quinta-feira, 23 de março de 2017

Vara Agrária realiza inspeção em Parauapebas

Área ocupada por 350 famílias será incorporada ao município


Juiz Amarildo José Mazutti durante inspeção judicial no
 Projeto de Assentamento Palmares I, em Parauapebas




O juiz Amarildo José Mazutti realizou, na última quarta-feira, 22, inspeção judicial no Projeto de Assentamento Palmares I, localizado na Comarca de Parauapebas, para instruir processo de Reintegração de Posse em trâmite na Vara Agrária de Marabá, da qual o magistrado é titular. A ação teve a finalidade de averiguar a vocação agrária da área, se está localizada no perímetro urbano ou na zona rural, além de verificar quantas famílias ocupam a área e as construções existentes no local.

O ato foi realizado na presença de 350 famílias, advogados e coordenador municipal de terras do município, que acompanharam o juiz na inspeção, em caminhada pelas ruas do Projeto de Assentamento. 

O magistrado concluiu, após a inspeção, que se trata de uma área localizada no subúrbio da cidade, com várias moradias, energia elétrica instalada, escolas e pequenos comércios, onde residem 350 famílias de baixa renda, muito carentes. A partir dessa conclusão, o Incra concordou em destinar a área ao município de Parauapebas para que seja incorporada no patrimônio municipal, de modo que as ocupações possam ser regularizadas. 

Segundo o juiz José Mazutti, a Vara Agrária de Marabá procura sempre estar presente nos locais de conflito, em busca da conciliação, como determina o Código de Processo Civil.

A Lava Jato destruindo o Brasil

Você pode não gostar do senador Renan Calheiros, mas seu pronunciamento na tribuna do senado é imperdível - assista





A Lava Jato é uma imundície jurídica 

Sob o aspecto jurídico a Lava Jato é uma imundície, sob o aspecto econômico é mais danosa que a soma dos atos de todos os corruptos do Brasil, sob o aspecto político é a mais nojenta e viciada facção partidária que o país já teve, o BRASIL só encontrará seu caminho de volta a normalidade com a responsabilização dos membros dessa operação destrambelhada.

Provavelmente, caso você esteja desempregado, a responsabilidade se deve em boa parte a essa LAVA JATO e aos seus membros.

Parauapebas: SAAEP - O governo Valmir da Integral deixou dívida de R$ 3,08 MILHÕES com a CELPA

Com a dívida e sem recursos Parauapebas poderia ficar sem água, mas a justiça concedeu uma liminar, determinando a renegociação com a CELPA e evitou o corte de energia para a SAAEP 






Procuradoria do Município

Os procuradores, assessores e consultores  jurídicos de Parauapebas nunca tiveram tanto trabalho, toda dia surge uma dívida deixada pelo governo anterior de Valmir da Integral, dessa vez são R$ 3.08 MILHÕES que a SAAEP está devendo para a CELPA, a administração anterior nem pagou e nem deixou os recursos para a quitação, Parauapebas poderia ter ficado sem água, caso a CELPA cortasse a energia para a autarquia.

Liminar concedida evita o corte






Diante do problema, o setor jurídico da autarquia foi à justiça e pediu que seja determinado à CELPA que se abstenha de cortar a energia da SAAEP, o governo reconhece a dívida, mas requer o parcelamento para providenciar os recursos e o devido pagamento. 

Observe na imagem acima, a decisão do juiz está correta, a população toda não pode ser prejudicada pelos atos dos irresponsáveis da cúpula do governo anterior, mas a CELPA também tem que receber pela energia que forneceu. 

Pontos de abastecimento

A liminar é apenas para os pontos de abastecimento da SAAEP, não compreende prédios administrativos, que podem ter a energia cortada, caso não se chegue a um acordo.

Outra bomba pra explodir

A procuradoria do município e a SEFAZ estão tentando desarmar outra bomba provocada por mais um CALOTE do governo anterior, existe uma dívida que pode chegar a mais de R$ 14 MILHÕES com uma empresa ligada ao BNDES, isso mesmo, vinculada ao Banco Nacional de Desenvolvimento Social.

Calote e mais calote

Essa última dívida pode provocar o bloqueio de toda receita do município, além de atrapalhar qualquer crédito junto ao BNDES, segundo informações iniciais,  o governo anterior deu duplo calote, pois já tinha negociado a dívida, mas pagou apenas a primeira parcela e aplicou o CALOTE novamente.

Na justiça

A empresa que tem participação do BNDES foi à justiça e conseguiu decisões favoráveis, já na segunda instância.

