terça-feira, 31 de dezembro de 2013

FELIZ 2014 - O ANO QUE VIRÁ!



O Ano Que Virá
Beto Mi


Caro amigo, te escrevo
Assim eu me distraio um pouco
Estou fazendo tratamento pros nervos desse mundo
Que tá muito louco
Desde que você foi embora,
Tenho uma grande novidade
O ano velho acabou
E até agora nada muda aqui nesta cidade
A gente não sai de casa, mesmo por um bom motivo
Falando nisso,
Cortaram as asas e o bico do meu paraíso
E nós ficamos calados por uma semana inteira
E o outro, quando resmunga, coitado!
Abre a boca e só fala besteira

Mas a televisão nos disse:
"O ano que virá trará uma grande transformação"
E todos nós estamos a esperar
Serão três noites de luz
E o quanto mais não importa
Pois, cada Cristo descerá da cruz
E os gênios estarão de volta
E se terá comida sobrando em cada mesa
E até os surdos irão escutar
O que os mudos falam com certeza
E se fará amor, cada um como bem quiser
E cada rosa assumirá sua flor
Seja ela homem ou mulher
E, sem grandes distúrbios, alguns ricos sumirão
Serão, talvez, os espertos, cretinos
Cada qual de sua geração

Veja, caro amigo, o que eu te escrevo e te digo
E como estou contente de estar aqui com esta gente
Veja, veja, veja, veja
Veja, caro amigo, o que a gente tem que inventar
Para poder se gozar e continuar esperando
E, se esse momento passasse num instante
Veja, caro amigo, como é divino e importante
Que nenhum de nós estejamos

O ano que está chegando
Daqui a um ano será saudade
Eu estou lhe preparando esta grande novidade.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

PREFEITO DE PARAUAPEBAS COMPRA 103 ÔNIBUS! UMA LOUCURA GERAL!

Prefeito, após ser acusado de fraude, comprou 103 ônibus para fazer o transporte escolar no município! Tudo no improviso e no desperdício do dinheiro público!


Tudo feito sem qualquer planejamento, "na tora", como diz os populares, uma loucura geral, o prefeito de Parauapebas realiza a maior compra de ônibus que um município efetuou no país, uma loucura geral.

Talvez, acuado por graves acusações de fraude no transporte escolar, o prefeito de Parauapebas resolveu empreender mais uma de sua maluquices administrativas, comprou sem qualquer estudo de demanda uma das maiores frotas de ônibus do país, diz que reduzirá o custo com transporte pela metade, após, sob suspeita de fraude, triplicar os gastos com transporte escolar no município.

Caso você ache que já viu de tudo, as loucuras do prefeito parece não ter fim, segundo Valmir da Integral, os gastos com o transporte público escolar devem cair pela metade com a aquisição da frota. “Vamos contratar, por meio de licitação, uma empresa para cuidar da manutenção dos ônibus e, ainda assim, economizaremos cerca de 50% do valor que gastamos hoje com locações”, diz o prefeito da Integral, mas não explica como os custos serão reduzidos, a matemática do prefeito não fecha, tem algo muito errado na tabuada do "Sr. Integral".

Quem ficou satisfeito com a maluquice do prefeito foi o dono da Sulpará Caminhões e Ônibus,  nenhuma prefeitura adquiriu uma frota do tamanho da de de Parauapebas. “Em relação a transporte escolar, esta é uma das maiores vendas que já efetivei. Parauapebas está de parabéns com a nova frota”, disse um consultor de vendas para a Ascom do prefeito.

O Sr. Valmir Integral brinca com o dinheiro do povo de Parauapebas!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

PARAUAPEBAS: NOMES DE 2013

NOMES DO ANO DE 2013

O Sol do Carajás elencou alguns nomes que se destacaram em Parauapebas, no ano de 2013. A análise foi realizada a partir dos comentários dos leitores e da audiência alcançada com as matérias relacionadas aos personagens, sempre uma boa repercussão junto aos leitores do Blog:
_________________________________

SOCIEDADE CIVIL

O Dr. JAKSON, presidente da OAB-PA, subseção Parauapebas, é o grande 
nome na avaliação dos nossos leitores. A simplicidade, a humildade, 
a coragem e a determinação à frente da OAB-PA tem sido 
de grande importância para o município  de  Parauapebas, 
o reconhecimento é uma consequência natural.
 _________________________________________________

POLÍTICA - MULHER 


A vereadora ELIENE SOARES (PT) foi a personagem do ano 2013 na
política local, com uma atuação muito elogiada na Câmara Municipal.
Independência e com um mandato popular, fiscalizando,
legislando, ouvindo seus eleitores e sua base partidária foram

 a marca da vereadora. Primeiro mandato, uma renovação na política local.
_______________________________________________________

POLÍTICA - HOMEM


O vereador BRUNO SOARES (PP), também no primeiro mandato, 
para os leitores do Blog foi um dos grandes personagens
 do ano 2013 em Parauapebas. Atento, sempre presente e com
 uma ativa  participação no legislativo, o vereador  mostra experiência
 e encara o mandato recebido com muita seriedade e 
sintonia com os temas mais importantes para o município.
____________________________________________________

BLOG DO ANO 2013


Blog do Luiz Vieira
Luiz Vieira apresentou a Parauapebas uma das melhores
 opções de leitura na internet.  Expondo suas idéias 
sempre com sensatez e com o encargo de ter sido membro
 por 8 anos do governo anterior, mas nem por isso se intimidou,  
mostrou a cara  e já firmou posição na blogosfera, 
sendo uma leitura obrigatória para quem acompanha a política local.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

BRASIL: ELEIÇÕES 2014 - OPOSIÇÃO SEM CHANCES!

As chances das oposições e a tentativa da Exame


Autor: Rudá Ricci

A revista Exame entabula várias matérias enquadradas no amplo título "Tendências 2014".

Inaugura a seção com uma matéria sobre política (o título é "A maré pode virar?") que é sucedida por uma série de outras que procuram fundamentar a tese desta primeira. Qual tese? Que a maré política pode virar.

Quem acompanham meu blog sabe que não vejo a menor chance disto ocorrer em 2014. O que não será o mesmo a partir de 2015.

