quinta-feira, 30 de abril de 2015

Beto Richa - o infame do PSDB!


Como que um trabalhador, uma trabalhadora, um filho de pobre, vota num infame desse?

A realidade da educação nas escolas de Parauapebas

video


Excelente matéria numa escola de Parauapebas, realidade que se repete em várias outras! Os cidadãos sabem o caos que a cidade vive.

Em Parauapebas, a fantasia retratada na propaganda mentirosa do governo municipal é desmascarada por essa reportagem da TV LIBERAL.

Ministério Público atuando em Marabá, já em Parauapebas não há notícias...

Salame culpa dívidas herdadas do governo anterior,
de Maurino Magalhães, por falta de remédios e médicos

MARABÁ: Ministério Público discute medidas emergenciais para a saúde no município

A 6ª promotora de Justiça titular de Marabá Mayanna Silva de Souza Queiroz reuniu na última sexta-feira (24) com o prefeito do município João Salame Neto, o secretário municipal de saúde Nagib Mutran Neto e diretores da secretaria municipal de Saúde para tratar sobre a situação dos postos de saúde de Marabá, leste do Pará.

Com a realização de vistorias nas unidades de saúde do município pela 6ª Promotoria, foram encontrados problemas a exemplo da falta de médicos e de medicamentos para a população.

Um dos motivos para haver essa falta, na palavra do prefeito João Neto, está em função das melhorias nos departamentos, uma vez que os gastos aumentaram, a exemplo do Hospital municipal de Marabá (HMM) que recebeu aumento significativo no número de cirurgias mensais. A demora em reformar o Centro de Saúde Carlos Barreto foi um dos motivos apontados de dificuldade pelo prefeito na reunião.

Existem JUÍZES e "juízes da GLOBO"

Disse o JUIZ acerca da sentença do "juiz da Globo":


"MEDIEVALESCA QUE COBRIRIA DE VERGONHA QUALQUER SOCIEDADE CIVILIZADA"

:
Entre um JUIZ  e um "juiz da Globo" as diferenças são assustadoras 

Embora o JUIZ tenha sido cortês com a sentença do "juiz da Globo", os advogados alegam textualmente que o "juiz da Globo" manteve preso quem não quis delatar ou confessar (veja aqui), ou seja, há divergências em relação ao que motivou as decisões do "juiz da Globo", caso os advogados resolvam ir adiante, não prevalecendo execrável corporativismo no CNJ, a conduta que seria tida por "meadiavelesca" precisa de mais aprofundamentos investigatórios, o "juiz da Globo" deveria responder pelos seus excessos, não acham?

Veja o caso de outro "juiz padrão Globo", aquele do caso EIKE BATISTA.

Existem outros tantos, como esses do Pará, afastados dos seus cargos pelo CNJ.



Mais um que vai pra cadeia: Ex-prefeito é preso a pedido do MPPA



O ex-prefeito do município de Chaves Benjamin Ribeiro de Almeida Neto foi preso hoje, 29, a pedido do Ministério Público do Estado, por meio da promotora de Justiça Ana Maria Magalhães Carvalho. Ele é acusado de não ter apresentado a prestação de contas do ano de 2012, quando era o gestor municipal.

Ana Maria Carvalho explicou que o ex-prefeito já responde a 18 ações judiciais, entre cíveis e penais. Apesar de ter sido preso pela não prestação de contas de 2012, os anos de 2009 a 2011 também são objeto de ações do Ministério Público do Estado.

“O ex-prefeito estava se escondendo para não ser citado nas ações, por isso pedi a prisão preventiva. Entre as ações já ajuizadas contra Benjamin Ribeiro destacam-se as ações por improbidade e desrespeito ao decreto lei nº 201/67 que trata dos crimes cometidos por prefeitos municipais”, frisou a promotora de Justiça Ana Carvalho.

Texto: Edyr Falcão
Foto: portalmarajo.blogspot.com

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Revolta no PARANÁ. 200 FERIDOS - professor sendo espancado por ordem do governador do PSDB

Mais de 200 feridos no Paraná, sempre tem um tucano onde ocorre um massacre de trabalhadores! Ele é protegido da GLOBO!

richa_pm
Beto Richa (PSDB) quebra o Paraná e espanca os professores

feridos_profs

O governador BETO RICHA quebrou o estado do Paraná, já aumentou, este ano, em 50% todos os tributos estaduais, agora mandou um projeto pra pegar o dinheiro da previdência dos servidores, quer sumir com as aposentadorias dos trabalhadores.

Como um indivíduo desse é eleito e reeleito governador, somente com apoio do PIG, esses são as crias da REDE GLOBO.

Eles acham que terão chance em 2018! Perderão de novo!

Luiz Vieira diz o que aconteceu na sessão da CMP

SESSÃO DE 28 DE ABRIL - GOVERNO DÁ UM TIRO NO PÉ (OU FOI NO S...?)