Deixou as dívidas e os recursos sumiram 

A preocupação  da atual administração é total, pois o governo anterior também não deixou nenhum centavo para a quitação de mais essa dívida.

Negociar o que já foi negociado e com urgência

Agora, o atual governo tem que sentar, tentar negociar novamente, pra evitar o bloqueio dos recursos e a paralisação de importantes projetos para o município junto ao governo federal.

quarta-feira, 22 de março de 2017

O Brasil e a esculhambação que a Lava Jato trouxe às instituições

Uma vergonha, eles estão destruindo o Brasil, esse PGR, esse STF e essa LAVA JATO enveredaram para a política partidária mais nojenta que o país já assistiu





VERGONHA

Difícil ver o fundo do poço em que JANOT, GILMAR MENDES, SÉRGIO MORO e AÉCIO NEVES jogaram a nação brasileira.

O que esse indivíduo no vídeo fala, acredite, ele é o PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA, contraria toda a realidade vivida pelo povo brasileiro, desde que a LAVA JATO enveredou para a pura política partidária.

Política e nojeira

O que aparentava no seu início ser algo bom para o Brasil, os membros da LAVA JATO desvirtuaram para essa vergonha alheia!

É nojento! 

Todos eles: JANOT, GILMAR MENDES, SÉRGIO MORO e o chefe do PSDB, AÉCIO NEVES uma hora terão que responder pelos seus atos, pelo que fazem ao Brasil e ao seu povo.

Urgente: Exportações de carne caem a 0,1%

No BLOG do jornalista Fernando Brito você pode conferir o estrago que a LAVA JATO fez em mais um setor da economia brasileira

É mais um desastre na economia brasileira provocado pelo uso político da Lava jato pelos seus membros ligados ao PSDB - os concorrentes do Brasil, principalmente os Estados Unidos agradecem bastante aos "meninos da PF"




Clique e leia AQUI -  O desastre atingirá milhões de famílias que trabalham nas empresas. O desemprego será a principal consequência.

Quase todas as empresas alvos da lambança da Lava Jato, foram irresponsavelmente denunciadas por um delegado ávido para aparecer na telinha da Rede Globo.

Os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo já foram ao fundo do poço em decorrência da LAVA JATO e seus ataques a Petrobrás e à indústria naval.

Hoje, pela manhã, a África do Sul também vetou a entrada das carnes brasileiras.

Ramal Ferroviário S11D causa disputa judicial entre a mineradora VALE o e o Instituto Chico Mendes (ICMbio)

Suspeita de não cumprir condicionantes sociais e ambientais, mineradora VALE quer expulsar proprietários da margem do ramal ferroviário do S11D


O processo está na Vara Federal de Marabá, na disputa judicial
entre a VALE e o ICMBio, juiz negou liminar pedida pela mineradora pra
 expulsar moradores da margem do Ramal S11D


A justiça negou a liminar requerida pela Vale

Nos autos do processo n° 1280.16.2016.4.01.3901, a poderosa mineradora VALE teve a sua primeira derrota, o pedido liminar foi negado pela vara da justiça federal de Marabá.

Não quer indenizar os proprietários

A poderosa VALE quer expulsar os moradores e proprietários de terras que margeiam o ramal ferroviário do S11D, segundo a alegação da empresa em petição nos autos do processo, a faixa de domínio da ferrovia estaria ocupada indevidamente por essas pessoas arroladas como réus na ação, diz a empresa que a faixa é legal e que não cabe indenização aos proprietários.

Disputa envolve o ICMBio

A mineradora sem demonstrar isso nos autos, acusa o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) de "promover a ocupação da área", ou seja, da margem da ferrovia que estaria compreendida na faixa de domínio.




Suspeita de "calotes" nas condições impostas

A mineradora é suspeita de não cumprir as condicionantes sociais e ambientais que instruem o processo de licenciamento do Ramal Ferroviário S11D, documentos em posse da CPI municipal da Câmara de Parauapebas provariam que a VALE se esquiva de cumprir suas obrigações, aproveitando da baixa organização e pouca mobilização da sociedade de Parauapebas e Canaã dos Carajás, municípios impactados diretamente pelos projetos da mineradora.

Inversão e manipulação 

A suspeita é que a VALE colocou o carro na frente dos bois, ou seja, inverteu a ordem dos fatos, a empresa alega que a faixa de domínio decorre de lei anterior à instituição das áreas ambientais, alega ainda que a Constituição Federal assegura a "livre iniciativa", tudo pura manipulação, esquece a mineradora que essa mesma Constituição impõe que a propriedade deve cumprir sua função social, exige adequação ambiental, exige inclusive prévio licenciamento ambiental de projetos que nem o delas, reconhecidamente danosos ao meio ambiente.