A tese começa com um primeiro dado: 66% dos brasileiros querem mudanças em relação ao governo federal. Fato: pesquisa Datafolha. O que a matéria não trata é o motivo, então, para Dilma retomar seus índices de popularidade com certa celeridade. Mas a matéria cita outro dado: 60% dos eleitores receiam que a inflação aumente nos próximos meses. Fato. O que a matéria não diz é que pesquisa da CNI revelou que 63% dos brasileiros acreditam que hoje é mais fácil subir na vida que nos últimos dez anos. Também não informa que o último índice de desemprego do país é o mais baixo da série histórica.

Com as omissões que cito, a conclusão se tornou enviesada: as oposições teriam, afinal, sua chance em 2014. Não terão. O que faltou à matéria foi articular os dados. Se o fato é que Dilma não tem lá popularidade muito consistente, não é verdade que o eleitor acredite que é da oposição que virá o horizonte perdido de Shangri-La. Sugerem, na verdade, mudança a partir do governo Dilma, não fora dele.

Afirmei, em outra postagem, que comentaria algo de outro livro que acabo de terminar a leitura (Vozes do Bolsa Família) a respeito do imaginário das mulheres que recebem recursos da política de transferência de renda do governo federal. É daqui que vem o voto mais fidelizado ao lulismo. Acho que é boa hora para comentar alguns dados e, assim, contribuir para o leitor perceber de onde vem o voto não-oposicionista do Brasil. Não vem da classe média tradicional que já é anti-lulista desde muito tempo.

Para não me delongar, vou resumir as conclusões dos autores:

1) Todas mulheres registram mudanças positivas em suas vidas a partir do Bolsa Família (BF);

2) Contudo, não se alinham a noção que o programa é um favor. Várias afirmam se tratar de direito. Uma delas chega a citar os políticos, que desviam dinheiro público (fruto dos impostos pagos por cidadãos como ela, reforça). Portanto, concluem, elas teriam direito a receber alguma coisa, já que os políticos retiram mais do que precisam;

3) Lula aparece não como o melhor politico, mas porque tem na memória seus dias de penúria. Ele vivenciou a vida que elas levam;

4) A grande maioria afirma que só vota porque é uma obrigação, mas que o voto em Lula melhorou, de fato, sua vida;

5) Todas dizem que se homem receber o BF, vará besteira;

6) A quase totalidade continua trabalhando, mesmo recebendo o BF. Caso das alagoanas entrevistadas que ainda cavam areias em Maragogi (Alagoas) para coletar maçunins. De cócoras, por horas a fio, o que agrava as dores na coluna. Veja a foto de uma beneficiária do BF catando o marisco (também conhecido como vongoli).

Vamos lá. Não se trata de voto cativo no lulismo. Não é fidelização imediata. É reconhecimento. Talvez, empatia. O cara era pobre (não é mais, registre-se, para as entrevistadas). Portanto, Lula teria mais sensibilidade para com os pobres. E ponto final.

A classe média, incluindo os editores destas revistas voltadas para a classe média tradicional, não compreendem o mundo que está abaixo socialmente de sua existência. Lembro das lições que tive quando fui foca do falecido Jornal da Tarde. Naqueles tempos, as matérias de fundo tinham este caráter investigativo, não apenas para capturar a corrupção da vez, mas para entender o Brasil. Hoje, esta captura do mundo real, do trabalhador simples, é tarefa de cientista social acadêmico.

Uma pena porque revistas e jornais não conseguem compreender o país. Destilam ódio e discriminação. Acreditam que todos pobres que recebem BF estão perto da base da pirâmide alimentar e não sabem pensar. Todos, presas fáceis dos espertos de plantão. Como os leitores das revistas.

PARAUAPEBAS: RETROSPECTIVA POLÍTICA 2013 - POR LUIZ VIEIRA

Blog do Luiz Vieira


RETROSPECTIVA POLÍTICA - (PARTE II)

Um Começo Desastroso


O que levaria um prefeito que foi eleito com quase 55% dos votos numa eleição disputadíssima a levar uma sonora e estridente vaia no dia da posse?

A resposta não é tão simples assim. Temos que fazer uma análise cuidadosa voltando ao tempo da campanha. A campanha do Valmir começou mal. Para quem se lembra, até agosto de 2012 quase não se via carro de som ou qualquer instrumento de propaganda da turma do 55 nas ruas. A campanha do candidato governista Coutinho dominava o cenário político. O grande problema é que Valmir não tinha grana e os empresários o viam com desconfiança. Sei de um episódio sobre um empresário de São Paulo que veio a Parauapebas para investir 7 milhões no Valmir em troca da garantia do contrato da coleta de lixo. Um conhecido empresário local que apoiava o Coutinho e depois se tornou o grande financiador da campanha do Valmir convenceu o empresário paulista a desistir da empreitada e voltar para São Paulo. "Isso não tem futuro. O velho não vai ganhar a eleição e além do mais não tem palavra", teria dito o empresário de Parauapebas.

Valmir estava em condições nada favoráveis. Com inúmeros cheques sem fundos na praça e com sua empresa falida, os cobradores o cercavam e os apoiadores fugiam dele. Os candidatos a vereadores o pressionavam e impunham prazo sob ameaça de deixar a campanha. Um importante candidato -vereador Faisal- jogou uma par de terra na campanha do Valmir. Foi para a rádio Arara Azul e anunciou que estaria abandonando sua candidatura. Falou claramente que o Valmir tinha loteado o futuro governo e estava rodeado de gente interesseira, e caso se elegesse o seu governo seria um fracasso. Parece que o experiente Faisal estava profetizando.

A campanha de Valmir foi para as ruas se arrastando somente em setembro. Um grupo de empresários de Parauapebas liderados pelo Zé Rinaldo resolveu por as mãos na massa. O Comitê Eleitoral que era uma bagunça, começou a funcionar em ritmo empresarial. As contas começaram a serem pagas ou negociadas. A agência publicitária que foi contratada ainda não tinha recebido um centavo. Prendia o material publicitário e ameaçava entregar tudo para o Coutinho e ir embora. Com a primeira parcela do acerto resolveu trabalhar mas com uma condição: a garantia de que pegaria o rico contrato de publicidade da prefeitura. E assim aconteceu.