Na sessão dessa terça, 28 de abril presenciamos mais uma vez o desespero do governo Valmir e sua base aliada na Câmara. Após uma manobra dos governistas que impediu a entrada do projeto de reajuste dos servidores na pauta na sessão anterior, foi aberta uma verdadeira campanha de linchamento dos vereadores da oposição, o conhecido G-7. Um comunicado do governo foi repetido exaustivamente nos meios de comunicação onde acintosamente atribuíam toda a culpa à oposição pelo não reajuste. A campanha foi tão violenta que valeu aquela máxima: "uma mentira repetida várias vezes se torna verdade".

Como se não bastasse a campanha difamatória, o governo convocou servidores para lotarem a câmara na sessão do dia 28 de abril. Da forma como a discussão do projeto foi direcionada, os vereadores governistas tinham a absoluta certeza de que mais uma vez não seria aprovado e os servidores revoltados promoveriam um quebra-quebra e linchariam os vereadores do G-7. Para você entender: legalmente o projeto teria que passar por duas comissões - Comissão de Constituição e Justiça e Comissão de Finanças e Orçamento. Se resolvessem seguir o Regimento, o projeto não entraria na pauta mais uma vez, pois a Comissão de Finanças e Orçamento não foi composta devido falta de entendimento do Solidariedade (SDD). Era tudo que o governo queria.

Tiro sai pela culatra

O prefeito até suspendeu o expediente e ordenou aos secretários que levassem todos à câmara. Com a câmara completamente lotada por servidores armados de faixas e cartazes, a guerra estava declarada e o resultado prometia ser catastrófico. Os vereadores da oposição perceberam o golpe que estava armado para eles e resolveram reagir. Mesmo descumprindo o regimento, resolveram votar o projeto e usaram a tribuna para denunciar a manobra. Falaram claramente que o prefeito estava tentando tumultuar a votação pois não tinha dinheiro em caixa para pagar o reajuste. Assim, colocaria a culpa na oposição e ganharia tempo.

O que era para ser o massacre da oposição, se transformou num massacre do governo. Cada vereador do G-7 foi aplaudido efusivamente a cada discurso, enquanto os vereadores governistas eram vaiados de forma vexaminosa. A vereadora Eliene chegou a dizer que se o governo diminuísse um pouco a corrupção, o vale alimentação que estava sendo proposto para R$ 400,00 poderia chegar a R$ 500,00. Foi uma péssima ideia o governo querer usar os servidores como massa de manobra. Quem teve essa ideia se esqueceu que o servidor tem pensamento próprio e inteligência para perceberem a realidade.

Bota fogo no sofá

Você conhece a história do marido traído? Um marido chega em casa e encontra a sua esposa se agarrando com o Ricardão no sofá. Revoltado, ele resolve botar fogo no sofá, e assim resolve o problema do chifre.

Foi mais ou menos isso que aconteceu ontem com o presidente vereador Brás. Para tentar resolver os problemas das vaias disse que baixaria uma portaria proibindo os assessores da casa de vaiarem vereadores. E engrossou a voz para avisar que quem descumprisse seria demitido e nunca mais voltaria lá. Será que o Brás se esqueceu que a ditadura acabou? Quer dizer que os pobres vereadores não tem mais direito de decidir sobre seus assessores? Daí lembrei-me da frase de uma música do Zé Geraldo:"quanto mais conheço os ditadores, mais eu amo meu cachorro".

Prefeito Valmir tem novo líder na câmara

Ontem o vereador Miquinha (PT?) fez um discurso que deixou o Odilom preocupado. Se o Valmir tiver um pouco de inteligência, trocará seu líder de governo e nomeará o Miquinha. Ele que sempre ficava em cima do muro, ontem se declarou de vez. Defendeu com veemência o governo e atacou raivosamente seus colegas que fazem oposição. O homem estava tão transtornado que passou por cima do manual de boas maneiras e civilidade e negou "aparte" a dois vereadores durante o seu pronunciamento.

Miquinha foi muito vaiado e populares gritavam "traíra" enquanto ele falava. Militantes do Partido dos Trabalhadores já estão se mobilizando para pedirem a sua expulsão juntamente com a do Euzébio que é governista desde sempre. Sendo expulsos, os dois perderão os mandatos.

Vereador não sobrevive com o salário se não for corrupto

Pasmem! Mas essa frase foi dita por Odilom durante o seu discurso. Falou que nem sabe se quer continuar vereador, pois não vale a pena. Reclamou do baixo salário de apenas 9 mil reais, enquanto um secretário ganha 14 mil. Disse em alto e bom tom e está gravado para quem duvidar que se um vereador não for corrupto, não sobrevive com esse salário. 