Acusações frívolas contra o ICMBio

Antes de querer expulsar os moradores e proprietários e levantar acusações frívolas contra o ICMbio, a mineradora poderia cumprir com suas obrigações em Parauapebas e Canaã dos Carajás, começando inclusive por assumir os CALOTES dados por suas contratadas em outros estados e em detrimento das empresas que atuam em Parauapebas, Marabá e Canaã dos Carajás.

terça-feira, 21 de março de 2017

Governador do Piauí diz que adversários são capazes de matar Lula para tirá-lo de 2018

A declaração do governador foi durante a inauguração da Transposição do Rio São Francisco, na cidade de Monteiro-PB, quando uma multidão ovacionou o presidente LULA




Imbatível

Impressionado com o carinho da população com o presidente LULA, o governador do Piauí afirmou ainda que a memória dos tempos de Lula ainda está viva na mente do povo.

O povo confia

Uma confiança que se LULA retornar ao Palácio do Planalto, em pouco tempo o Brasil se recupera do estrago que esse conluio de políticos corruptos com a Lava Jato e a Rede Globo provocou no país, destruindo empregos, empresas e até a vida das pessoas.

O sucesso da visita de LULA a Monteiro-PB provocou inveja, ódio e ira nos adversários de LULA e do Brasil.

Veja essas impressionantes imagens, a pequena cidade e a rodovia ficou lotada no maior evento político do SERTÃO NORDESTINO



video
                      

Federação Nacional dos Jornalistas diz que Moro ataca a liberdade de expressão

Nota oficial da FENAJ e do SJSP – condução coercitiva de Eduardo Guimarães é censura e ataque à liberdade de expressão


Logo FENAJ


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) protestam contra a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, levado de sua residência na capital paulista, na manhã desta terça-feira (21), para prestar depoimento à Polícia Federal (PF) no âmbito da Operação Lava Jato.

Guimarães teve seu apartamento vasculhado, foram apreendidos seu celular, notebook e um pen drive de uso pessoal e o blogueiro foi conduzido à Superintendência da PF no bairro da Lapa, zona oeste paulistana.

A Polícia Federal, em mais uma demonstração de arbitrariedade e violação de direitos inspirada na época da ditadura militar no país, quer violar o sigilo de fonte por Guimarães ter vazado a informação de que o ex-presidente Lula seria conduzido coercitivamente pela PF, o que forçou o adiamento da ação no ano passado.

Além da arbitrariedade da condução coercitiva, sem que qualquer intimação prévia tenha sido feita ao blogueiro, a PF devassa dados pessoais e desrespeita o sigilo de fonte garantido pela Constituição Federal em seu Artigo 5º, parágrafo XIV, em que define que ´“é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”.

A Polícia Federal ataca, ainda, a liberdade de imprensa e de expressão do blogueiro – a mesma PF que tem vazado informações seletivamente de acordo com os próprios interesses, sem levar em consideração os interesses da sociedade.

O SJSP e a Fenaj expressam seu veemente repúdio à arbitrariedade da Polícia Federal, pois a condução coercitiva do blogueiro também representa um terrível precedente, que coloca em risco um dos mais importantes princípios do jornalismo – garantir o direito da população à informação.

O Sindicato e a Federação também se colocam à disposição de Eduardo Guimarães para lutar contra mais esse ato de lamentável autoritarismo e censura, além de prestar solidariedade e apoio na adoção de todas as medidas legais cabíveis.

São Paulo, 21 de março de 2017.

Direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo
Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj

Até quando o Brasil aceitará essa farsa jato!?

Assista o excelente pronunciamento de Wadih Damous sobre o juiz Sérgio Moro, a quem classifica de juiz fora da lei


video


Wadih Damous, ex-presidente da OAB-RJ, diz que Sérgio Moro é um fora da lei

Wadih Damous também indaga até quando o país assistirá o juiz e sua operação Lava Jato destruírem a democracia, a economia e as empresas brasileiras.

Bateu o desespero no juiz 

No excelente artigo do jornalista LUIS NASSIF fica evidente o desequilíbrio do juiz, vendo que a população que antes lhe apoiava já não mais confiar nas suas ações, percebendo que ele faz política partidária e promoção pessoal com sua toga (você pode ler AQUI).