A campanha do Valmir nasceu assim. Em meio a desastre, a chantagens, a promessas e traições. Valmir teve que lotear todo o governo como afirmara Faisal. O problema maior é que ele comprometeu o mesmo espaço com várias pessoas. Um exemplo foi a Secretaria de Educação que ele prometeu para três pessoas. Teve gente que até escolheu sua equipe de diretores e depois ficou a ver navios. Você, caro leitor, acha que isso poderia dar certo? E deu no que deu. O Prefeito se elegeu após uma campanha que não empolgou ninguém. Seus comícios eram vazios e suas passeatas mais pareciam cortejo fúnebre. As carreatas que já se tornaram tradição em Parauapebas ficavam só na promessa: "semana que vem faremos uma para arrebentar", prometiam seus correligionários, e sempre ficava para depois e nada de acontecer. 

Valmir ganhou a eleição fácil. Aí começou seu inferno. Os apoiadores começaram a lhe procurar para cobrar as promessas. Quando ele começou a anunciar seu secretariado descobriram que caíram no maior calote eleitoral da história. Foi a maior fraude eleitoral nunca vista em Parauapebas. Não deu outra. O que era festa e esperança se transformou em ódio e revolta. Isso explica o clima e as vaias que Valmir tomou em plena festa da posse.

Pobre Parauapebas! A mudança prometida e tão alardeada ficou para o futuro.

Leia mais:
http://www.blogdoluizvieira.blogspot.com.br/2013/12/retrospectiva-2013-na-politica-de.html

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

PESQUISA DÁ VITÓRIA A HELDER BARBALHO PARA GOVERNADOR

PESQUISA ELEITORAL NO PARÁ DIZ QUE HELDER BARBALHO SERÁ GOVERNADOR EM 2014, MAS DISPUTA SERÁ ACIRRADA TANTO NO PRIMEIRO QUANTO NO 2° TURNO.

EX-PREFEITOS DE PARAUAPEBAS APARECEM NA LISTA PARA DEPUTADO, MAS MILTON ZIMMER É O MAIS CITADO. DESTAQUE PARA FAISAL.


HELDER EMPATA COM JATENE NO 1° TURNO E 
VENCE NO 2°, MAS CENÁRIO É DE DISPUTA ACIRRADA

PARA GOVERNADOR

A pesquisa foi divulgada no Blog do Bacana, realizada pelo Instituto Acertar, em 39 municípios, envolvendo todas 12 regiões do estado, foram 1200 entrevistados, os números mostram um cenário desfavorável para a reeleição do governador Jatene, corroborando a pesquisa do Ibope que aponta o governo do Pará como um dos piores do Brasil. Veja o resultado:

1° Turno
29,3% - Helder Barbalho
29,2% - Simão Jatene
19,3% - Ana Júlia Carepa
4,8% - Duciomar Costa
1,9% - Fernando Carneiro
8,8% - brancos e nulos
6,7% - indecisos

2° Turno
40,4% - Helder
39,5% - Jatene
14,0% - brancos e Nulos
6,1% - não sabem

PARA SENADOR

Para senador a disputa também é acirrada, com destaque para a altíssima rejeição ao candidato Paulo Rocha, cerca de 42%:

CENÁRIO 1
18,2% - Mário Couto
14,6% - Priante
13,6% - Paulo Rocha
12,1% - Duciomar Costa
10,4% - Marinor Brito
3,8% - Sidney Rosa
16,1% - não sabem ou não vão votar
11,1% - branco ou nulo.

CENÁRIO 2

20,2% - Mário Couto
15,9% - Paulo Rocha
11,2% - Marinor Brito
10,9% - Jefferson Lima
4,5% - Anivaldo Vale
4,2% - Sidney Rosa
13,8% - branco ou nulo
19,2% - indecisos, não souberam ou não quiseram responder.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

A pesquisa também ouviu a preferência dos eleitores para a presidência e para o senado. Dilma lidera no Pará com folga, em qualquer cenário, sendo que quando enfrenta MARINA SILVA e JOSÉ SERRA a possibilidade de 2° turno é mais concreta. Nos demais cenários o passeio de Dilma é fato, confirmada em todas as pesquisas, lembrando que esta trata apenas do Pará.

CENÁRIO COM MARINA SILVA:

50,4% - Dilma
26,8% - Marina
10,7% - Aécio
7,5% - brancos e nulos
4,6% - indecisos.

PARAUAPEBAS: FAISAL, BEL E DARCI APARECEM PARA DEPUTADO, MAS MILTON ZIMMER SAI NA FRENTE.


Na pesquisa divulgada, os nomes dos ex-prefeitos Faisal Salmen, Darci Lermen e Bel aparecem na lista dos votados, mas o nome do deputado Milton ZIMMER é o mais citado.

FELIZ NATAL!


domingo, 22 de dezembro de 2013

MAIS DE 500 ASSASSINATOS DE INDÍGENAS NO BRASIL, SOB GOVERNO DO PT

"Ainda vivemos o holocausto dos povos americanos"

Roteirista de "Terra Vermelha" compara a morte do índio protagonista do filme à de Chico Mendes e diz que o silêncio da mídia legitima a barbárie.
Roteirista de Terra Vermelha, Luiz Bolognesi, que conviveu com 
Vilhalva durante e após as filmagens, comenta, em entrevista 
a Carta Capital, o descaso do País em relação à tragédia humana 
e social que levou o líder indígena à morte.