Odilom ainda tentou consertar mas acabou se complicando mais ainda. Sempre disse que o vereador Odilom é um bom orador e merece respeito por seus posicionamentos. Porém, ultimamente têm andado muito nervoso e incomodado. Até entendo a sua situação, pois defender um governo como esse é uma tarefa quase impossível

Sol do Carajás é homenageado na Câmara

Ontem, além dessa gafe, o vereador Odilom passou três minutos do seu discurso falando do Blog Sol do Carajás. Até tirou uma cópia e mostrou da tribuna. Depois falou que não se importava com esse blog, pois o que vem de baixo não lhe atingiria. É bom o vereador repensar seus conceitos e ouvir um pouco mais seus assessores. Com o respeito que tenho ao Odilom, vou conceder-lhe uma assessoria gratuita: às vezes o que vem de baixo incomoda e muito. Veja o exemplo do homem que sentou sobre um formigueiro. Se realmente o Sol do Carajás não tem importância vereador, o melhor é não citá-lo. Ao citar o nome de um blog ou de um blogueiro durante o seu discurso, mesmo sendo para atacar, está atribuindo grande importância e promovendo-o. Tenho certeza que hoje o Lindolfo bateu todos os recordes de acesso. Mas se quiser continuar citando o blog, recomendo que cite o Blogdoluizvieira também. Meus honorários de participação do Google engordarão minha conta bancária e eu agradeço.

G7 aprova aumento dos servidores contra a vontade do governo

Odilon, Zacarias e Braz, sob vaias, são forçados a votar pelo aumento

Odilon: vaias e repúdio da população

Sem dinheiro, governo tentou, mas foi derrotado

O governo negociou com o sincicato um aumento mínimo, sequer recuperou as perdas dos trabalhadores, enviou o projeto de lei para a Câmara, depois viu que não tinha mais dinheiro pra bancar o que havia acordado, assim orientou o vereador ODILON e o Braz pra barrarem o aumento ou atrasar a votação o máximo possível.

ODILON e BRAZ tentaram de tudo, mas os servidores, com apoio incondicional do G7, venceram a queda de braço com o governo municipal e garantiram seu aumento, na sessão de ontem na Câmara.

G7 autoriza governo a rodar folha suplementar

O governo tentou de tudo e impediu que a comissão de finanças e orçamento fizesse o relatório, mas o G7 aprovou o aumento dos servidores.

Pra evitar atraso e que os servidores recebam logo seu pagamento, os vereadores do G7 aprovaram a sugestão de que o aumento saia  em folha suplementar, caso não dê tempo de pagar na data prevista.

João do Feijão é abraçado na Câmara, Zacarias é vaiado



Alguns detalhes que dizem muito coisa, uma cena ocorrida na Câmara mostrou o quanto a população repudia o atual governo de Parauapebas, não bastasse as vaias aos vereadores da base, acredite, João do Feijão ao entrar na Câmara foi recebido com carinho pelos populares, todos pediam seu retorno, querem que ele volte a compor a oposição, pra reforçar o G7, o vereador ZACARIAS, que o substituiu, até o momento não agrada à população, recebe vaias.

Sindicatos pelegos

O momento era o mais propício para os sindicatos dos servidores públicos de Parauapebas avançarem em suas conquistas, apertarem um governo fraco, sem rumo, mas alguns sindicalistas, como os do SINTEPP, perderam o bonde, pelegos que são.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Nordeste: "É visível a transformação na vida das pessoas"

Depois de LULA e DILMA, antes deles era tudo muito difícil!



Estudo realizado pela consultoria Ceplan projeta que, em 2020, o Polo Automotivo Jeep vai contribuir com 6,5% do PIB de Pernambuco. Será uma curva ascendente, considerando que já em 2015, primeiro ano de operação, terá participação de 2,5% no conjunto de riquezas produzidas dentro do Estado. Essa geração de riquezas será feita predominantemente com o emprego de mão-de-obra local. O destaque fica por conta do percentual feminino na fábrica: 18% dos empregados do Polo Automotivo Jeep são mulheres. Dulcelene Araújo é uma delas. Dulce, como prefere ser chamada, se orgulha de ser uma das primeiras a ser contratada. Dulce e diz que é respeitada e ouvida com igualdade em relação aos homens.



Parauapebas: SEMOB não pagou, ele parou

MAIS UM PROTESTO DE VÍTIMA DO CALOTE, CAMINHÃO PARA SECRETARIA DE OBRAS DE PARAUAPEBAS - PROPRIETÁRIO NÃO TERIA RECEBIDO PAGAMENTOS




Protesto por falta de pagamento, aquilo que o povo denomina de CALOTE.

Parauapebas já está acostumada, a cidade não sabe onde foi parar o bilionário orçamento municipal, bilhões, como é possível não pagar um humilde caminhoneiro?





OAB realiza conferência em Belém e homenageia advogados vítimas da violência no Pará

DSC 6890---

Ao se pronunciar durante a abertura da VI Conferência Internacional dos Direitos Humanos da OAB, o presidente da OAB/PA, Jarbas Vasconcelos, demonstrou confiança com o legado que o evento deixará para a sociedade brasileira. “Nem tudo está perdido. Nem tudo é aquilo nós vemos em nossas casas pela televisão. A sociedade brasileira é muito mais que isso, e quer muito mais que isso”.   
Diante do presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, Vasconcelos salientou que o Pará “é fundamental para a firmação da democracia e da liberdade”. Destacou ainda que a conferência é feita, sobretudo, por professores em aliança viva com a sociedade. “Esta manhã reúne a academia e aqueles que lutam e efetivam os direitos humanos. Não há nenhuma entidade, rede ou organização não governamental do Pará que defende e trata da temática direitos humanos que não esteja presente aqui”... (leia no www.oabpa.org.br)