Só loucos e MBL

Quem ainda, no domínio da razão, que não tenha a mente ou a carne fraca, ainda apóia esses arbítrios.

A utilização de processos formais com fins políticos pela LAVA JATO, denuncia o jornalista

Blogueiro vítima de "prisão sequestro" é libertado 

A "prisão-sequestro" foi determinada pelo juiz recebedor de prêmios da Rede Globo, o Sérgio Moro, aquele mesmo que vaza conversas íntimas pra mesma Rede Globo


video


Lambança e destruição

Nitidamente, após a lambança da operação "carne fraca", membros da Lava Jato criam mais "factóides" para a Rede Globo. Juntos estão destruindo tudo.

A destruição da democracia, da economia e da vida dos brasileiros segue em marcha firme.

Força que não se intimida

A prisão apenas mostra o quanto os BLOGS LIVRES incomodam os poderosos e seus serviçais.

URGENTE: Com a operação LAVA JATO sendo desmoralizada a cada dia que passa, o juiz Sérgio Moro apronta mais uma e a Globo segue ganhando dinheiro, muito dinheiro

Assista a análise do jornalista MIGUEL DO ROSÁRIO, realizada a pouco sobre a "prisão sequestro" do jornalista EDUARDO GUIMARÃES


video


video



Urgente: Imprensa livre denuncia "sequestro" de jornalista pela LAVA JATO

Circo e enganação - calendário da Lava Jato protege ladrões do PSDB que querem aprovar a reforma trabalhista e da previdência 


 



Você que silencia, o próximo é você (vá esperando)

O Cafezinho é um dos blogs mais prestigiados do Brasil, é fonte de notícias e análises para a imprensa internacional, neste momento ele denuncia que o jornalista Eduardo Guimarães, do blog Cidadania, acaba de ser vítima de violência judicial, ou mais especificamente, de um sequestro judicial, que é o nome que damos a essa ilegalidade chamada condução coercitiva.

O juiz que protagoniza mais esse fato é o que está na foto abaixo com o senador Tarja Preta 


Jornalista preso pelo juiz que vaza conversa íntimas e
participa de festas com corruptos



Segundo o blog Cafezinho (CLIQUE AQUI), quem autorizou a arbitrariedade foi o mesmo juiz que vazou gravações ilegais com conversas íntimas e privadas do presidente Lula e da presidenta Dilma. Pois é, o juiz vazador quer coibir que jornalista cumpram sua missão de informar livremente a população.

Diz ainda, o jornalista, que a "notícia revela um judiciário desmoralizado e uma Polícia Federal completamente ensandecida, um fio desencapado, sem controle".

Operação "engana trouxa" pra encobrir fiasco da "carne fraca" e reforma previdenciária 

Disse o jornalista, que a Lava Jato está fazendo mais uma de suas operações midiáticas, espalhafatosas, vazadas antecipadamente para a grande mídia, desviando atenções do fiasco que foi essa sub-lava jato da carne, da crise econômica e das votações antissociais em curso no congresso.

Censura e intimidação

Em toda a imprensa o clima é de revolta, a LAVA JATO e a Globo já destruíram a economia e a democracia, e agora querem censurar quem os denuncia?

Polícia investiga "crime de pistolagem" contra paciente no Hospital Geral de Parauapebas


video



Ineficiência e inércia

A população de Parauapebas já está quase se acostumando com a impunidade quando o assunto é o "crime de pistolagem", a ineficiência e a inércia do aparato de segurança pública do governador sob a batuta do governo JATENE causa indignação.

A única coisa que JATENE estadualizou no hospital de Parauapebas foi a insegurança

Na cidade dizem que nesse aspecto JATENE estadualizou a pistolagem até dentro do hospital de Parauapebas.

O crime

Caso nessa semana, com o material disponibilizado, o aparato de segurança do governo JATENE não identifique os envolvidos no crime do agricultor WALDOMIRO COSTA PEREIRA, a população de Parauapebas pode desistir,  pois teria gente poderosa como mandante.

As imagens do hospital e das ruas, os sinais de celular, tudo isso permite que os marginais sejam conhecidos quase que imediatamente pela polícia.

segunda-feira, 20 de março de 2017

REDE TV - Programação de Parauapebas


video


A Rede TV está com uma programação inteiramente direcionada para os assuntos de interesses da sociedade de Parauapebas.

Hoje, segunda-feira, às 20:30, FÁBIO SACRAMENTO leva ao ar seu programa de entrevistas, em pauta sempre um assunto importante para a nossa cidade.




