sábado, 30 de julho de 2011

Partido unido!



Acreditem! O PT tem um candidato de consenso! Por sinal um excelente nome, mas que ainda tá meio arredio, afinal não é nada fácil ser o candidato que para muitos seria o candidato de um governo corrupto. Esse seria o grande desafio, ser e não ser! O pior de tudo é ainda correr o risco de ser traído pela máquina do próprio governo, ter o suposto apoio de um prefeito "traquino" cuja palavra não vale uma peteca quebrada, convenhamos, não é nada animador!

Mas verdade seja dita, o nome cogitado ao menos animaria o PT de verdade, já os petralhas, esses só se animam é pela grana, veja o mala sem alça Hernandes Margalho. 

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Pelo menos 20 novos partidos tentam registro


Levantamento realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em parceria com Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) mostrou que pelo menos 20 novos partidos políticos buscam atualmente registro na Justiça Eleitoral brasileira. A legislação (Lei 9.504/97) exige que um partido obtenha o registro nacional, perante o Tribunal Superior Eleitoral, pelo menos um ano antes da eleição a qual pretende concorrer.
Para os interessados em participar das eleições de 2012, esse registro deve ser concedido pelo TSE dentro dos próximos 70 dias, uma vez que o primeiro turno do pleito será no dia 7 de outubro de 2012. Quem pretende se candidatar a cargo político também deve estar filiado a partido dentro desse mesmo prazo.
A Constituição Federal (artigo 17, inciso IV) garante o pluripartidarismo no Brasil, desde que respeitadas algumas regras. Entre as exigências para a criação, a lei que regulamenta os partidos políticos (Lei 9.096/95) determina que a nova legenda obtenha o apoio de eleitores por meio de assinatura acompanhada do respectivo número do título eleitoral. A quantidade de assinaturas deve ser equivalente a, no mínimo, 0,5% dos votos dados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados, não computados os votos brancos e nulos.

Além disso, os eleitores que assinarem o documento devem estar distribuídos por um terço ou mais dos estados e deve, ainda, equivaler a, no mínimo, 0,10% do eleitorado que votou em cada um desses estados.

Se considerarmos as eleições de 2010 para a Câmara dos Deputados, um novo partido deve colher aproximadamente 490 mil assinaturas, em pelo menos nove estados.

Conforme a Resolução 23.282/2010 do Tribunal Superior Eleitoral, o partido político em formação deve informar aos Tribunais Regionais Eleitorais a comissão provisória ou a pessoa responsável pela coleta de assinatura dos eleitores que apóiam a criação da nova legenda. Posteriormente essas assinaturas são conferidas pelos cartórios eleitorais e irão compor, com outros documentos, o pedido de registro nacional, a ser realizado perante o Tribunal Superior Eleitoral.

Novos partidos por Estado

De acordo com o levantamento, realizado com informações repassadas por 18 TREs, o pretenso novo partido com atuação em maior número de Unidades da Federação é o Partido Social Democrático (PSD), que comunicou sua busca por assinaturas em 15 diferentes Estados: AC; AM; BA; CE; DF; GO; MG; MT; PB; PE; RN; RO; SC; SP; e TO. Essa comunicação é feita ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado.

Em seguida, aparecem o Partido da Pátria Livre (PPL) e o Partido Novo (PN), que informaram a TREs de 12 estados sobre o recolhimento de assinaturas. O primeiro mostrou articulação nas seguintes Unidades da Federação: BA; CE; DF; GO; MG; MT; PA; PE; PB; RS; SC; e SP. Já o segundo busca o apoio de eleitores dos seguintes Estados: AM; BA; DF; GO; MG; PE; PB; RN; RO; RS; SC; e SP.
Já o Partido Ecológico Nacional (PEN) está presente em 11 Unidades da Federação (AM; BA; CE; DF; MG; MA; PA; PE; RN; SP; e TO) em busca do apoio de eleitores.
Outros sete partidos em formação se registraram apenas em um estado para colher as assinaturas. São eles: Partido da Educação e Cidadania (PEC), em São Paulo; Partido Democrático dos Servidores Públicos (PDSP), em Tocantins; Partido Geral do Trabalho (PGT), no Rio Grande do Norte; Partido Federalista (PF), Partido Humanista do Brasil (PMH), Partido Liberal Democrata (PLD), no Ceará e o Partido Cristão Nacional (PCN), no Acre.