Assista ao vídeo (Dr. JAKSON e Dr. DÁCIO - Parauapebas)

video


Parauapebas: a ordem é barrar o aumento dos servidores


Os vereadores Odilon e Braz, seguindo ordens do Palácio Morro dos Ventos de Parauapebas, inventaram uma briga interna na Câmara pra tentar barrar o aumento dos servidores públicos, não sendo possível, em virtude da atuação dos vereadores da oposição, o Grupo G7, a ordem é retardar o máximo que puderem, já ganharam uma semana dos servidores.

G7 não aceita que governo retire proposta de aumento dos servidores

Os parlamentares do G7 não aceitam que o governo manobre para prejudicar os servidores, alertam que aprovarão o aumento e que será com data retroativa ao envio da proposta, não permitirão que os servidores sejam prejudicados deliberadamente pelos vereadores que apóiam o Morro dos Ventos.

Ameaças veladas

A atuação do G7 tem incomodado poderosos no município.

Em Parauapebas, o clima continua tenso, a oposição denuncia que está sendo seguida por "carros e caminhonetes" com 3 a 4 "pessoas", sempre, por "coincidência", passando várias vezes nos locais onde os parlamentares se encontram, numa clara tentativa de intimidação.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Trabalho Escravo: Ministério Público Federal denuncia Faisal Salmen

No site www.prpa.mpf.mp.br

Faisal Salmen: ex-prefeito de Parauapebas
 é denunciado

MPF ajuíza quatro ações contra trabalho escravo no Pará


No total, são cinco fazendeiros denunciados e 45 trabalhadores resgatados de situação degradante

O Ministério Público Federal (MPF) processou cinco fazendeiros por submeterem 45 trabalhadores a condições semelhantes às de escravo no Pará. As ações, ajuizadas nos municípios de Paragominas e Marabá entre os dias 30 de março e 15 de abril, pedem que os denunciados sejam condenados a até oito anos de reclusão, além do pagamento de multas.

As principais irregularidades encontradas durante as vistorias do Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho e Emprego foram a contratação de mão de obra sem documentação, falta de registro de empregados e ausência de pagamento de salários regulares; acomodação dos trabalhadores em locais desprovidos de condições mínimas de conforto, saúde, higiene e estrutura; inexistência de instalações sanitárias; não disponibilização de água potável; local impróprio para as refeições e ausência de higiene na preparação dos alimentos; ausência de fornecimento de equipamentos de proteção individual e utensílios de trabalho; isolamento geográfico e servidão por dívida.

As ações de Marabá, assinadas pela procuradora da República Lilian Miranda Machado, denunciam o casal proprietário da Fazenda Próspera, em Marabá, Faisal Faris Mahmoud Salmen Hussain e Maria do Socorro Plácido Torres, e o dono da Fazenda Rancho Alegre, em Rondon do Pará, Fábio Santos de Oliveira, que, juntos, mantinham cerca de 15 trabalhadores em situação degradante, submetidos a servidão por dívida e a jornadas exaustivas de trabalho

Já as ações de Paragominas, assinadas pela procuradora da República Nathália Mariel Ferreira de Souza Pereira, apontam que Maria Fernandes do Carmo Gomes, proprietária da Agricultura Gomes, em Ipixuna, e Herlando Lobato Nogueira, dono da Fazenda Estrela do Norte, em Paragominas, submetiam, juntos, 30 trabalhadores a condições semelhantes às de trabalho escravo.

Processo nº 0000972-96.2015.4.01.3906 - Justiça Federal em Paragominas

Processo nº 0000971-14.2015.4.01.3906 - Justiça Federal em Paragominas

(sem numeração judicial no momento da divulgação deste release)

Processo nº 0002026-15.2015.4.01.3901 - Justiça Federal em Marabá

Sol do Carajás recorre de censura



Na última sexta feira, 24/04/2015, o advogado HELDER IGOR informa que ingressou com um recurso contra uma sentença proferida em Parauapebas que censurou 09 postagens do blog Sol do Carajás.

Com o recurso, busca-se restabelecer a liberdade de expressão e o direito à informação, princípios basilares do ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.

O processo e a sentença continuam em análise, para outras providências, junto à outros órgãos do estado democrático, informa o advogado.

Será que a Lei de Itapoá-SC vale em Parauapebas/PA?

Prefeito e advogado são condenados por fraude em licitação





O prefeito de Itapoá, Sérgio Ferreira Aguiar, e o advogado Celso Correia Zimath foram condenados a 4 e 3 anos de detenção, respectivamente, por fraude em licitação. As penas de ambos os réus foram convertidas em prestação de serviços à comunidade, prestação pecuniária e pagamento de multa. Da decisão, ainda cabe recurso.