Insegurança, assassinato e pistolagem - o legado do governo Jatene em Parauapebas

Insegurança e pistolagem

Waldomiro Costa Pereira é mais uma vítima da falta de compromisso por parte do governo do estado com a segurança dos cidadãos paraenses. A insegurança e a pistolagem é mais uma cruel marca do governo JATENE.

Parauapebas e sul/sudeste paraense

A população do estado tem sofrido, mas em especial os moradores do sul/sudeste paraense, mesmo habitando em cidades pequenas ou de médio porte a criminalidade decorrente da inoperância do governo Jatene é aterrorizante.

Pistolagem

Todos tem penados nas mãos da pistolagem, o que impressiona é que esse tipo de crime é muito fácil de ser elucidado, mas sob o governo Jatene a situação não tem o menor controle.

Com empenho

A prefeitura já disponibilizou as imagens do circuito de TV interno do hospital, a polícia paraense tem em mãos vídeos que permitem que o crime seja esclarecido e que os seus autores sejam presos em menos de 48 horas, caso haja empenho das autoridades.

Imagens apontam autores

No site Pebinha de Açúcar (AQUI) você já pode conferir as imagens captadas, a elucidação do crime ocorrerá na maior brevidade possível.

Estadualização do hospital é um "engodo" de membros do governo Jatene

Governo Jatene não disponibiliza recursos para o Hospital Regional de Parauapebas e parece enganar seus aliados no município





Enganação de novo, não!

A anunciada estadualização do Hospital Geral de Parauapebas (VEJA AQUI) pode ser de novo uma pura enganação e nada mais.

Pedido foi feito

O pedido foi feito, mas clique (AQUI) e veja que se a coisa fosse encarada com seriedade pelo governo JATENE, o pedido nem era preciso.

Ele já tinha prometido, pelo seu secretário

O próprio secretário de estadual de saúde, do governo Jatene, esteve em Parauapebas, em março de 2016, tratando do assunto com o Sr. Valmir da Integral, de lá pra cá nada aconteceu e ao que tudo indica tudo pode ser a mais pura enganação, de novo.

O secretário estadual falou, mas só falou

“É uma obra grandiosa, a estrutura é invejável, 
pelas dimensões, pelo tipo de qualidade do material utilizado,
 pelos equipamentos instalados, o prefeito e sua equipe estão de parabéns.
 Esperamos fazer uma parceria que permita criar
 uma gerência profissionalizante, aqui colocada, 
para ter uma qualidade na prestação do serviço,
 para que seja de excelência”, destacou Victor Mateus. 


Na época, quando os tambores da campanha eleitoral do então prefeito já soavam, o secretário estadual de saúde do governo Jatene esteve em Parauapebas e prometeu, mas só prometeu.

Politicalha

Como se constata, não é de hoje que membros do governo JATENE fazem "politicalha" com a população de Parauapebas, apesar do assunto ser de extrema seriedade e necessidade.

Governo Darci tá vacinado

Pelo jeito, a administração DARCI LERMEN está vacinada contra as promessas do governador, o próprio prefeito apóia o pedido de estadualização, mas não demonstra entusiasmo com a iniciativa, sabe que Jatene nunca fez nada por Parauapebas, dificilmente faria agora.

Não vai esperar

Segundo informações, Darci Lermen não vai ficar esperando a boa vontade (que parece não existir) de Jatene, o prefeito de Parauapebas já está implementando ações para melhorar significativamente os serviços oferecidos pelo hospital para a população.

Os padrinhos de Paragominas são fracos

Outra coisa que chama a atenção no pedido de estadualização são os políticos de Paragominas, que seriam os "padrinhos" de Parauapebas no governo Jatene, por sinal, eles parecem mais fracos que os afilhados. Eles não dão conta nem de Paragominas.

Bateram na porta errada

Bateram na porta errada, pois os políticos de Paragominas só querem saber de Paragominas, eles não tem muito o que ajudar em Parauapebas.

Orçamento zero, assim não anda

Outro coisa, tudo aponta que o pedido de estadualização não andará e que Parauapebas, se depender de JATENE, terá mesmo que se virar sozinha.

Era em abril de 2016

JATENE e aquele secretário estadual de saúde que esteve em Parauapebas, em março de 2016, prometeram que em abril daquele ano poderia ter até uma lei aprovando a estadualização, pois bem, eles não colocaram um centavo de real para a estadualização do hospital em 2017.