Confira a seguir os demais partidos que tentam atender às exigências para obter registro na Justiça Eleitoral: Partido da Transformação Social (PTS); Partido do Meio Ambiente (PMA); Partido Cristão (PC); Partido Social (PS); Partido dos Servidores Públicos e dos Trabalhadores da Iniciativa privada do Brasil (PSPB); Partido da Mulher Brasileira (PMB); Partido da Justiça Social (PSJ); Partido Republicano da Ordem Social (PROS); e Partido Carismático Social (PCS).

Atualmente existem 27 agremiações partidárias no Brasil devidamente registradas no TSE. Três desses partidos foram criados na última década: Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e e Partido da República (PR).


O levantamento realizado pelo TSE, em parceria com os TREs, contém informações de 17 Estados e do Distrito Federal sobre a coleta de assinaturas de apoio à criação de novas legendas nas suas respectivas jurisdições. Outros nove Tribunais Regionais não repassaram dados, dos seguintes Estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Piauí, Roraima, Amapá, Sergipe e Alagoas.
A Resolução 23.282 do TSE regulamenta o processo de criação de partidos.




Direito à informação - LDO 2012 traz emenda "caça-fantasma"


Com a aprovação de emenda do deputado Edmilson Rodrigues (PSOL), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2012 traz um mecanismo inovador que possibilitará o acompanhamento da sociedade sobre a folha de pagamento do Estado. A cada dois meses, o governo será obrigado a disponibilizar na internet um demonstrativo com dados dos servidores ativos, contendo nome, cpf parcial, cargo, função, vínculo, carga horária e setor/órgão onde desenvolve seu trabalho. Com isso, os chamados servidores "fantasmas" poderão ser descobertos e denunciados.
A proposta foi apresentada aos deputados pelo Observatório Social de Belém, entidade que acompanha a aplicação de recursos públicos, fundamentada na educação fiscal e pelo Conselho Regional de Contabilidade, em maio deste ano, durante os escândalos que envolvem a Assembléia Legislativa. Além de Edmilson, outros parlamentares também apresentaram a mesma emenda, que após pressão da sociedade, acabou incorporada ao relatório aprovado pelo plenário.
Paulo Passos, Secretário Executivo do Observatório Social de Belém, ressalta que foi uma grande conquista de toda sociedade paraense na defesa da moralidade administrativa e de uma gestão pública de resultados pautada pela transparência. “Nosso próximo passo será reiterar nossa solicitação ao Presidente da Assembléia Legislativa para que adote tal medida imediatamente como uma medida moralizadora, além de articularmos com os mais diversos movimentos e entidades da sociedade civil, durante os preparativos a 1ª Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social, (1º CONSOCIAL) a regulamentação dessa prática nos municípios, especialmente Belém, nossa área de atuação”, conclui Passos.

* Com informações do Observatório Social de Belém


Leia aqui no Blog do Deputado Edmilson
_______________________________________________
Nota: a divulgação dos nomes dos ocupantes dos cargos públicos é uma obrigação do administrador público.  Deve-se buscar proteger dados como CPF e endereço residencial, mas as demais informações, como o local e órgão onde o servidor trabalha são obrigatórias. Configura improbidade administrativa sonegar essas informações ao povo e, principalmente, aos órgão fiscalizadores.

TSE - Frentes para o Plebiscito no Pará

As minutas publicadas pelo TSE para o plebiscito no Pará serão debatidas em audiência pública no dia 5 de agosto próximo. Fica sugerido que todos os eleitores da circunscrição do Estado do Pará poderão votar. Serão 4 frentes: 1) a favor da criação do Estado do Carajás; 2) contra a criação do Estado do Carajás; 3) a favor da criação do Estado do Tapajós; e 4) contra a criação do Estado do Tapajós. 

Somente poderão compor as FRENTES detentores de mandatos no legislativo estadual e federal, ou seja, será um privilégio dos deputados estaduais do Pará e os deputados federais e senadores da bancada paraense.

As minutas são apenas propostas e ainda terão que ser confirmadas pelo TSE.