Sérgio terá de pagar 13 salários mínimos como prestação pecuniária e mais 32 dias-multa no valor de ½ salário mínimo por dia. O valor do salário deve ser o vigente à época do crime (2005). Já Celso pagará 10 salários mínimos e mais 24 dias-multa. 

Os dois foram denunciados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) por fraudar processo licitatório, durante a primeira gestão do prefeito em Itapoá, entre os anos de 2005 e 2008. A denúncia foi feita em 2005 e, em 2012, o prefeito foi reeleito.

Na época, o prefeito contratou o advogado Celso Zimath para prestar serviços advocatícios ao Município de Itapoá e aos administradores públicos da prefeitura. O contrato, por si, já é irregular. O advogado atuaria nas funções típicas de Procurador do Município e, ao mesmo tempo, como advogado particular dos administradores públicos. Tudo pago com recursos públicos da Prefeitura. Além da irregularidade na prestação do serviço, a contratação do advogado foi feita com dispensa de licitação.

Parauapebas - o município que mais perdeu recursos do ICMS

Inacreditável como a cidade está afundando com a incompetência do seu atual governo


A cota-parte do ICMS é a principal receita dos municípios brasileiros, durante o governo anterior de Parauapebas, de DARCI LERMEN, a participação de Parauapebas na cota-parte ICMS foi crescente, tanto em termos percentuais quanto no valor recebido, deixando para o seu sucessor um percentual de 20,12%, o maior da sua história, mas esse tempo já era.

Incompetência 

A incompetência do atual governo não tem limites, desde que assumiu a gestão de Parauapebas a cidade passou a declinar, perdendo muitos recursos na sua cota ICMS, em 2013 a participação era de 20,12%, caiu para 20,08% no ano seguinte e em 2015 caiu mais ainda, ficando em 16,91%.

Em valores, para 2015, o governo de Parauapebas recebeu até o momento R$ 104.419.967,83 quando poderia ter recebido R$ 123.994.852,39, caso o percentual fosse aquele deixado pelo prefeito DARCI LERMEN, ou seja, a cidade perdeu R$ 19.574.884,56 - quase 20 MILHÕES, em apenas 4 meses.

20 MILHÕES

O valor é altíssimo, com esse dinheiro o governo VALMIR DA INTEGRAL poderia comprar mais um terreno do seu financiador de campanha, HAMILTON RIBEIRO, ainda sobrariam cerca de R$ 4 MILHÕES, o que daria para contratar a banda SKANK pra fazer 10 shows, isso a R$ 400 mil, caso contratasse a banda sem intermediários, diretamente com seu representante exclusivo, seriam 20 shows, no mínimo.


Veja relação da COTA ICMS dos Municípios na SEFA

domingo, 26 de abril de 2015

Prefeito faz contrato consigo mesmo, está solto, é do PSDB!

Prefeito assina contrato consigo mesmo em Minas Gerais


O anedotário político brasileiro, movido a patrimonialismo, renova-se sempre. A mais nova história vem do sudoeste de Minas Gerais: em São Sebastião do Paraíso, após fraudar o SUS em R$ 5 milhões, dono de hospital se elege prefeito e instala o Hospital Municipal e a Secretaria de Saúde em prédio de sua propriedade, sujeitando a prefeitura ao pagamento de multa mensal de R$ 40 mil se o edifício não for entregue em boas condições. O contrato, assinado entre o prefeito Rêmolo Aloise (PSDB) e o proprietário Rêmolo Aloise (!) tem validade até dezembro de 2016, quando termina seu mandato.
A anedota paraisense se desdobra em três atos:
Primeiro ato: a Polícia Federal deflagra a Operação Torniquete em 19 de maio de 2006, com o cumprimento de oito mandados de prisão e de busca e apreensão de documentos. Constatou-se a falsificação de fichas de atendimentos e laudos de exames de modo a fazer o hospital receber recursos do SUS por serviços não-prestados. De acordo com o Ministério Público Federal, foram encontradas 107.876 fichas de atendimento ambulatorial e 1.958 laudos de ultrassonografia e mamografia falsificados. O valor exato da fraude chegou a R$ 4.947.338,92.

Doações de terrenos - MPPA abre inquérito contra Sydney Rosa, em Paragominas

Sydney Rosa - doações de terrenos na mira do MP


A promotora de justiça titular da 2ª Promotoria de Justiça de Paragominas, Marcela Christine Ferreira de Melo Castelo Branco, instaurou, no último dia 22, Inquérito Civil(IC) par esclarecer suposta doação ilegal de terrenos feita pela prefeitura do município em benefício de particulares. Entre os investigados, estão o secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Odilson Antônio Silva Picanço , e os ex-prefeitos Shydnei Rosa e Adnam Demachki. Tal conduta incorre em improbidade administrativa e fere o Art. 17,parágrafo 4º da Lei 8.666,a respeito da alienação de bens da Administração Pública.