Queimação 

Parece que tudo foi mais um engodo, o que se mostra uma boa intenção, pode virar a mais pura queimação.

domingo, 19 de março de 2017

Dia Histórico: Inauguração da Transposição do Rio São Francisco - a chegada do presidente LULA em Monteiro-PB

DIA HISTÓRICO: O Nordeste em festa contagia o Brasil - a cidade de MONTEIRO/PB celebra as águas do Rio São Francisco com LULA e DILMA

Há algo mais podre que a "carne fraca" - tem caroço nesse angu



Mais grave que empresários sem escrúpulos adulterar alimentos é o agente público saber da adulteração e ainda permitir que esses alimentos sejam vendidos a população indefesa por mais de 2 anos, em troca de holofotes e por disputa política na PF e no MPF - isso é tão ou é o mais podre disso tudo. 

Caso o que a PF e MPF dizem seja verdade, pois parece que tem caroço nesse angu, fica evidente que a população brasileira está refém de agentes públicos sem a menor noção da sua responsabilidade e do que seja sua missão maior - O INTERESSE PÚBLICO do povo brasileiro.

Para compreender o momento que o Brasil passa, governado por ladrões alugados pela mídia e o PSDB, quando escrachadamente PF, MPF e justiça federal parecem dominadas por interesses políticos partidários de políticos, agindo para destruir as instituições e a economia brasileira, se torna imprescindível buscar informações e análises mais aprofundadas, várias matérias da imprensa livre e independente se tornam leituras obrigatórias.

A seguir, o Blog disponibiliza duas dessas matérias para o leitor:

sábado, 18 de março de 2017

O povo com LULA inauguram a tranposição do Rio São Francisco

19 de março, amanhã, o povo do NORDESTE, todos nós, os filhos dessa região, espalhados por todos os cantos do mundo, estaremos de corpo e alma com o presidente LULA, em MONTEIRO, no estado da Paraíba




LULA, o filho do Brasil

Nunca antes, o Brasil teve um PRESIDENTE e líder que olhasse para a nossa gente mais sofrida, governou para a nossa gente, tempos depois suas obras ainda se realizam, como que decorrente de sua força espiritual a imanar o destino do nosso povo.

Águas abençoadas

O pai terreno de JESUS CRISTO, aquele que conduziu MARIA e protegeu o filho do criador, amanhã tem o seu dia comemorado por todos nós, CRISTÃOS, no seu dia, as águas do Rios São Francisco serão recebidas pelo seu POVO e pelo eterno PRESIDENTE LULA, na cidade de MONTEIRO, no estado da Paraíba.

Chicos

Dia 19 de março, com LULA, CIRO e DILMA, o povo nordestino fará a inauguração popular da TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO.

Com a presença de CHICO BUARQUE e do paraibano CHICO CÉSAR, a festa será, verdadeiramente, do POVO.

Tudo abençoado

Na pequena cidade de Monteiro e Região o milagre já é uma realidade.

Tudo está lotado e esgotado: hotéis, ônibus, vans, táxis, será a maior festa, a maior comemoração, o maior evento já realizado na região do sertão paraibano.

sexta-feira, 17 de março de 2017

"CPI DO CALOTE DA VALE" descobre dívidas de mais de R$ 60 MILHÕES na construção do Ramal Ferroviário do S11D

CPI da Câmara de Parauapebas já tem documentos que comprovam "CALOTES"

Além das dívidas, a mineradora VALE não cumpre as condicionantes estabelecidas no licenciamento do ramal ferroviário do S11D

Empresas que deram calotes em Parauapebas também estão envolvidas com tragédia em Mariana-MG



Resultado de imagem para ramal ferroviário s11d
A locomotiva da VALE tenta atropelar a realidade dos calotes nos
empresários e trabalhadores de Parauapebas



O ramal do calote

A implantação do ramal ferroviário S11D, de responsabilidade e em benefício da mineradora VALE, localizado entre os município de Parauapebas e Canaã dos Carajás, no sul do Pará, está no centro da polêmica envolvendo os "CALOTES DA VALE".

CPI MUNICIPAL 

A CPI da Câmara Municipal de Parauapebas já tem documentos que comprovam mais de R$ 58 MILHÕES em calotes apenas na construção do ramal ferroviário S11D, vários empresários prejudicados pela mineradora VALE foram até a comissão e trouxeram provas contundentes sobre as dívidas, muitas delas estão tramitando na justiça de Parauapebas.