O Blog defende que o plebiscito é assunto de todos os paraenses e não apenas dos seus parlamentares, de forma que FRENTES não devem ser constituídas apenas por políticos, mas que seja possível a participação de outros segmentos sociais. Desse modo, assim permanecendo, ficará a impressão que a criação dos novos Estados é coisa de políticos dessa região em busca de um "curral" eleitoral.

O sentimento de criação de novos Estados tem suas raízes no abandono em que essa regiões estão submetidas por anos e anos, negar isso e buscar outras causas é uma grande desonestidade com o povo do Carajás e do Tapajós.




quinta-feira, 28 de julho de 2011

Lucro da Vale cresce 127% 

O lucro da Vale cresceu 126,7% no primeiro semestre, frente o mesmo período do ano passado, atingindo R$ 21,566 bilhões, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira pela companhia.

A receita operacional no período chegou a R$ 25,614 bilhões, também recorde, de acordo com a empresa. O lucro operacional alcançou R$ 13,165 bilhões.

As vendas de produtos e minerais ferrosos como minério de ferro, pelotas, manganês e ferro ligas também bateram recorde, somando R$ 18,8 bilhões.

A produção de minério de ferro da Vale, o principal produto da mineradora, somou 80,25 milhões de toneladas no segundo trimestre de 2011, contra 75,86 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado. No primeiro trimestre do ano, a produção foi de 71,54 milhões de toneladas.

Os investimentos no segundo trimestre chegaram a US$ 4 bilhões, sendo US$ 3,1 bilhões gastos com execução de projetos e Pesquisa e Desenvolvimento, segundo a empresa.

___________________________________________
Nota: muitos queriam creditar o desempenho da Vale a um modelo gerencial do seu ex-presidente, ledo engano, tudo se deve quase que exclusivamente a um momento muito favorável a exportação mineral, notadamente ao minério de ferro. 
28 de julho de 2011 - 17h49

TSE publica minutas das resoluções para Plebiscito no Pará

 

Fachada do TSE. Foto:Nelson Jr./ASICS/TSE


Já estão disponíveis na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as minutas das resoluções que irão nortear o Plebiscito a ser realizado no Estado do Pará no próximo dia 11 de dezembro. O Plebiscito irá consultar a população sobre o desmembramento do Pará para a criação de outras duas Unidades da Federação: Carajás e Tapajós.

Essas minutas, apresentadas com antecedência, serão debatidas e analisadas em audiência pública marcada para o próximo dia 5 de agosto, às 15h, no auditório do TSE. Estão convidados a participar da audiência, que será coordenada pelo ministro Arnaldo Versiani, os partidos políticos registrados no TSE e demais interessados no tema.As minutas trazem as regras que devem ser seguidas pelas frentes que defenderão o desmembramento e também por aquelas que defenderão a manutenção do Estado da forma como está hoje. Essas frentes precisam se registrar no Tribunal Regional Eleitoral do Pará até o dia 12 de setembro.Além das normas a serem obedecidas pelas frentes durante a campanha para o Plebiscito, também estão disponíveis as minutas que tratam do calendário eleitoral; propaganda eleitoral; arrecadação e prestação de contas das frentes nos plebiscitos; atos preparatórios nos plebiscitos, a recepção de votos, as garantias eleitorais, justificativa eleitoral, a totalização e a proclamação dos resultados, e a diplomação; representações, reclamações e pedidos de resposta previstos na Lei nº 9.504/97; cerimônia de assinatura digital e fiscalização do sistema eletrônico de votação, do registro digital do voto, da votação paralela e dos procedimentos de segurança dos dados dos sistemas eleitorais; cédulas oficiais de uso contingente para os plebiscitos; formulários a serem utilizados nos plebiscitos; pesquisas eleitorais; e apuração de crimes.
Ao todo, são 10 minutas de resolução que serão debatidas durante a audiência pública.

O Plebiscito irá consultar todos os eleitores paraenses que devem comparecer à sua respectiva seção eleitoral entre as 8h e as 17h do dia 11 de dezembro. Quem não comparecer, deve justificar a ausência.