Em 22 de dezembro de 1988, há exatos 25 anos, o líder seringueiro Chico Mendes era assassinado a tiros, a mando de fazendeiros, em sua própria casa em Xapuri, no Acre. O episódio chocou o País e expôs à comunidade internacional o destino trágico de quem lutava contra o atropelo da floresta pelos tratores do desenvolvimento econômico. Desde então, Chico Mendes se tornou símbolo da luta ambiental. Dá nome hoje, por exemplo, ao principal órgão governamental de proteção ao meio ambiente. Sua memória, porém, não evitou o destino trágico de quem abraçou seu ideário, como a missionária Dorothy Stang e o casal extrativista José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo – todos mortos em conflito com fazendeiros ou madeireiros no Pará.
Em pleno 2013, uma outra liderança ambiental engrossou a lista macabra de vítimas da insensatez: Ambrósio Vilhalva, liderança guarani kaiowá do acampamento Guyroká, em Mato Grosso do Sul. Em comum com os outros ícones da luta pela floresta, apenas a tragédia: a repercussão sobre a sua morte, ao menos na imprensa brasileira, foi quase nula. A negligência causa estranhamento: cinco anos atrás, Vilhalva inspirou e protagonizou o filme Terra Vermelha, premiada co-produção italiana e brasileira dirigida por Marco Bechis e inspirada em uma reportagem de CartaCapital sobre a tragédia kaiowá.
O longa ganhou o mundo e lançou olhares sobre a questão indígena no Mato Grosso do Sul, onde os guaranis kaiowás lutam para permanecer em suas terras ancestrais e são constantemente confinados, física e psicologicamente, pela pressão das máquinas e das armas do agronegócio. A precariedade da situação levou Vilhalva à depressão, ao álcool e à discussão com os próprios índios, responsáveis, segundo a versão oficial, por seu assassinato.
Fonte: Carta Capital (aqui)

sábado, 21 de dezembro de 2013

VALMIR DA INTEGRAL: QUEM SERÁ O "CARLINHOS CACHOEIRA" EM PARAUAPEBAS?

No Goiás, CACHOEIRA está solto, mas tudo indica que será por muito pouco tempo. O rapaz já pegou mais de 39 anos, com vistas a chegar a mais de 100 anos de cadeia, agora é sua esposa que foi denunciada. Mas Parauapebas tem ou não tem um "cachoeira"? Quem será o "cachoeira" do governo VALMIR DA INTEGRAL? 

_______________________________
MPF-GO processa desembargador associado a Carlinhos Cachoeira

Magistrado já foi aposentado compulsoriamente

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO) moveu, nesta semana, ação de improbidade administrativa contra o ex-desembargador Júlio César Cardoso de Brito e contra Carlinhos Cachoeira, além de outras três pessoas e três empresas do grupo criminoso do empresário-contraventor. O magistrado foi acusado de – no período 2010-2012, por diversas vezes - tirar vantagens patrimoniais indevidas em razão do exercício do cargo de juiz Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 18ª região.

De acordo com a acusação do MPF, as “benesses” iam desde ingressos para camarote em show artístico, garrafas de bebidas caras e empréstimo de automóvel importado de luxo, passando por viagens internacionais (passagens e hospedagens), e culminando com o pagamento de dívida decorrente da compra de um automóvel.

Júlio César Cardoso de Brito também teria aceitado promessa de uma viagem aos Estados Unidos e de um automóvel Mercedes Benz E350. No entanto, ele não recebeu esses “benefícios” por causa da deflagração da Operação Monte Carlo, que “embora não tenha desmantelado a organização criminosa, causou-lhe duro golpe e suspendeu por vários meses as suas principais atividades”, ainda conforme a ação proposta.

Favores

Os “favores” prestados pelo ex-desembargador – ainda de acordo com os autos - consistiam na “remoção de entraves jurídico processuais que contrariavam os interesses da organização criminosa, sempre em afronta aos princípios da legalidade, impessoalidade e moralidade”. Dentre os diversos atos praticados para beneficiar o grupo, destaca-se o trabalho do ex-desembargador em acompanhar a tramitação de ações judiciais de interesse de empresas pertencentes ao bando de Cachoeira, além de dar orientação e assessoria jurídica não só aos criminosos em si, mas também aos advogados encarregados formalmente de patrocinar as respectivas defesas.

A ação do MPF baseou-se no processo administrativo disciplinar aberto contra o desembargador no TRT-18, e que culminou com a sua aposentadoria compulsória, logo depois da deflagração da Operação Monte Carlo.

Área criminal

Na área criminal, o MPF informa que a Operação Monte Monte Carlo já resultou em quatro denúncias. A primeira delas ocorreu 19 dias depois da deflagração da operação, no ano passado. Ao todo, 80 pessoas foram acusadas de participar da organização criminosa que explorava a jogatina em Goiás e região. A quadrilha encabeçada por Carlinhos Cachoeira explorava direitos dos pontos em Goiânia e no Entorno de Brasília, onde as máquinas caça-níqueis estavam clandestinamente instaladas. O negócio se mantinha com apoio de policiais militares, civis e federais.

No fim do ano passado, foi proferida a sentença contra sete dos 80 denunciados pelo MPF. As maiores penas cominadas a Carlinhos Cachoeira (39 anos e 8 meses), Lenine Araújo (24 anos e 4 meses), José Olímpio Queiroga (23 anos e 4 meses) e Idalberto Araújo, o Dadá (19 anos e 3 meses).

Em 14 de novembro de 2012, a segunda acusação foi apresentada pelo MPF/GO contra 16 pessoas, com foco no crime de depósito e exploração comercial de caça-níqueis compostos por equipamentos eletrônicos sabidamente contrabandeados.

Já em julho deste ano, o MPF apresentou mais duas denúncias. Uma contra Andressa Mendonça, companheira de Carlos Cachoeira, por corrupção ativa (artigo 333, do CP) e por coação ao juiz federal Alderico Rocha Santos (artigo 344, do CP), então responsável pela condução do processo do Caso Cachoeira na Justiça Federal. A outra denúncia – a quarta resultante da Operação Monte Carlo – acusou quatro pessoas por lavagem de dinheiro, entre elas José Olímpio Queiroga, que também responde por outras duas acusações.

Fonte: Jornal do Brasil (aqui)

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

WANTERLOR BANDEIRA: DEFENESTRADO!

WANTERLOO BANDEIRA NO LIMBO

Desde a demissão do secretário de Obras Dario Veloso, a vida do ex operário Wanterloo Bandeira não tem sido fácil. O novo secretário não o aceitou na SEMOB por falta de confiança, e de lá pra cá ele tem sido jogado de setor em setor sem ter o que fazer. 

De articulador político responsável pela relação entre a Câmara e o Executivo, o rapaz se viu preterido a terceiro plano, pois sua função ultimamente tem sido vagar de gabinete em gabinete de secretários e vereadores levando recados e de vez em quando serve ao líder do governo na Câmara.