O caso

A-No dia 25 de fevereiro de 2015, a promotoria recebeu a Ilenita Avelino Ribeiro e Ribeiro que requeria providências legais contra ameaças que vinha sofrendo, ela e a filha Cássia Manuela Ribeiro do Nascimento por terem ganho uma causa de reintegração de posse. Ilenita apontava como autores das ameaças Débora da Silva e seu pai Pedro da Silva. Após alguns registros de ocorrência,como persistiram as ameaças contra as duas, foi realizada uma audiência extrajudicial para ouvir as partes. A promotora pediu vistas dos autos e constatou um documento de doação assinado pelo secretário Odilson Picanço. O terreno pertencia à Prefeitura Municipal e em uma área destinada à construção da sede da Escola Técnica Estadual,mas ao invés disso, os dotes foram doados a diversas pessoas no ano de 2012(ano eleitoral).

sábado, 25 de abril de 2015

Roupa Suja


Bárbara Eugenia & Pélico (com João Erbetta)

Agora que você diz
Que não tem jeito sem dor
Demora, e não quer se enroscar
Agora chega pra mim
Dizendo "cantar cura o mal"
História, é conversa pra boi dormir
Eterniza a solidão, pior, faz bem não

Pra quê mexer nisso aí
Não há partilhar nem dor, esmola
Nunca fui de me encostar
Tenho que admitir: covarde diante do amor
Em troca, o meu canto sorriu e sorrir
Se isso é solidão, melhor não ser não

Vai se perguntar onde foi que errou
Vou me arrepender e dizer que não

Tudo se resume, tudo se resume a uma
Tudo se resume, tudo se resume a uma
Uma dúzia, tantas dúvidas, as mesmas velhas dúvidas
E você numa atitude responsável me deixou suspenso no ar
Não é do meu feitio mais me entregar
Se foram as noites brancas que eu te dei
Por que essa roupa suja pra lavar, se não tínhamos o menor cabimento?
E pensando bem a gente deu o que tinha que dar

Tudo se resume, tudo se resume, tudo se resume a uma
Tudo se resume, tudo se resume, tudo se resume a uma
Uma dúzia, tantas dúvidas, as mesmas velhas dúvidas
E você numa atitude responsável me deixou suspensa no ar
Não é do meu feitiomais me entregar
Se foram as noites brancas que eu te dei
Por que essa roupa suja pra lavar, se não tínhamos o menor cabimento?
E pensando bem a gente deu o que tinha que dar

Tudo se resume, tudo se resume a uma...

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Por falta de dinheiro, governo trava aumento dos servidores na Câmara



Pegou mal para a base do governo liderada pelo ODILON e tendo a presidência da casa, o vereador BRAZ, não ter aprovado o aumento dos servidores, pensando que o servidores e o povo são bobos. 

Como não tem dinheiro?

O governo ainda publicou uma notinha mentirosa, na verdade não engana mais ninguém, a cidade sabe que falta dinheiro e agora não tem como dá calote, terá que conceder o aumento, pois a oposição não permitirá que o governo e sua base enrolem os servidores.

Odilon não quer aumento

Inventaram uma briga no SDD, partido do Braz e do Odilon, com único motivo, ajudar o governo, adiando o aumento dos servidores.

Não tem dinheiro em caixa, por isso os vereadores que apoiam o governo inventaram uma briga no seu partido pra adiar o aumento dos servidores.

G7 cobra aumento urgente dos servidores

O G7 não aceita a manobra e quer o aumento dos servidores, imediatamente. Mesmo o projeto sendo do governo, o G7 aceita fazer o relatório, quem sabe pode até melhorar.

O governo tem que colocar o projeto em pauta, o G7 exigirá a votação na próxima sessão.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

E em Parauapebas? Quando vão divulgar? Escondem por quê?

STF decide que é legítima a divulgação de vencimentos de servidores



Mas em Parauapebas não se divulga, ninguém sabe quem é quem? Será por quê? 

O cidadão tem o direito de saber, a Lei de Acesso à Informação obriga a divulgação, mas Parauapebas é Parauapebas!

Em ação judicial já foi pedida a relação, o judiciário determinou a apresentação dos documentos que foram solicitados, mas ao que parece, depois de um ano, nada foi cumprido.

Será?

G7 aprova aumento para os servidores, mas governo VALMIR DA INTEGRAL manda retirar proposta

O vereadores PAVÃO e ARENES exigem que governo assuma compromisso e não dê calote nos servidores

Pavão: "faço questão de ser relator desse projeto,
o G7 apóia incondicionalmente, queremos aumento
 já para os servidores, não aceitaremos quebra do acordo"

Arenes, Pavão e todo o G7 fizeram de tudo para que o governo municipal colocasse o projeto de lei de aumento que prometeu para os servidores em pauta, na sessão da Câmara de ontem, mas a base de apoio do governo, que tem o vereador BRAZ como presidente, não cumpriu o acordo e deixou os servidores na mão. Braz não colocou o projeto pra votação.

Arenes: "governo está enrolando os servidores,
o projeto de aumento dos servidores nós aprovamos
 e ainda podemos melhorar para os servidores.
Mas a verdade é que o governo quer enrolar os servidores!"