Veja as minutas no sítio do TSE

Membros do Ministério Público em Parauapebas

Clique acima na imagem e veja quem são os promotores de justiça em Parauapebas

Parauapebas tem apenas 4 membros do Ministério Público, na verdade, nem podemos afirmar se todos são lotados ou todos estão apenas passando uma lua pela cidade. O fato é que é inconcebível que um município do porte de Parauapebas tenha apenas 4 promotores e que esses ainda acumulem atribuições em outros municípios. 
Assim fica fácil qualquer desses membros alegar acúmulo de serviço e deixar a coisa correr solta na administração pública de Parauapebas, o que seria um despautério. Na verdade deveria o MP se pautar por prioridades e se membros do MP em Parauapebas não priorizam investigar contratos milionários realizados pela gestão Darci, como o caso PAZINATO, cujo contrato é da ordem de R$ 160 milhões, ou o contrato do escritório de contabilidade por mais de R$ 7 milhões, se o MP não tem a sensibilidade de se debruçar  sobre essas questões, somos da opinião que nesse caso quem deveria ser investigado não seria o prefeito Darci Lermen e sim os membros do MP, pois não é possível que toda a cidade saiba desses casos e o MP ignore. Casos, um deles, o vergonhoso contrato do PAZINATO, publicado em uma revista de circulação nacional, revista Época, mas até a presente data nenhuma ação efetiva do Ministério Público em Parauapebas tenha sido noticiado, pois não existem.
Impressiona que os recursos da CFEM sejam gastos da forma que são em Parauapebas e o MP nada faça, impressiona que a lei orçamentária contenha ilegalidades repetidas por anos e nunca o MP de Parauapebas tenha se dignado a ler a peça orçamentária do Município.

A inércia do Ministério Público do Pará em Parauapebas é algo inaceitável e muito estranho. Tá mais que na hora do MP designar um grupo de trabalho para se debruçar sobre as contas e gestão dos recursos públicos na nossa cidade. 

A corrupção e os sinais de enriquecimento de membros do governo municipal saltam aos olhos, inconcebível que apenas os órgãos que deveriam ser mais atentos, pois tem o dever de fiscalizar, sejam justamente os únicos que não veem nada.

Tudo salta aos olhos do mais ingênuo cidadão. A inércia do MP nos dá o direito, enquanto cidadão, de desconfiar dos seus membros!

Ministério Público que trabalha e promove a cidadania


Leia mais aqui no sítio do MP paraense ou clique na imagem e leia.
_________________________________________________________
Nota: o fato é que a cidade não pode mais conviver com a inércia do Ministério Público. Inconcebível que diante de tantos descalabros administrativos do atual governo (hospital em construção há vários anos, ponte que caiu e foi reconstruída por conta do erário municipal, contrato do Pazinato, contrato milionários com escritório de contabilidade, folha de pagamento paralela, contrato de funcionários temporários, inícios de obras e licitações sem autorização orçamentária, privatização da gestão do único hospital do município) e nenhuma ação fiscalizadora do Ministério Público do Pará em Parauapebas.  Podemos citar como exemplo o caso do contrato do Pazinato, onde se surrupia milhões do povo de Parauapebas, esse contrato é de 2006 e não fosse a denúncia do Agnelli a cidade sequer saberia da sua existência, isso só ocorre impunemente onde o Ministério Público não cumpre com suas atribuições.

Ministro Fernando Haddad critica privatização dos Hospitais Universitários

Ministro da Educação, FERNANDO HADDAD, questionado sobre os Hospitais Universitários - HUB, respondeu que é terminantemente contrário a terceirização de sua gestão pelas OS`s. O ministro Fernando Haddad é o candidato de LULA para a prefeitura de São Paulo. Ministro Fernando Haddad  é do PT, mas do PT do LULA e não do PT do Darci, da ANA, do PT onde impera a corrupção e a incompetência. 

Em Parauapebas graças ao "gato da SAAEP", o mala sem alça HERNANDES MARGALHO, ocorreu uma privatização da gestão do único hospital público do município. Uma atitude contrária a todas as orientações do PT sobre o assunto. Incrível que o PT fique quietinho!