O balde de água fria caiu sobre sua cabeça quando o Secretário de Planejamento Wander José Nepomuceno -onde ele está lotado- pediu ao Prefeito sua cabeça. Um informante do Gabinete falou que o Secretário chegou a dar um ultimato: "ou ele ou eu". Wander que trabalhou na Vale teria motivos de sobra para não confiar em Wanterloo, pois ele foi demitido da companhia pelo bem da empresa e chegou a ser impedido de subir a Carajás por um bom tempo, e não conseguiu mais emprego em nenhuma empresa prestadora de serviço da Vale.

Um assessor do Gabinete chegou a questionar sobre o motivo que levou o Valmir a dar emprego a Wanterloo, pois, segundo ele, até o Prefeito Darci que é do seu partido não teve coragem de dar um emprego a ele. "Se não serviu nem para o PT vai servir para nós?", questionou o assessor que pediu sigilo.

Informações dão conta de que ele já teria levado um cartão "azul", mas como é de praxe no governo Valmir, ele terá a chance de pedir para sair. 

Um grupo de vereadores governistas -incluindo um do PT- estaria fazendo pressão ao Presidente da Câmara Josineto Feitosa para demitir o Diretor administrativo da Câmara para colocar o Wanterloo. Para esses vereadores Wanterloo seria o "homem da mala", o homem de confiança para fazer certos serviços que poucos teriam coragem de fazer. É só aguardar para ver se o Josineto vai ceder.

PRESENTE DE NATAL PARA CARUARU! QUANDO SERÁ A VEZ DE PARAUAPEBAS RECEBER UM PAPAI NOEL DE VERDADE!?

Dez vereadores são presos em Caruaru. Secretário foi conduzido para prestar esclarecimento.

Foto por: Reprodução/ Blog Merece Destaque
Delegacia de Caruaru
Dez vereadores de Caruaru foram presos na manhã da quarta-feira (19) em uma operação da Polícia Civil que está sendo chamada de Ponto Final.

Apesar de o delegado Erick Lessa, que está à frente da operação, afirmar que não vai dar declarações sobre o caso, uma fonte afirmou ao Blog de Jamildo que o motivo teria sido um suposto suborno realizado na Câmara do município.

A assessoria da Policia Civil diz apenas que o motivo seria um esquema de corrupção.

As investigações teriam levado seis meses.

Além dos presos, três outros vereadores e o secretário de Relações Institucionais de Caruaru, Davi Cardoso, foram levados para prestar esclarecimento.

Os vereadores presos preventivamente foram conduzidos para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru.

10 VEREADORES PRESOS

De acordo com a informações do NE10 no interior, os vereadores presos seriam: Val (DEM), Jajá (PPS), Eduardo Cantarelli (PSDB), Sivaldo Oliveira (PP), Louro do Já (PS), Evandro Silva (PMDB), Val das Rendeiras (Pros), Jadiel do Nascimento (PRTB), Cecílio Pedro (PTB) e Neto (PMN).

Cerca de 120 policiais civis, entre delegados e agentes estariam envolvidos na operação. A ação foi realizada pela Gerência do Comando de Operações do Interior (GCOI-1)

A Câmara de Caruaru prometeu se pronunciar por meio de nota ainda nesta quarta, assim que a corregedoria da Casa tomar conhecimento sobre as acusações.

Já a Polícia Civil vai apresentar os resultados da operação em uma coletiva nesta quinta-feira (19), às 8h30, na sede da Polícia Civil em Recife.

Fonte: Redação com Jc3
_______________________________
NOTA: em Parauapebas o presidente da Câmara, JOSINETO FEITOSA, reponde a denúncias por improbidade administrativa, o "nobre" vereador já teria sido citado, mas o poço pode ser bem mais profundo, a própria mesa do legislativo estaria envolvida juntamente com o presidente, tem até uma operadora de cartão de crédito à margem do sistema financeiro, ou coisa parecida, que teria relações com os vereadores da mesa, coisas de Parauapebas! Mas nesse Natal o povo de Parauapebas não terá a mesma alegria do povo de Caruaru, lembrando que lá as investigações e prisões ficaram a cargo da Polícia Civil.

VALMIR DA INTEGRAL EXPULSA FAMÍLIAS POBRES DOS SEUS LOTES

Governo Valmir da Integral usa Poder Público para tomar lotes de famílias de baixa renda!


A Secretária de Habitação Maquivalda Aguiar Barros, a mando do prefeito, notificou no último 11 de dezembro, 27 famílias de baixa renda para saírem da suas casas no prazo de 10 dias.


Mandado Judicial de reintegração de posse

O direito à moradia é uma garantia constitucional, não em Parauapebas, nem para VALMIR DA INTEGRAL e nem para a juíza ADELINA LUIZA MOREIRA SILVA E SILVA, a juíza, muito prudente em outros casos, mostrou-se decidida quando o assunto é desalojar pobres dos seus lares, pois deferiu a expulsão das famílias sem ao menos se dignar a visitar os lotes e os lares dos desalojados, para depois, com mais informações tomar uma atitude tão drástica,  que é expulsar famílias das suas casas, nem ao menos tentou, a digna JUÍZA,  buscar uma audiência entre as partes para sentir o drama e a veracidade do que alegado pelas pelo prefeito.

Lista de famílias notificadas

 

SAI OS TEUS E ENTRA OS MEUS

As famílias expulsas moravam nos lotes e receberam este presente de NATAL do prefeito e do poder judiciário, este último sem qualquer diligência, mostrando uma completa insensibilidade social.

As famílias expulsas moravam em acampamentos, abrigos e áreas de riscos por mais de 3 anos, quando foram contempladas pelo programa habitacional do governo anterior, agora, expulsas e seus direitos passados para outros.

As irregularidades constatadas devem ser combatidas e os responsáveis denunciados, mas não é o que faz o atual prefeito e sua secretária, que já gastaram mais de R$ 84 milhões do fundo habitacional do município e não entregaram nenhuma casa, gastando o dinheiro com financiadores de campanha eleitoral.

Lamenta-se a insensibilidade da justiça, do prefeito não há nada que lamentar, é um sem noção!