Vereadores da base prejudicam servidores

Os 8 vereadores da base de apoio ao prefeito e de oposição ao povo e aos servidores de Parauapebas enrolaram mais uma vez, não fizeram relatório e o vereador BRAZ, sob comando do vereador ODILON, não colocou em pauta o projeto de aumento dos servidores.

G7 apoio aos servidores

O G7, grupo de vereadores que enfrentam o malsinado governo municipal, estranhou o fato do projeto de aumento dos servidores de Parauapebas não ter sido colocado em pauta pra votação, nem ter sido apresentado o impacto financeiro, há quem diga que tudo é uma grande manobra do governo, que nem orçamento teria pra pagar o aumento, não por falta de recursos, mas é que o aumento da remuneração dos trabalhadores não é e nunca foi prioridade do governo atual.

Ora, se o G7 apóia, se o governo apóia então o vereador Braz não pôs pra votar por quê?

Simples, governar! Planejar!

Em Marabá, João Salame vai mudando a realidade do município!

Como é simples: Veja aqui no HIROSHI BOGEA

Em Marabá, administrada por JOÃO SALAME, é nítido que as coisas vão andando, a administração, apesar das dificuldades e sem recursos comparáveis aos de Parauapebas, mas com planejamento, escolhas certas, prioridades - PLANEJAMENTO. 

Com uma atuação política sábia e uma articulação com o governo federal e estadual, superando diferenças quando o importante é trazer resultados para a população. Simples assim!

Em Parauapebas, o atual governo vai afundando o município!



Já Parauapebas, sem administração, é nítido que as coisas estão afundando, apesar da abundância de recursos, BILHÕES e BILHÕES, mas nada anda, a cidade está dominada pelo lixo, sem saúde pública, faltam escolas para as crianças, a violência assusta as famílias de bem, enfim, sem PLANEJAMENTO.

Sem articulação, o governo faz uma lambança a cada dia, a prioridade agora é CENSURAR quem levantar a voz contra os desmandos locais.

Simples assim!

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Parabéns ao Promotor e ao MPPA em Marabá, já em Parauapebas, tudo pode, mas um dia muda!

MARABÁ: MPPA obtém quebra do sigilo fiscal e bancário de 15 vereadores, por suspeita de "mensalinho"

O Ministério Público do Estado, através da 11ª Promotoria de Justiça de Defesa da Probidade Administrativa, continua a investigar a denúncia da existência de um “mensalinho” na Câmara Municipal de Marabá, no período de 2009-2012, cujo prefeito, à época, era Maurino Magalhães de Lima.

A denúncia do Prefeito João Salame Neto repercutiu na imprensa local, já que a declaração foi em evento público onde estavam presentes agentes de trânsito e integrantes da Guarda Municipal da Prefeitura de Marabá, o que ocasionou a instauração de inquérito civil pelo Ministério Público para apuração de enriquecimento ilícito dos vereadores.

O Inquérito civil foi instaurado a partir de denúncia feita pelo prefeito João Salame Neto, tão logo assumiu a Prefeitura de Marabá, em janeiro de 2013, de que tinha visto uma relação de nomes de vereadores que recebiam dinheiro do Prefeito Municipal anterior em até 40 mil reais.

A apuração ganhou novo impulso a partir da quebra sigilo fiscal e bancário dos vereadores da legislatura passada. São eles: Alécio Stringari, Antônio Hilário, Vanda Américo, Leodato Marques, Irismar Araújo, Gerson do Badeco, Antônia Carvalho, Edivaldo Santos, Ronaldo Batista Chaves, Nagib Mutran Neto, Júlia Rosa, Miguel Gomes Filho, Regivaldo Carvalho, Ismaelka Queiroz e Ronaldo Alves Araújo. Dois deles, Leodato Marques e Regivaldo Carvalho assumiram o cargo provisoriamente, como suplentes. Já Antônio Hilário, Ismaelka Queiroz e Ronaldo Alves Araújo, não se reelegeram para a atual legislatura; os demais conseguiram a reeleição.

“Em razão da quebra do sigilo fiscal e bancário dos vereadores mencionados, o Ministério Público determinou nova oitiva dos envolvidos, a fim de prestarem esclarecimentos a respeito das novas informações obtidas pelo MP. Já foram ouvidos até agora o vereador Alecio Stringari e o ex-vereador Antônio Hilário, o Antônio da Ótica”, relatou o promotor de Justiça Júlio César Sousa Costa.

Nas próximas semanas serão ouvidos os vereadores Vanda Américo, Leodato Marques, Irismar Araújo, Gerson do Badeco, Antônia Carvalho, Edivaldo Santos, Ronaldo Batista Chaves, o Ronaldo Yara, Nagib Mutran Neto, Júlia Rosa, e os ex-vereadores Ismaelka Queiroz e Ronaldo Alves Araújo, o Ronaldo da 33. Os que já foram ouvidos estão obtendo o prazo de 120 dias para apresentar documentos que comprovem a origem legal dos valores que movimentaram entre os anos de 2009 e 2012, diante de alguma inconsistência detectada.