Tem uma parte do Ministério Público do Pará que trabalha


Leia mais no site do Ministério Público do Pará

Ouvidoria do Ministério Público

O Blog Sol do Carajás continua atrás do caso PAZINATO, em breve novidades! Boas e ruins, boas pra uns e ruins pra outros!
Nesta terça-feira (26) o estudante brasileiro Felipe Abella Cavalcante Mendonça de Souza, da Universidade Federal de Campina Grande, conquistou a primeira medalha de ouro do país na Olimpíada Internacional de Informática (IOI). A entrega da medalha será feita no próximo dia 28 durante a festa de encerramento da 23º edição da IOI, que acontece este ano na Tailândia. 
_________________________________
Nota: a terra é boa e só tem desse naipe (rsrsrsr)!

Corrupção na SEFAZ - II

Fica cada dia mais evidente que a corrupção domina o dia a dia da SEFAZ em Parauapebas, também não é de hoje, vem de longe, mas é evidente que os números do governo ou desgoverno atual impressionam, tanto o é que chamou a atenção até do ex-presidente da Vale, Sr. Roger Agnelli, este apesar de acostumado com cifras milionárias aterrorizou-se com o nível de "malinagem" do prefeito Darci e do seu pupilo Hernandes Margalho no escandaloso contrato PAZINATO, onde se pode "surrupiar" a população de Parauapebas em mais de R$ 160 milhões.

O "mala sem alça" da SEFAZ, diga-se de passagem uma mala muito grande, privatizou a saúde pública em Parauapebas contratando uma OSCIP do Maranhão para gerir os recursos públicos e, pelo jeito, sem qualquer controle, aliás o Ministério Público de Parauapebas, a julgar pela postura do Dr. Danylo, sabe mesmo é esperar e ao que tudo indica não tem o mínimo interesse em fiscalizar as evidentes falcatruas perpetradas pelo Sr. Margalho. Não esqueçamos que o promotor de justiça em Parauapebas diz na revista Época "que estar esperando uma resposta da Prefeitura" no caso Pazinato, uma espera inaceitável e incompatível com a cidadania, pois o órgão que deveria fiscalizar se digna, vergonhosamente, a esperar. Espera muito estranha!

Mas não foi só na saúde e no caso Pazinato que o "gato da SAAEP" fincou suas patas sujas, também nas licitações de Parauapebas, todas elas estão centralizadas na SEFAZ, quem manda em tudo é o "ad exitum margalhum", não importando se a licitação é da SEFAZ, da SEMED ou de qualquer outro órgão. Aliás, licitações pra lá de suspeitas, com superfaturamento explícitos e publicados no Diário Oficial do Pará.

No PT todos tem medo do "mala sem alça", impressionando como o "velho PT" está completamente corrompido em Parauapebas, até a outrora combatida Articulação de Esquerda (AE), do companheiro Wanterlor e Léo, parecem silenciados pela Sr. SEFAZ.

Mas há uma Parcela do PT que se indaga onde "o mala sem alça" do Margalho conseguiu tanto poder e aí surgem duas teorias: uma, diz que ele conseguiu o poder que tem por ter sido o primeiro indivíduo a levar o quase padre Darci Lermen para a Boite Locomotiva, em Belém, lá o prefeito teria se descoberto um grande "boêmio" (desses que paga todas as contas - rsrrss) e ficou muito grato ao gato da SAAEP; a outra teoria diz que seu poder tem origem na sua amizade com a mulher do prefeito, Sra. Odilza Cruz. O fato é que no PT ninguém se responsabiliza pelo "gato da SAAEP", todos pilateiam e lavam as mãos, alguns lavam as patas.

Mas o que importa mesmo é que quem paga a conta é o povo, o erário parauapebense. O muro cada dia tá mais baixo! Eita!




quarta-feira, 27 de julho de 2011

SUPERFATURAMENTO NA SEFAZ

Diário Oficial Nº. 31956 de 14/07/2011

MUNICÍPIOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARAUAPEBAS


Número de Publicação: 256843
ESTADO DO PARÁ
PREFEITURA MUNICIPAL DE PARAUAPEBAS

EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 20110284
ORIUNDA DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 9/2011-002SEFAZ

Parte: MUNICÍPIO DE PARAUAPEBAS – ESTADO DO PARÁ.