VEJA MAIS AQUI: http://jonasconrado.blogspot.com.br/2013/12/governo-valmir-da-integral-usa-poder.html

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

FRAUDE EM LICITAÇÃO, EM MINAS GERAIS! EM PARAUAPEBAS, VALMIR DA INTEGRAL PREFERE SEM LICITAÇÃO?

PF desarticula esquema que desviou cerca de R$ 30 milhões da Prefeitura de Três Corações

Nem a casa de Pelé escapou da fraude. Empresas teriam embolsado até a verba que seria para a reforma do museu sobre o craque


Casa onde Pelé nasceu teve verba desviada

A Polícia Federal, na Operação Metástase 57, prendeu acusados de fraude na Prefeitura de Três Corações, Região Sul de Minas. O ex-prefeito, Fausto Mesquita Ximenes (PSDB), que governou a cidade entre 2009 e 2012, foi preso e é acusado de desviar cerca de R$ 30 milhões em 100 contratos nas áreas de saúde, limpeza urbana, transporte e construção. 

Entre os contratos irregulares está o da reforma da Casa Pelé, o museu construído no local onde nasceu o maior jogador de futebol de todos os tempos.

A Polícia Federal cumpriu 37 mandados de prisão temporária, 20 de condução coercitiva e 75 de busca e apreensão em Três Corações e ainda em Lavras, Varginha, ambas também na Região Sul, Brasília e Belo Horizonte. Participaram da operação cerca de 350 policiais e 27 auditores da Receita Federal. Entre presos e conduzidos à sede da Polícia Federal em Varginha, estão 12 secretários da administração de Fausto Ximenes. Um dos mandados para detenção é para o ex-prefeito, que até a tarde de ontem não havia sido localizado pela corporação, como se vê, localizar ex-prefeito é difícil, em Parauapebas o ex's DARCI e BEL estão sendo procurados para receber uma simples citação processual e a justiça não os encontra nos endereços informados.

A investigação da PF sobre as irregularidades da Prefeitura de Três Corações foi iniciada em 2012, conforme a polícia, “em decorrência de claras irregularidades nas prestações de serviços públicos”. Representantes de construtoras também foram investigados pela corporação. Empresas teriam recebido recursos para a reforma da Casa Pelé e não realizado a obra. Na saúde, medicamentos foram adquiridos a preços maiores que os praticados pelo mercado. Houve ainda fraude em licitações para compra de merenda escolar.


Conhecido

O ex-prefeito de Três Corações Fausto Mesquita Ximenes é um frequentador dos corredores da Polícia Federal em Varginha. Em setembro o tucano foi levado para prestar depoimento à corporação durante a Operação Esopo, que cumpriu mandados de prisão e condução a suspeitos de envolvimento em outro esquema de fraude, ainda maior, dessa vez no Ministério do Trabalho.

Segundo a PF, a organização da sociedade civil de interesse público (Oscip) chamada Instituto Mineiro de Desenvolvimento e Cidadania (IMDC) teria recebido irregularmente de prefeituras recursos do Programa Projovem, de qualificação profissional. O dinheiro era repassado pela União e estados e não chegava aos projetos. De acordo com a PF, o rombo nos cofres públicos pode ter chegado a R$ 400 milhões. 

No dia da operação, a PF apreendeu na casa do presidente do IMDC, Deivson Oliveira Vidal, no luxuoso Condomínio Alphaville Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, R$ 150 mil em dinheiro, joias, dois carros importados, um helicóptero e lança-perfume. Quatro servidores do Ministério do Trabalho foram presos na Esopo, uma referência ao autor de fábulas da Grécia antiga. Na operação de ontem, o termo Metástase 57 se remete à proliferação da corrupção na Prefeitura de Três Corações, cuja sede fica no número 57 da Rua Coronel Alfredo Silva. (Com agências)

___________________________________
NOTA: em Parauapebas, Valmir da Integral foi denunciado à Polícia Federal, por suspeita de fraude no transporte escolar. Na cidade, brincam os populares, VALMIR DA INTEGRAL não frauda licitação, na verdade, ele prefere nem fazer essa tal de licitação, chama um financiador de campanha, lhe compra algo sem licitação, manda ele pagar umas e outras contas e pronto, tudo resolvido, assim ele não corre o risco de ser acusado de fraudar licitação. 

PARAUAPEBAS DEU R$ 1.9 BILHÃO PRA ELE, EM TROCA RECEBEU BRINQUEDOS DE R$ 1,99


Parauapebas deu muito dinheiro para VALMIR DA INTEGRAL, recebeu em troca brinquedos de R$ 1,99.

Observe que o dono da Integral transformou a Administração Pública municipal numa sucursal da sua empresa, ao lado dele, de "mamãe noel", está uma ex-empregada da Integral.

Parauapebas tem um prefeito que é um completo "sem noção"!

Não sei o que é isso, mas se não for um ilícito administrativo, no mínimo é uma imoralidade, o homem pensa que é festa da Integral. E o Ministério Público, que pensa disso?

Será que essa festa foi realizada com dinheiro público ou com dinheiro da Integral?Uma pergunta para o Dr. FRANKLIN JONES VIEIRA, responsável pela proteção ao patrimônio público municipal, será que tanto faz, uma coisa é igual a outra?

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

PARAUAPEBAS: VALMIR DA INTEGRAL E VEREADOR ODILON ESCONDEM ORÇAMENTO

ONDE ESTÁ O ORÇAMENTO PÚBLICO DE PARAUAPEBAS? DR. FRANKLIN JONES VIEIRA, PROMOTOR DE JUSTIÇA RESPONSÁVEL PELA PROTEÇÃO AO PATRIMÔNIO PÚBLICO MUNICIPAL, ONDE ESTÁ?

VALMIR DA INTEGRAL e ODILON ROCHA: os velhos e a velha política 
escondem o orçamento municipal. Sujeira por todos os lados.


Hoje é dia de mais um circo na Câmara de Vereadores de Parauapebas e o palhaço quem é: o povo? 

O sempre líder de governo, era o líder do malino Darci (PT), agora é o líder do destrambelhado governo Valmir da Integral (PSD), Odilon do SDD, não quer mostrar o orçamento municipal para o povo de Parauapebas, qual será o motivo?

Tem-se uma breve suspeita que o processo de votação está completamente viciado, com sujeira por toda parte, será? 