Ramal Ferroviário

Para surpresa de membros da CPI, além dos CALOTES, algo extremamente grave pode ser objeto de atenção especial por parte da comissão de inquérito, pois diante dos relatos e de documentos que chegaram à Câmara surgem sérios indícios de que a mineradora descumpriu quase todas as condicionantes sociais e ambientais exigidas para a implantação do ramal ferroviário em Parauapebas.


A REVELAÇÃO de dívidas, calotes e o descumprimento de condicionantes sociais e
 ambientais fazem a VALE pressionar empresários e políticos de Parauapebas


Empresas

Algumas empresas contratadas pela mineradora VALE para atuar em Parauapebas, envolvidas nos calotes, também estão enroladas na tragédia de Mariana-MG, quando barragens da VALE romperam e causaram mortes e destruição naquela região do estado de Minas Gerais.

Crise

O que os dados a serem levantados pela CPI podem deixar ainda mais evidente é que as dívidas oriundas dos "calotes da VALE" podem ter contribuído para agravar a crise e o desemprego no município de Parauapebas.

Interferência 

Membros do governo JATENE e deputados de Belém, que não conhecem a realidade e o sofrimento de quem está vivendo extremas dificuldades em virtude dos calores, estão pressionando para que a CPI seja encerrada.

Representantes da VALE

Uma equipe de executivos da mineradora VALE está em Parauapebas, teve uma reunião com os empresários, os representantes da Vale trouxeram planilhas e propostas, mas não animaram ninguém, parecem desconhecer o drama provocado pelos calotes.

Engodo

Um dos participantes relatou ao Blog que sentiu que estão tentando enrolar, ao invés de propostas concretas de pagamentos dos calotes, estão oferecendo "sub-contratos", ou seja, o mesmo esquema que causou intensos prejuízos aos pequenos empresários e grandes vantagens para a mineradora VALE.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Projeto de Macrodrenagem/Orla do Rio Parauapebas e o programa Minha Casa Minha Vida



Hélder Barbalho recebe o prefeito de Parauapebas e a equipe da Secretaria de Habitação

Nos dias 13 e 14/03, o prefeito de Parauapebas, DARCI LERMEN, a primeira dama, Viviane Soares, acompanhados pela equipe da secretaria de habitação e pela vereadora Kelen Adriana, estiveram em Brasília, a comitiva foi recebida pelo ministro da Integração, Helder Barbalho, quando foi reafirmado os investimentos da pasta e o compromisso político do ministro no encaminhamento junto ao governo federal de várias demandas do interesse da população de Parauapebas, como o projeto de macrodrenagem e da orla do rio Parauapebas, que está em fase final para aprovação e liberação dos recursos.

Habitação - Minha Casa Minha Vida

O prefeito e a equipe também foram recebidos pelo ministro as Cidades, onde solicitaram empenho do órgão pra finalização e entrega das habitações do programa Minha Casa Minha Vida no município de Parauapebas.

quarta-feira, 15 de março de 2017

Governo de Parauapebas apresenta o pedido de estadualização do Hospital Regional



Estadualização do Hospital Regional de Parauapebas

Ontem (14), o vice prefeito de Parauapebas, Sérgio Balduino, entregou oficialmente, em nome do governo Darci Lermen, o pedido de estadualização do Hospital Regional de Parauapebas.

Ação efetiva

Entre as cidades de porte médio do estado do Pará, o município de Parauapebas é o único que ainda não conta com um hospital estadual, embora já se tenha inúmeros tentativas para que o governo do Pará assuma sua responsabilidade com a saúde pública da população dessa região, que além do município de Parauapebas, englobaria os moradores de Curionópolis, Eldorado dos Carajás e Canaã dos Carajás.

terça-feira, 14 de março de 2017

A prefeitura de Parauapebas e o Ministério Público do Trabalho, em atuação conjunta, garantem salários dos funcionários e conseguem suspender os pagamentos para a GAMP


TCM -PA suspende contrato e pagamentos e prefeitura 
reassume hospital de Parauapebas


Contrato Suspenso

O Pleno do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM-PA), no último 07/03/2017, publicado apenas ontem (13), por unanimidade, resolveu suspender, mediante uma decisão cautelar, o Contrato de Gestão n° 20160440, celebrado pelo governo Valmir da Integral, com a Prefeitura Municipal de Parauapebas e a O.S. Grupo de Apoio a Medicina Preventiva e a Saúde Pública (GAMP). 

Pagamentos suspensos

Além de suspender o Contrato de Gestão n° 20160440, a cautelar, homologada em Plenário, proíbe o repasse de qualquer recurso ou pagamento, pela Prefeitura Municipal, diretamente ao GAMP, até a apresentação de prestação de contas e sua apreciação, junto ao TCM-PA.