Finalidade: Registro de preços para aquisição de equipamentos (computadores, impressoras, no breaks, note books, etc) para atender as secretarias da Prefeitura Municipal de Parauapebas, no Estado do Pará
Prazo de Vigência da Ata de Registro de Preços: 12 (doze) meses, contados a partir de sua publicação conformePREGÃO PRESENCIAL Nº 9/2011-002SEFAZ.
Preços: Os preços estão registrados nos termos das propostas vencedoras do PREGÃO PRESENCIAL Nº 9/2011-002SEFAZ, conforme abaixo:
Este documento é parte integrante da Ata de Registro de Preços, celebrada entre o Município de PARAUAPEBAS  e as Empresas cujos preços estão a seguir registrados, em face à realização da licitação na modalidade PREGÃO Nº 9/2011-002SEFAZ.
______________________________________________________

Nota: verifique os preços no no Diário Oficial do Estado e compare com similares do mercado. Muito interessante o registro de marcas dos objetos, mostrando uma preferência da prefeitura por alguns fabricantes. Os preços registrados são absurdamente altos, um superfaturamento explícito. Uma impressora multifuncional laser color, marca HP, sai entre R$ 500 e no máximo por R$ 1700, dependendo do modelo, enquanto o preço registrado nessa licitação é de R$ 2.660. Atenção, não foi publicado as características detalhadas dos objetos, apenas o fabricante. Tem se margem pra todo tipo de manobra. Essa SEFAZ é um covil de corruptos! O Ministério Público em Parauapebas não fiscaliza nada! Os recursos públicos são surrupiados e os membros do MP não atuam, inertes ou omissos?

Corrupção é inimiga da informação

A corrupção é inimiga da informação. Enquanto esta atua às claras, buscando atingir o maior número de pessoas possível, aquela atua às escuras, na calada da noite, distante dos holofotes, das câmeras e dos microfones. Silenciosamente, a corrupção ganha espaço entre quatro paredes, em meio a licitações, contratos e aditivos que como ralos servem de escoadores dos recursos públicos num pacto de duas vias.

O exemplo é dado no caso dos Transportes. Ali, podem haver inocentes e culpados, mas a falta de instrumentos de publicização leva a necessidade de envolver grandes estruturas de apuração. Embora desde o primeiro momento a presidenta Dilma Rousseff tenha tomado todas as providências que a situação exigia, afastando toda a cúpula do ministério e aceitando, em seguida, a demissão do ministro Alfredo Nascimento, a ferida não para de sangrar. A presidenta demitiu 17 pessoas no Ministério dos Transportes, entre diretores do Dnit e da Valec.

Faltou neste caso, como em tantos outros, transparência administrativa. Se os atos do ministro e dos diretores do Dnit e da Valec fossem submetidos à apreciação pública, provavelmente o Ministério dos Transportes não estaria hoje submerso nesta crise administrativa nem envolto em denúncias de desvios de recursos públicos. Essa transparência é ofertada pela Lei do Acesso à Informação, que depois de aprovada pela Câmara dos Deputados desde o mês de maio estamos tentando aprovar no Senado Federal.


Walter Pinheiro
Walter Pinheiro
* Senador pelo PT da Bahia, eleito em 2010 e empossado em fevereiro de 2011, foi deputado federal por quatro legislaturas consecutivas, vereador em Salvador e presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Telecomunicações.

_________________________________________
Nota: Walter Pinheiro é um dos parlamentares do PT que à época do mensalão quase saiu da legenda. Imagine esse senador com essas idéias aqui em Parauapebas, seria trucidado pela gangue do Darci. Só na Bahia uma idéia dessas (rsrsrsr)! 

Mala sem alça

Hernandes Margalho - Sefaz


O Blog Sol do Carajás irá recapitular um pouco da trajetória do Sr. Margalho, vulgo "ad exitum margalhum" ou o gato da SAAEP, ou ainda, vampiro da hemodiálise, também conhecido como o "rapaz" que se faz na SEFAZ. Se quiser saber mais é só acionar os links abaixo e ler:


Depois o Blog irá cuidar das relações do "galáctico" ou gato da SAAEP Margalho com o Sr. Pazinato.

____________________________________________
Nota: esclareça-se que Darci carrega um mala sem alça desses, mas quem paga a conta é o povo de Parauapebas! 