O orçamento municipal que ninguém viu, será votado e discutido às escondidas, vota-se uma coisa em plenário e nos bastidores, bem, nos bastidores só Deus sabe.

Ninguém sabe e ninguém viu, é dessa forma que ODILON e VALMIR DA INTEGRAL pretendem conduzir o processo legislativo municipal, tome como exemplo, Dr. FRANKLIN JONES VIEIRA, promotor de justiça responsável pela proteção ao patrimônio público de Parauapebas, visite este link: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/ADMINISTRACAO-PUBLICA/459562-RELATORIO-FINAL-DO-ORCAMENTO-PREVE-SALARIO-MINIMO-DE-R$-722,9-E-ELEVA-INVESTIMENTOS.html.

Nobre promotor de justiça, responsável pela proteção ao patrimônio público de Parauapebas, com certeza, podemos concluir, Vossa Excelência conhece o orçamento municipal de Parauapebas, a lisura do processo legislativo que o aprova, inclusive suas suplementações, inclusive a sua execução, então nos diga, por gentileza, o Excelentíssimo aprova?

Vossa excelência visitou o link acima, promotor de justiça? Nos diga, onde visitamos o orçamento municipal de Parauapebas? Nas contas bancárias dos financiadores da campanha do prefeito? Será?

E você cidadão, aprova o Ministério Público do Pará em Parauapebas? E você cidadão, aprova o vereador ODILON? E você cidadão aprova VALMIR DA INTEGRAL? 

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

PARAUAPEBAS: FRAUDE NO TRANSPORTE ESCOLAR

PREFEITO DE PARAUAPEBAS, VALMIR DA INTEGRAL, QUER CULPAR A EX-SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, FRANCISCA CIZA, POR FRAUDE NO TRANSPORTE ESCOLAR.

CIZA e VALMIR: INSEPARÁVEIS

Na semana que passou foi avistado na prefeitura de Parauapebas uma das autoridades judiciárias do município, um pouco mais tarde, já ao anoitecer, o prefeito de Parauapebas foi conduzido até o fórum da cidade, não se sabe qual o assunto que une o prefeito e o juiz para esses tipos de encontros, mas de tudo se especula, indo desde a uma investigação sobre irregularidades na prestação de contas eleitorais do prefeito até a fraude no transporte escolar.

O fato é que o governo municipal não está parado e trabalha a mando do prefeito para "ajustar" sua defesa na FRAUDE DO TRANSPORTE ESCOLAR, segundo informações, o prefeito estaria preparando tudo para que a responsabilidade seja jogada na atuação da sua ex-secretária de educação FRANCISCA CIZA  e dos empresários envolvidos, acusando-os de conluio contra sua gestão.

O prefeito estaria com uma equipe de advogados contratados na "boca do caixa", sem licitação, por inexigibilidade, gastando uma fortuna, sem demonstrar a necessidade e o interesse público envolvido nessas despesas, pois todos estão voltados exclusivamente para "aliviar" a notória responsabilidade do prefeito com a fraude no transporte escolar na rede pública municipal.

E a ex-secretária de educação, FRANCISCA CIZA, aceitará pagar o preço de tudo sozinha? 

sábado, 14 de dezembro de 2013

RANKING DO FUTEBOL 2014, DIVULGADO PELA CBF. ACREDITE, O VASCO OBTEVE O 4° LUGAR!

Os rebaixados VASCO e FLUMINENSE aparecem em 4° e 5° lugar, óbvio que essa entidade de nome CBF padece de miopia grave, quase cegueira, o ranking ilustra bem como que seus dirigentes enxergam o futebol brasileiro.

Repare que o ranking é de 2014, com certeza, não é do interesse de ninguém saber quais os critérios adotados, melhor nem saber, tal a distorção. 

E olha que sou VASCÃO, mas essa gentileza do 4° lugar está dispensada, é muita gentileza!

O futebol nas mãos da Globo e da CBF ainda será a vergonha nacional!


VEJA AQUI A TABELA DO RANKING no site da CBF.

MOCAJUBA E PARAUAPEBAS: MINISTÉRIO PÚBLICO - DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

VEJA A NOTÍCIA NO SITE DO MINISTÉRIO PÚBLICO AQUI, NÃO SE ENTENDE COMO EM PARAUAPEBAS VALMIR DA INTEGRAL (PSD) AINDA ESTÁ NO CARGO. AQUI NÃO TEM LICITAÇÃO E QUANDO TEM A FRAUDE É A REGRA. FINANCIADORES DE CAMPANHA FAZEM A FESTA!
Justiça acata pedidos do MP contra acusados de fraudes em licitação


A justiça acatou o pedido de Ação Civil Pública (ACP) por Improbidade Administrativa ajuizada pelo procurador Nelson Pereira Medrado e pelos promotores de Justiça Bruno Beckembauer Sanches Damasceno e Cláudio Lopes Bueno, representantes do Ministério Público do Estado (MPE) em desfavor de mais de 18 pessoas, físicas e jurídicas, entre eles, o atual prefeito de Mocajuba Rosiel Sabá Costa e o presidente da Câmara dos Vereadores Edinilton Domingos Almeida Braga por desvio de recursos públicos e várias fraudes em licitação desde o ano de 2009 até hoje. O processo estava correndo em sigilo judicial.

O juiz José Ronaldo Pereira Sales da comarca de Mocajuba afastou por 180 dias, de suas funções, o prefeito de Mocajuba Rosiel Sabá Costa e o presidente da Câmara Edinilton Domingos Almeida Braga. Os dois tiveram quebra de sigilos bancário e fiscal decretada pela Justiça face ao interesse público. Junto com o gestor do executivo e o edil do legislativo estão mais doze pessoas, a maioria da família Quaresma e mais cinco empresas que participaram do esquema de fraudes em licitações.

As premiadas na ACP - Pólo construção e pavimentação Ltda, Construtora Engecil, Posto Renascer LTD., Sonagro Sol nascente agropecuária Ltda e Assessoria contábil pública e empresarial do terceiro setor (Ascep). 

