evidente, o imóvel não é adequado para o funcionamento do IML, é mais um improviso.

Qualquer prefeito de uma cidade pobre do Pará, por muito menos, já teria sido afastado.

O caso é vergonhoso, é INDECENTE, veja os pagamentos realizados em 2014 pelo imóvel acima, ainda recebeu antecipado, o total foi mais de R$ 385 MIL:



Pois bem, o mesmo imóvel foi alugado em fevereiro de 2015, o preço caiu para R$ 24.072,12. 



Isso mesmo, em janeiro o imóvel era alugado por R$ 32.096,16 e em fevereiro o preço despencou para R$ 24.072,12.

Calma, você está achando que acabou, não seja apressado, acredite, o preço caiu de novo, isso mesmo, agora o aluguel do mesmo imóvel custa R$ 10.800,00. 

Evidente, nada disso tem qualquer justificativa, o aluguel não vale R$ 10.800,00 e nunca valeu R$ 32.096,16. 

Como explicar que o prefeito VALMIR DA INTEGRAL e sua filha FLÁVIA DA INTEGRAL permaneçam nos seus cargos, veja, é o mesmo imóvel, o mesmo município, veja com atenção:


A desmoralização das instituições em Parauapebas 

O mesmo imóvel serve ao Instituto de Perícias Renato Chaves, não se tem notícias se o prefeito VALMIR DA INTEGRAL encomendou algum laudo ao digno instituto para indicar que o preço do aluguel "era e está adequado as técnicas periciais" do digno instituto paraense.



Com laudo ou sem laudo, podemos atestar que o preço está dentro das "conformidade periciais sucupiranas".

Uma "perícia sucupirana" pode atestar que é o valor de mercado, isso é mole mole.

IML atesta na testa do povo de Parauapebas

O Instituto de Perícias que ganhou essa casa alugada (muito bem alugada) pelo governo VALMIR DA INTEGRAL é o mesmo que produziu um laudo dizendo que é normal o valor do terreno comprado em fevereiro por R$ 100 mil, vendido em agosto por R$ 800 mil e em dezembro foi indenizado pelo prefeito por R$ 15 MILHÕES. Embora, o GAECO e outras autoridades soubessem que sequer existia loteamento regular no local, vá entender.

Acredite, é normal, está em conformidade com as "técnicas periciais" encomendadas pelo prefeito de Parauapebas.

Evidente, tais técnicas podem explicar como um aluguel custava R$ 32 mil em janeiro, R$ 24 mil em fevereiro e R$ 10 mil em setembro.

sábado, 26 de setembro de 2015

Hoje, a população da Vila Sanção deixou o prefeito de Parauapebas falando sozinho

Ele é persona non grata, a filha também - prefeito de Parauapebas é xingado por populares 

video


Falando sozinho

Tudo transcorria muito bem, era o aniversário da VILA SANÇÃO, o povo saiu de casa pra comemorar, daí apareceu o prefeito de Parauapebas, o clima esquentou, os populares começaram a se retirar, acreditem, o Sr.VALMIR DA INTEGRAL não discursou nem 20 segundos, ficou constrangido, a população foi embora e deixou ele falando sozinho.

Bonito, não, mas o resto

Ainda, um dos cidadãos presentes se dirigiu ao político/empresário e lhe disse poucas e boas na cara, apenas não lhe chamou de bonito, o resto foi falado na sua lata.

O prefeito "botou o rabo entre as pernas e capou o gato",  sumiu, correu da VILA SANÇÃO.

Fica a lição

A população de Parauapebas está perdendo a paciência com tanto cinismo e desfaçatez, tanta manobra e tanta pouca vergonha.

Fica o recado do povo da Vila Sanção, não somente para o prefeito, mas para os VEREADORES/SECRETÁRIOS, isso mesmo, aqueles parlamentares de Parauapebas cujas esposas, filhos e parentes ocupam cargo de secretários no governo Valmir da Integral.

Prefeito de Parauapebas e filha, com medo, manobram para fugir da população

A maioria dos vereadores não aceitou participar da farsa montada na Câmara 

Sexta-feira, ontem, o prefeito e sua filha fizeram da Câmara um circo

A reunião foi escondida, sem a população, esta nem sabia, somente os vereadores que tem parentes secretários é que aceitaram receber o prefeito e a filha.

Os vereadores aprovaram uma convocação do prefeito e da sua filha (secretária de planejamento, aquela que planeja tudo), pois bem, em clara e fraudulenta manobra tentaram simular, no dia de ontem, uma prestação de contas para o legislativo mirim.

Surpreendendo à população, o prefeito e a filha, para fugirem de maiores esclarecimentos, juntamente com alguns vereadores/SECRETÁRIOS, realizaram um "simulacro" de reunião, uma vergonha que mancha a atuação dos vereadores que aceitaram participar dessa "farsa", evidente, um ato nulo.

Os documentos não deixam dúvidas

O único documento público que pode se dar algum crédito na farsa montada, trata-se do ofício recebido no gabinete do vereador BRUNO SOARES:


Veja que o vereador recebeu o comunicado algumas horas antes da hora marcada para início da farsa, ou seja, recebido no dia 25/09/15, às 12:32. A farsa estava programada, pelo próprio prefeito, para dia 25/09/15, às 16:00, isso mesmo, para uma sexta-feira às 16:00. O prefeito e a filha sabiam que a população de Parauapebas nem ficaria sabendo do "espetáculo", do escárnio.

Obviamente, quem tem um mínimo de respeito aos seus eleitores e ao povo de Parauapebas não participou dessa farsa.


Claro, o prefeito e a filha serão convocados novamente, com data marcada e com aviso à população de Parauapebas, para que se faça verdadeiramente uma audiência pública, não uma "palhaçada do mal".