Governo Darci: o exemplo de corrupção 

Segundo Cristovam Buarque, professor e senador pelo Distrito Federal, em pronunciamento de apoio ao governo cubano, falava do combate à corrupção naquele país, que pode resultar inclusive em pena de morte, dizia o parlamentar que há dois níveis de corrupção: primeiro, aquela em que o político rouba para o próprio, amigos e família; segundo, aquela em que ele inverte prioridades, distanciando as metas do governo do cidadão e da cidadania e aproximando o governo de "pazinatos e margalhos".

Dizia Cristovam, ao lado de Frei Beto, que um político assim não é de esquerda e partidos que abrigam políticos dessa estirpe (corruptos) também não é de esquerda.

O PT do Pará e de Parauapebas ao conviver com as "traquinagens" de Darci e Margalho demostram aos eleitores e cidadãos do Pará e de Parauapebas que na verdade são simplesmente corruptos: lugar de corrupto é na cadeia!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Suplicy diz não ao PSOL

Suplicy diz não ao PSOL
Suplicy diz que PSOL se aliaria ao PT em São Paulo se ele fosse o candidato. Lula nega ser contrário a prévias (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado - arquivo)
Convidado pelo PSOL para ser candidato à prefeitura de São Paulo em 2012, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) recusou. A iniciativa da legenda formada em 2005 por dissidentes petistas ocorreu dias depois de o parlamentar defender a realização de prévias no PT para definir o candidato.
Os emissários do convite do PSOL, segundo o senador, foram o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) e o presidente municipal do partido em São Paulo, o deputado estadual Carlos Giannazi.
"Eu disse a eles que sou filiado ao PT desde a fundação, em 10 de fevereiro de 1980, e não considero sair do Partido dos Trabalhadores", disse.
Segundo o senador, o PSOL pode até apoiar o PT na disputa municipal caso ele, Suplicy, seja o candidato. "Eles disseram que, se eu vencer a prévia, eles podem fazer uma consulta aos militantes para saber se me apoiam nas eleições", afirmou.
Diferentemente do que vem noticiando a imprensa, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou claro que, na segunda-feira (25), que não se opõe à realização de prévias para escolher candidatos do PT nas eleições municipais de 2012. "Não me oponho. Fui eu que propus a criação de prévias dentro do PT", afirmou o ex-presidente, ao chegar a jantar oferecido pela revista "Vida Imobiliária", em um clube na zona sul de São Paulo.
Mensalão do DEM - Promotores viram réus





Deborah Guerner deixa o TRF de cadeira de rodas após passar mal

Por 12 votos a 1, a Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região decidiu ontem abrir processo contra o ex-procurador-geral de Justiça do Distrito Federal Leonardo Bandarra e a promotora Deborah Guerner. Os dois são acusados de tentativa de extorsão de R$2 milhões do ex-governador José Roberto Arruda. O processo é resultado da Operação Caixa de Pandora, que investiga um esquema de pagamento de propina supostamente chefiado por Arruda, no escândalo conhecido como Mensalão do DEM. A procuradoria-geral da República ainda não concluiu o relatório do inquérito principal do caso.
Dos 14 desembargadores presentes à sessão, 12 votaram pelo acolhimento integral da denúncia formulada pelo procurador regional da República, Ronaldo Albo. O presidente do tribunal, Olindo Menezes, não votou. Voz isolada na discussão, o desembargador Jirair Meguerian foi o único a pedir a exclusão de Bandarra e do executivo Marcelo Carvalho da denúncia, explicando que não há indícios suficientes sobre a participação deles na chantagem. Pela decisão da Corte Especial, também serão processados o delator do Mensalão do DEM Durval Barbosa, o empresário Jorge Guerner, marido da promotora, e a jornalista Cláudia Marques.
A desembargadora Mônica Sifuentes sustenta que Deborah cobrou R$2 milhões do ex-governador para não divulgar um vídeo em que Arruda aparece recebendo dinheiro de Durval Barbosa, na residência oficial do governador, em julho de 2009.

_________________________________________
Nota: Em Parauapebas, apesar da corrupção desenfreada, ainda não temos notícias de nenhum réu!