Pedido do governo de Parauapebas e do MPT

A cautelar foi proferida após análise de representação protocolada no TCM-PA, pelo Ministério Público do Trabalho no Estado do Pará (MPT-PA), através da Dra. Ana Roberta Tenório Lins Haag, Procuradora Federal do Trabalho no Município de Marabá. Tudo com participação da prefeitura de Parauapebas, através da procuradoria municipal, por determinação do atual prefeito.

O prefeito Darci Lermen determinou a intervenção na gestão do Hospital Municipal

No processo junto ao TCM-PA, consta o Decreto de Intervenção da Prefeitura Municipal, no exercício de 2017, junto à gestão do Hospital Geral de Parauapebas, uma medida determinada pelo prefeito de Parauapebas, visando regularizar a situação de caos na saúde pública deixada pelo governo anterior.

Irregularidades insanáveis

No processo de contratação e na execução dos serviços tem irregularidades insanáveis, segundo a Procuradoria Geral do Município de Parauapebas, todas apontadas no processo junto ao TCM.

Funcionários não recebiam os salários

O governo Darci Lermen e o Ministério Público do Trabalho atuaram conjuntamente  para viabilizar o pagamento dos salários dos funcionários do Hospital, contratados pela GAMP, pois os empregados não recebiam desde dezembro de 2016, incluindo o 13° salário. A situação prejudicava mais de 200 (duzentos) trabalhadores e suas famílias, desde o ano passado.

Ministério da Integração anunciou investimentos no Pará

O ministro Hélder anuncia a renovação antecipada do contrato de operação da Estrada de Ferro Carajás

Ministro Hélder Barbalho



Pará se consolida como principal corredor logístico do Arco Norte

Hélder Barbalho, ministro da Integração, anunciou a segunda fase do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), consolidando o Pará como principal corredor logístico do Arco Norte para escoamento da produção agrícola e mineral, gerando mais empregos e renda para a população.

Investimentos no Pará

O ministro Helder autorizou a ampliação de investimentos no estado, desde que chegou no governo federal.

Entre outubro de 2015 a abril de 2016, enquanto esteve à frente da Secretaria de Portos, Helder conseguiu viabilizar a contratação de R$ 375 milhões em investimentos para os portos no Pará. Foram autorizados R$ 372 milhões de empresas em Terminais de Uso Privado (TUP). 

Em Belém

O projeto de revitalização do Porto de Belém também avançou com a presença de Helder na Secretaria de Portos. Hoje em fase de apresentação de projetos, a chamada Belém Porto do Futuro é uma obra de grandes proporções que vai revitalizar completamente a área do porto. A iniciativa resultou em uma previsão de investimentos de R$ 1 bilhão na época por parte de empresas. 

Miritituba e Barcarena

Entre outros projetos, constam a Estação de Transbordo de Cargas de Miritituba e do Terminal Privado de Vila do Conde, em Barcarena, de responsabilidade da Hidrovias do Brasil. Somente nessa área, por exemplo, a operação consiste na recepção de caminhões e barcaças carregadas de grãos, que são embarcadas em navios graneleiros com capacidade até 120 mil toneladas. Os investimentos previsto são de R$ 143,8 milhões no porto de Vila do Conde, em Barcarena. Com isso, a capacidade total passará de 35.363 contêineres/ano para 72.762 contêineres – um aumento de 106% na capacidade operacional.

Ferrogrão receberá R$ 12 bilhões

Já o edital da Ferrogrão, outro importante braço do corredor logístico que leva o Pará à condição de destaque no Arco Norte, acontecerá no segundo semestre deste ano. A ferrovia de 1.140 quilômetros de extensão, ligando o município de Sinop, no Mato Grosso, ao porto de Miritituba, no Pará, deve ultrapassar R$ 12 bilhões em investimentos e será a principal rota de acesso para exportação da produção de grãos no Brasil. Aguardam pela obra gigantes do setor de exportação, como Amaggi, ADM, Bunge, Cargill, Dreyfus e a Estação da Luz Participações (EDLP).

Estrada de Ferro Carajás

Faz parte do cronograma desta nova fase do PPI a renovação antecipada do contrato de operação da Estrada de Ferro Carajás, que tem 892 quilômetros de extensão e liga a maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, em Carajás, ao Porto de Ponta da Madeira, no Maranhão. A cada ano, são transportadas 120 mil toneladas de carga, além de 350 mil passageiros.