Texto: 11ª Promotoria de Justiça de Defesa da Probidade Administrativa de Marabá.
Edição de Texto: Venícius Franco.
Revisão: Edyr Falcão

terça-feira, 21 de abril de 2015

SOL DO CARAJÁS - CENSURADO A PEDIDO DE FLÁVIA DA INTEGRAL, FILHA DO PREFEITO DE PARAUAPEBAS

Resultado de imagem para blog censuradoO Juizado Especial Cível de Parauapebas, nos autos do Processo n° 0000308-27.2015.814.0040, em ação da Sra. FLÁVIA CRISTINA QUEIROZ MARIANO, condenou à revelia o Blog SOL DO CARAJÁS, por seu titular, Lindolfo Mendes, ao pagamento de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), censurando 09 (nove) postagens que tratavam de nepotismo, funcionários fantasmas, gastos sem licitação e atrasos de pagamentos para a UFPA.

As postagens objeto da petição inicial já foram todas excluídas

Postagens tidas como não verdadeiras e ofensivas

As referidas postagens foram tidas como não verdadeiras pela sentença e consideradas ofensivas à filha do prefeito de Parauapebas, Sra. FLÁVIA CRISTINA QUEIROZ MARIANO, mais conhecida como FLÁVIA DA INTEGRAL, que também é secretária municipal de planejamento.

Nepotismo - tem ação judicial

O NEPOTISMO, abordado nas postagens, foi objeto de ação popular com a concessão de liminar judicial, determinando o afastamento da Sra. Flávia do cargo público que então ocupava, veja no site do TJPA: 0007065-71.2014.8.14.0040.  

A decisão judicial determinando o afastamento da Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL foi no dia 23 de julho, no dia 24 ela foi exonerada do cargo e, na mesma data, nomeada para secretária municipal de planejamento.

Gastos sem licitação são verdadeiros

A afirmação de que foram realizados gastos de mais de R$ 500 Milhões sem licitação resulta de consulta no Portal da Transparência e de ações no site do TJPA,  nos seguintes processos: 0002197-16.2015.8.14.00400006697-96.2013.8.14.00400007065-71.2014.8.14.00400009475-39.2013.8.14.00400011071-24.2014.8.14.00400008403-80.2014.8.14.00400009352-07.2014.8.14.0040.

Nas ações acima estão relacionados apenas gastos sem licitação questionados em ações populares, com deferimento de liminares judiciais suspendendo os contratos que podem ultrapassar os R$ 200 milhões.

Gasto total sem licitação vai além dos R$ 600 milhões, basta consultar o Portal e o Diário Oficial do Pará.

Wellington Valente: advogado particular do Sr. VALMIR DA INTEGRAL, do
GESMAR ROSA e da Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL, mas contratado sem
licitação pela SAAEP e Câmara de Vereadores

Não bastasse a existência das ações, o próprio advogado da Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL, Dr. Wellington Valente, é sócio de escritório de consultoria jurídica, contratado sem licitação pela SAAEP (autarquia municipal de águas e esgotos) e da Câmara Municipal.

Como tal afirmação não seria verdadeira?

Sentença não apontou quais os termos e as expressões ofensivas utilizadas pelo Blog

A sentença não apontou um termo ou uma expressão que o censurado tenha dirigido à Sra. FLÁVIA DA INTEGRAL, o que pode-se creditar ao rito do juizado especial que não comporta tema tão complexo e caro à democracia como o é a LIBERDADE DE EXPRESSÃO e o DIREITO À INFORMAÇÃO, ainda mais quando envolve agente político, titular de secretaria municipal.

CENSURA SERÁ OBJETO DE RECURSO

Dr. HELDER IGOR


Dr. HELDER IGOR, competente advogado, está analisado a sentença e o processo, após ingressará com os recursos cabíveis.

Em análise preliminar, em conversa informal, Dr. HELDER informa que há grande possibilidade do recurso ser exitoso.

Para Dr. HELDER, o rito do juizado especial cível não permite que a causa seja debatida com a amplitude que o tema merece, dada sua reconhecida complexidade, ou seja, a liberdade de expressão, envolvendo notícias sobre agente público de um governo e seus direitos de personalidade, associada ao interesse público pela informação, citando inúmeras causas similares que chegam ao Superior Tribunal de Justiça (REsp 1297787/RJ; REsp 680794/PR), mantida a competência do juizado especial sequer se poderá recorrer para aquele Tribunal, diz o advogado, emendando, "como que um tema tão caro à democracia e ao estado de direito pode ficar circunscrito à uma vara do juizado especial de pequenas causas?"

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Aniversário - Darci Lermen

Ontem, 19 de Abril, o ex-prefeito de Parauapebas, DARCI LERMEN, fez aniversário, a data não passou despercebida pelos seus amigos


Darci Lermen é homenageado na cidade de Parauapebas, seus amigos espalharam "outdoors" pela cidade, lhe parabenizando pela data do seu aniversário.

Preferência

Sondagens apontam que DARCI LERMEN é amplamente favorito para a disputa eleitoral de 2016, quando os cidadãos escolherão o novo prefeito da cidade.