Os denunciantes do esquema estão temerosos de represálias por parte dos indiciados.Foi constatado pelo Ministério Público que o prefeito da cidade de Mocajuba Rosiel Sabá, o presidente da casa legislativa municipal Edinilton Domingos Braga juntamente com Luiz Carlos Cardoso Lopes, Willison Acioli Lopes, Ajax João Ferreira Paes, Maria do Socorro Pinto Alves Batista, Viviane Rodrigues Carvalho, Maria da Conceição Quaresma Lourinho, Thainá da Cruz Quaresma, Miguel Océlio Seixas Quaresma, Luiz Alfredo Quaresma de Miranda, Hamilton Coelho Braga, Fernando José dos Santos Braga, sócios das empresas Polo Construção e Pavimentação, Construtora Engecil, Posto Renascer Ltda, Sonagro Sol Nascente e a Assessoria Contábil Pública e Empresarial do Terceiro Setor (Ascep) formaram uma organização criminosa para roubar os cofres públicos da prefeitura da cidade.


De acordo com membros do MPE autores da ação “o rosário das supostas irregularidades é estarrecedor, indicando que os cofres do município vêm servindo de fonte a inescrupulosos agentes, alguns travestidos de servidores públicos, ávidos de enriquecer às custas do erário, sem a menor desfaçatez”.

As infrações eram cometidas por meio de fraudes em licitações, cujos procedimentos eram montados e forjados para lhes dar a aparência de legalidade, utilizando para tal, empresas de fachada, o que acarretou em desvios de milhões dos cofres públicos de Mocajuba.

Segundo o juiz José Ronaldo Pereira Sales, “os requeridos vêm, desde o início das investigações, criando todo tipo de dificuldades ao esclarecimento dos fatos e com isso prejudicando a instrução processual. Ora teriam se negado a apresentar os documentos requisitados diversas vezes pelo MPE, ora teriam tentado forjar procedimentos licitatórios para supostamente atender os pedidos, ora ainda teriam tentado esconder evidências ou prova e, só a muito custo, depois da intervenção judicial, é que o órgão autor teria logrado localizar e apreender esses documentos”.


Após todos os expostos, a justiça deferiu parcialmente os pedidos do Ministério Público do Estado e indispôs os bens das empresas Polo Pavimentação e Construção Ltda até o limite de três milhões e quinhentos mil reais e do Posto Renascer Ltda até o limite de três milhões e seiscentos mil reais. Bem como os bens de Viviane Rodrigues Carvalho e Luiz Carlos Lopes e dos servidores públicos Willison Acioli Lopes e Ajax João Ferreira Paes, até o limite de um milhão e seiscentos mil reais.

Além destes, também foram bloqueados os bens da contadora Maria do Socorro Alves até a soma de três milhões e seiscentos mil reais e os do prefeito de Mocajuba, Rosiel Costa, no montante de cinco milhões de reais.

Foi determinada também a quebra do sigilo bancário e fiscal dos acusados referentes à movimentação financeira e às declarações de imposto de renda dos últimos cinco anos. Além do imediato afastamento dos cargos e funções, pelo prazo de 180 dias, sem prejuízo de suas remunerações, do prefeito Rosiel Sabá Costa, do presidente da Câmara dos Vereadores Edinilton Domingos e dos servidores públicos Luiz Carlos Lopes, Willison Acioli e Ajax João Ferreira.

As investigações na esfera criminal e em relação a outros municípios estão a cargo da Procuradoria de Justiça do Ministério Público do Estado.



Entenda o caso

O Ministério Público do Estado instaurou procedimento investigatório para apurar a ocorrência de fraudes em licitações no município de Mocajuba, após solicitação da documentação relativa aos processos licitatórios dos anos de 2009/2012 e nada foi encaminhado ao MPE, pois, de acordo com os testemunhos colhidos durante o processo, ninguém sabia onde os documentos se encontravam.

Após uma visita de um representante do MPE ao setor de licitação do município, foi encaminhada uma cópia dos supostos processos licitatórios do ano de 2009. “A prefeitura encaminhou relação com cópia de todos os supostos procedimentos licitatórios realizados no ano de 2009 e ainda encaminhou as notas de empenho de 2009 a 2012. Depois foram encaminhados os procedimentos do ano de 2010. A demora devia-se ao fato de que os procedimentos estariam sendo montados e forjados”, afirmam os autores da ACP.

Além disso, foi também constatado que a empresa Point Frio, localizada na cidade de Belém, era usada no esquema como fachada das empresas Polo e era lá que estava acontecendo a montagem de vários procedimentos licitatórios do município de Mocajuba dos anos de 2012 e 2013, os que não haviam sido emitidos ao MPE, mesmo sendo requisitados.

Leia a decisão judicial na íntegra AQUI.

Leia matéria sobre o caso AQUI.

Texto: Kamilla Santos
Revisão: Edyr Falcão
Fotos na data da operação: Edyr Falcão e Jessica Barra
__________________
Nota: em Parauapebas, o prefeito VALMIR DA INTEGRAL contrata sem licitação, o seu gabinete é um antro de vadiagem com os recursos públicos, um caixa de pagamentos em espécie para todo tipo de malandragem, mas mesmo assim ainda é recebido fora de horário por um juiz da cidade, uma vergonha. Já o ministério público, este já tem provas suficiente para pedir o afastamento do prefeito, não consta que os promotores de justiça do Pará tenham feito algo, parece que temos dois Ministérios Públicos no Pará.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

COMERCIAL DO PT ALFINETA JATENE

A propaganda eleitoral do PT foi ao ar e nos foi presenteada pelo Blog do Parsifal Pontes aqui, veja a Ilha da Fantasia, o fantástico mundo do JATENE.




Veja os últimos governantes do Pará: JATENE (PSDB) - 2003 a 2006 e 2011 até hoje; ANA JÚLIA (PT) - 2007 a 2010.

No vídeo, o PT diz que é hora de mudar, deve ser por isso que o partido desistiu de ter candidato próprio e irá apoiar o HELDER BARBALHO (PMDB), ou seja, já tem ciência e consciência que não representa mudança nenhuma, no tá certinho!

Não é segredo, ANA JÚLIA (PT) foi o pior governo que o Pará teve nos últimos tempos, olhe lá não tiver sido o pior de todos os tempos.

Realmente, o Pará precisa de mudança!