PIRIPIRI x PARAUAPEBAS

Em Piripiri-PI estão em fase de construção  1331 moradias dentro do programa Minha Casa, Minha Vida. O  investimento é de R$ 54,1 milhões no município. São os residenciais Parque Petecas, Parque Petecas III, José Amâncio de Assunção e Novo Genipapeiro. Já em Parauapebas! Piripiri não tem R$ 160 milhões para doar a nenhum advogado de Camboriú-SC. Piripiri não tem um "SEFAZ" chamado de MARGALHO, nem um prefeito corrupto como o que se tem em Parauapebas. 





Pastoral da Criança, CNBB e Cachaça Mangueira: nada a ver

_____________________________
Nota: lá pelas bandas de Campo Maior-PI, o Blog registrou essa preciosidade!
DESPESAS ILEGAIS


O contrato de macro e micro drenagem dos bairros do Complexo Altamira pode ser coisa pra "inglês ver". É que a dotação orçamentária prevista para a obra já foi mais que extrapolada e o prefeito Darci pode estar assumindo obrigações sem a devida autorização legislativa. O prefeito realizou uma licitação e assinou um contrato com seus novos "parceiros", mas não disse como conseguiu ampliar a dotação orçamentária existente para a referida obra. Considerando as licitações anunciadas, muitas delas já conclusas e com seus respectivos contratos assinados, o orçamento de Parauapebas já foi suplementado em mais de 20%, isso foi, basta somar os valores licitados. Se a lei orçamentária previa apenas 20% de suplementação, o prefeito de Parauapebas já cometeu mais uma improbidade. Aposto com quem quiser, uma hora dessas a casa cai e esse rapaz vai parar na cadeia!

Uma pena que Parauapebas tenha uma oposição composta de "políticos farsantes" e tenha um Ministério Público preguiçoso, que adora esperar, com esses ingredientes, o povo encontra-se desamparado nas mãos de políticos que se especializaram em roubar a cidade.
___________________________________________
Nota: de quem será essa Construtora e Transportadora Carvalho LTDA? Será de Hernandes Margalho, sua esposa? De algum petralha? Será do PMDB? Mistério!
Segundo site de notícias do UOL, segue relação com os deputados federais do Pará e suas opiniões em relação à divisão do Pará e criação dos Tapajós e dos Carajás

VEJA A POSIÇÃO DOS DEPUTADOS FEDERAIS SOBRE A DIVISÃO DO PARÁ

DeputadoPartidoDomicílioVotosPosição sobre
a divisão

André Dias
PSDBBelém36.795Contra

Arnaldo
Jordy
PPSBelém201.171Contra

Asdrubal
Bentes*
PMDBCarajás87.681A favor

Beto Faro
PTBujaru (Pará remanescente)169.504Neutro

Claudio Puty
PTBelém120.881Contra

Dudimar
Paxiuba
PSDBItaituba (Tapajós)25.166A favor

Elcione
Barbalho
PMDBBelém209.635Contra

Giovanni
Queiroz
PDTRedenção (Carajás)93.461A favor

José Priante
PMDBBelém172.068Neutro

Josué Bengtson
PTBMarabá (Carajás)112.212Neutro

Lira Maia
DEMSantarém (Tapajós)119.548A favor

Lúcio Vale
PRBelém142.116Contra

Luiz Otávio
PMDBBelém36.828Neutro

Miriquinho
Batista
PTAbaetetuba (Pará remanescente)126.055Neutro

Nilson Pinto**
PSDBBelém140.893Contra

Wandelkolk
Gonçalves
PSDBItupiranga (Carajás)68.547A favor

Wladimir Costa
PMDBBelém236.514Contra

Zé Geraldo
PTMedicilândia (Tapajós)119.544Contra

Zenaldo
Coutinho***
PSDBBelém154.265Contra

Zequinha
Marinho
PSCConceição do Araguaia (Carajás)147.615A favor
* Assumiu o cargo de secretário da Pesca do Pará e deu lugar a Luiz Otávio
** Assumiu o cargo de secretário da Educação do Pará e deu lugar a Dudimar Paxiuba
*** Assumiu o cargo de secretário chefe da Casa Civil do Pará e deu lugar a André Dias
___________________________________________
Nota: recentemente o Dep. Zé Geraldo-PT mudou de opinião e agora é a favor da criação dos novos Estados.